Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Vale a pena comprar ações da Usiminas (USIM3, USIM5 e USIM6)?

biblioteca financeira

Analisando a rotina de alguns investidores, vemos que o pontapé na Bolsa acontece com os investimentos nas empresas que mais se destacam em seus setores. É assim com quem busca ativos da Petrobrás, Ambev, Itaú, Vale e também com as ações da Usiminas. 

Olhando os detalhes para o último exemplo, a Usiminas é uma das principais empresas exportadoras de aço do Brasil. Assim, é quase sempre lembrada por seu tamanho e bom mercado. Mas será que vale a pena investir nesses ativos?

Saber em quais ativos investir seu dinheiro não é uma tarefa simples. É preciso entender o contexto da empresa e ainda analisar o cenário para chegar à conclusão sobre o momento certo de comprar um papel. Portanto, ao longo desse post, você vai ver o que precisa analisar para saber se as ações da Usiminas devem fazer parte da sua carteira.

O que é a Usiminas?

A Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A, ou simplesmente Usiminas, é uma companhia focada em siderurgia. É considerada referência na produção e comercialização de aços planos laminados a frio e a quente, bobinas, além de placas e revestidos de aço. 

Esse material é utilizado, principalmente, em bens de capital (máquinas, equipamentos eletrônicos e edifícios, por exemplo), bens de consumo pertencentes à linha branca (geladeiras, fogões e máquinas de lavar, por exemplo) e também na indústria automotiva. 

A Usiminas foi inaugurada em 1962, sendo resultado de todo o contexto desenvolvimentista do governo Juscelino Kubitschek para atrair e criar indústrias com foco em fortalecer a economia brasileira. 

Dessa forma, em 1962, a estatal foi inaugurada em Ipatinga (cidade de Minas Gerais), contando com apoio de capital e tecnologia japonesa. 

Em 1991, tornou-se a primeira estatal privatizada, em um movimento que, apesar de protestos, fortaleceu a empresa e aumentou sua presença no mercado. 

Atualmente, a Usiminas possui o maior complexo siderúrgico de aços planos da América Latina e um dos 20 maiores do mundo. Esse fato faz com que a empresa seja uma das grandes referências no setor. 

Além disso, ainda possui forte atuação em outros dois setores: mineração e logística. Na parte de mineração, realiza extração do minério de ferro. Já em logística, atua proporcionando transporte rodoviário, ferroviário ou marítimo para esses materiais. 

como investir na bolsa de valores

Quais são as ações da Usiminas?

As ações da Usiminas podem ser encontradas na Bolsa de Valores do Brasil desde 1994. No entanto, é preciso destacar que em 2007 começaram a ser negociadas como ativos pertencentes ao Nível 1 de Governança Corporativa. Os tickers utilizados são: 

  • USIM3: esse é o ticker utilizado para identificar as ações ordinárias da Usiminas. Esse tipo de ativo tem como principal características o direito de voto em assembleias realizadas pela empresa. 
  • USIM5 e USIM6: esse são os códigos utilizados para negociação das ações preferenciais da Usiminas. Esse tipo de ativo garante prioridade ao acionista em momento de recebimento de proventos, como dividendos e juros sobre capital próprio.

Ações da Usiminas na Bolsa de Valores dos Estados Unidos

Em 1994, a Usiminas lançou seu programa de ADR, listando suas ações no mercado de balcão norte-americano. Desse jeito, é possível encontrar esses ativos por meio dos códigos:

  • USNZY: Ativo equivalente a uma ação preferencial da B3. 
  • USDMY: Ativo equivalente a uma ação ordinária da B3.

Ações da Usiminas na Bolsa de Valores de Madrid

A Usiminas também está presente na Bolsa de Valores de Madrid, fazendo parte do Latibex, o campo desse mercado dedicado às empresas da América Latina. Os códigos são: 

  • XUSI: Ativo equivalente a uma ação preferencial da B3.
  • XUSIO: Ativo equivalente a uma ação ordinária da B3.

O que considerar antes de investir nas ações da Usiminas?

Agora que você entendeu o que é a Usiminas e qual o código que deve utilizar para negociar suas ações, é hora de saber o que deve considerar para decidir se vale a pena ou não investir nesses ativos. 

Decisão de parar parte da produção

Em decorrência dos efeitos da crise gerada pelo novo coronavírus, a Usiminas informou a pela decisão de paralisar dois altos-fornos em Ipatinga (Minas Gerais) e a sua linha de laminação em Cubatão (São Paulo). 

Essa redução da sua produção deve afetar significativamente os resultados e impedir desempenhos lucrativos ao longo do ano. Para completar, ainda foi informado que a companhia os colaboradores de Cubatão ficarão de férias coletivas, já que a demanda por aço caiu. 

Mercado siderúrgico em queda

Como falamos sobre a demanda por aço, é importante falar que, mesmo com a iminente retomada da China e de outros países, ainda há efeitos sobre a demanda que não serão revertidos. De acordo com números, a queda por demanda de aço pode chegar a 20% em 2020. 

Essa redução deve ser sentida, principalmente, na comercialização do aço para o mercado brasileiro, que deve já está sendo fortemente impactado pela crise. 

Dividendos das ações Usiminas 

Assim como outras empresas da Bolsa, a Usiminas prevê o pagamento mínimo obrigatório de 25% do lucro líquido anual para seus acionistas, como dividendos ou juros sobre capital próprio.

Em 2019, esse pagamento correspondeu a cerca de R$ 0,15 por cada ação da empresa. Dessa forma, quando comparamos com dividendos de ITUB4, por exemplo, que pagam quase R$ 1,00 por papel, podemos dizer que esse não é um atrativo das ações Usiminas.

Vale a pena investir nas ações Usiminas?

Vimos alguns critérios que você deve analisar antes de investir. Entretanto, ressaltamos a importância de olhar se esses ativos, bem como esse tipo de investimento, faz parte do seu planejamento. 

Além disso, é sempre bom lembrar que o investimento em ações deve estar alinhado com o seu perfil de risco. Essa é a melhor maneira de garantir que você está investindo em algo que é coerente com o seus objetivos e características.  

Por fim, podemos dizer que as ações Usiminas são sempre lembradas em carteiras de longo prazo. A força da empresa no mercado e uma demanda recorrente por aço são os principais motivos dessa decisão, fazendo com que o mercado acredite em um bom momento pós-crise. 

Com essas informações já consegue decidir se as ações da Usiminas devem entrar em sua carteira? Quer fazer uma análise de investimentos e entender como está a saúde do seu investimentos? Faça uma análise e entenda como obter uma carteira ainda melhor!

análise de investimentos