13º salário: veja 5 maneiras inteligentes de aproveitar o pagamento

por Mariana Congo | 12/11/2019

Como aproveitar melhor o 13 salário
curso de investimento

O pagamento do valor integral ou pelo menos da 1ª parcela do 13º salário precisa ser feito até o dia 30 de novembro

E, para as empresas que optam por dividir o valor, o prazo máximo para pagamento da 2ª parcela é dia 20 de dezembro.

O fato é que esse dinheiro chega exatamente no período em que as pessoas estão mais propensas a gastar com supérfluos, como presentes, festas, roupas….

Mas com certeza existem maneiras melhores de aproveitar a gratificação. 

E nós separamos 5 principais, que podem ser uma boa saída para fazer o seu dinheiro render.

1. Pagar dívidas com o 13º

Para quem está no vermelho, uma excelente opção é usar o dinheiro do 13º salário para pagar dívidas e começar 2020 com o nome limpo.

Primeiro porque as dívidas são um problema por si só, mas também acarretam outras consequências, como:

  • Não ter acesso a crédito;
  • Ser impedido de abrir uma conta em um banco;
  • Não conseguir alugar um imóvel;
  • Ser removido de um processo seletivo.

E muitos outros.

Além disso, com o tempo — somado os juros e multas — a sua dívida pode se tornar cada vez maior e mais difícil de ser negociada. 

Por isso, vale a pena listar todas as contas em atraso e tentar renegociar as dívidas. 

Com dinheiro na mão fica muito mais fácil fazer propostas e conseguir excelentes descontos, principalmente se você optar por pagar à vista. 

Se não der para quitar todas, tente priorizar as contas que tem juros maiores, como o cartão de crédito e o cheque especial.  

2. Usar para as contas de início de ano 

A lista de contas que só aparecem na virada de ano é considerável:

  • IPTU;
  • IPVA;
  • Renovação de matrícula;
  • Material escolar.

E esses são só alguns exemplos.

Por isso, uma das boas alternativas para o 13º é justamente ficar guardadinho, até que essas contas possam ser pagas a vista.

Assim, além de evitar juros de atraso, quem sabe você não consegue um desconto? Dessa forma, na prática, você acaba economizando!

3. Fazer uma reserva com 13º

Imprevistos podem acontecer e é importante ter uma reserva de emergência para poder resolvê-los sem se endividar. 

Ela é útil, por exemplo, quando alguém da família fica doente e é preciso arcar com as despesas médicas ou quando você é mandado embora e demora mais tempo do que o previsto para conseguir a recolocação

O ideal é que o montante seja de pelo menos 6 vezes o seu custo de vida, mas o 13º terceiro é um ótimo jeito de começar a  poupar e garantir  

E você não precisa guardar essa grana embaixo do colchão.

A melhor alternativa é aplicá-la em um investimento conservador e com liquidez diária — que é quando o dinheiro pode ser resgatado a qualquer momento.  

Dessa forma, você não apenas poupa dinheiro, mas também faz com que ele gere ainda mais dinheiro para você. 

4. Investir seu 13º salário

Se você não está inadimplente, e já tem o dinheiro para pagar as contas de início de ano, que tal aproveitar a grana da gratificação para investir?

Aplicar o dinheiro para fazer com ele renda mais é uma estratégia muito inteligente e que pode ajudá-lo a realizar os seus sonhos. 

Existem vários tipos de investimentos, que atendem aos mais diversos perfis de investidores e valores. 

Isso significa que mesmo como uma quantia pequena de dinheiro ou sem muito conhecimento sobre o mercado financeiro, é possível começar a investir. 

5. Iniciar um novo projeto com o 13º

Essa também pode ser a sua chance de investir em um novo projeto: renda extra, mudança de carreira, começar um novo curso ou especialização… Algo que te traga bons frutos.

Ainda mais que, mesmo com um 13º baixo, você pode somá-lo ao saque do FGTS liberado este ano e conseguir uma quantia maior para começar.

A ideia é que esses investimentos sejam em algo que reflita na sua remuneração, especialmente em curto e médio prazo. 

Ou seja: que mesmo que não te faça ter mais dinheiro hoje, possa ser a sua saída para ter mais dinheiro amanhã.

Na prática…

Não é fácil escolher entre essas opções, e muito menos resistir a tentação de gastar o nas festas de final de ano.

Porém, a nossa ideia é que você possa sim usar esse dinheiro — mas de uma forma a fazer ele trabalhar por você. Seja não te fazendo economizar, ou literalmente rendendo.

Acima de tudo, o importante é usar o dinheiro com sabedoria e controle, para evitar que ele se perca sem que você tenha a menor ideia de onde ele foi parar.

13º salário: veja 5 maneiras inteligentes de aproveitar o pagamento
5 (100%) 3 vote[s]
curso de investimento