5 armadilhas do cartão de crédito. Saiba como se prevenir

por Malena Oliveira

O cartão de crédito é uma ferramenta bastante útil no dia a dia, porém é preciso saber usar com moderação. Sem o planejamento adequado, a compra dos itens desejados pode se transformar em um grande pesadelo. Por isso,  preparamos este guia com as cinco armadilhas do cartão de crédito mais comuns.

Pesquisas indicam que 8 em cada 10 brasileiros têm dívidas provenientes de cartão de crédito. Isso representa 76,4% dos endividamentos das famílias do país. O endividamento afeta a tranquilidade das pessoas, impede os investimentos e causa descontrole na gestão do dinheiro. A seguir, entenda melhor como evitar situações envolvendo o cartão de crédito que são prejudiciais para a sua saúde financeira.

A importância de saber usar bem o cartão de crédito

Recurso de grande ajuda, o cartão de crédito permite fazer compras para pagar apenas no mês subsequente. A possibilidade de parcelar as compras e participar de programas de fidelidade também são vantagens.

Para muita gente, aliás, o cartão de crédito é a principal opção para organizar as contas do cotidiano. Mas toda essa facilidade tem um preço: muitos cartões cobram taxas de anuidade.

Por mais que seja útil, o cartão de crédito pode se tornar um problema se não for usado adequadamente. Para quem já tem dificuldade para equilibrar as contas e controlar os gastos, por exemplo, esse recurso pode agravar o problema.

Assim, o equilíbrio é crucial ao usar essa ferramenta. Ela não pode ser um recurso que prejudique a saúde financeira e consuma toda a sua renda. Imagine não conseguir organizar o seu orçamento porque não houve controle adequado dos gastos no cartão!

As principais armadilhas do cartão de crédito e como evitá-las

Todo o cuidado é pouco para evitar as armadilhas do cartão de crédito. O conforto, a praticidade e as possibilidades que ele oferece podem ir por água abaixo se não houver cuidados básicos.

Quando você conhece esses fatores, tem mais chances de ter uma boa relação com o cartão de crédito. A seguir, confira as suas cinco principais armadilhas e saiba como evitar que elas prejudiquem suas finanças!

1. Excesso de parcelamento nas compras

A possibilidade de parcelar uma compra é de grande ajuda, mas também é uma das principais armadilhas do cartão de crédito. Por mais que essa opção seja interessante quando os valores são mais altos, há sempre o perigo de prolongar demais a dívida.

A tendência é que o parcelamento se torne um costume, o que pode fazer com que mais e mais compras sejam feitas dessa maneira. Nem sempre as pessoas têm a dimensão de que, quanto mais parcelas, maior é o comprometimento de renda, mesmo se os valores forem pequenos.

Para lidar de forma inteligente com isso, é importante entender que o parcelamento deve ser a última alternativa. Sempre é mais seguro comprar à vista, nem que para isso seja necessário juntar dinheiro pouco a pouco.

Deixe as compras parceladas apenas para situações emergenciais em que você não tem o dinheiro disponível. Assim, é possível lidar com esse recurso de forma segura.

2. Falta de planejamento e acompanhamento

O uso do cartão de crédito deve ser acompanhado, com todas as compras registradas em uma ferramenta de controle. Assim é possível acompanhar o quanto essas despesas já tomam do orçamento do próximo mês para não se perder.

Naturalmente, negligenciar esse cuidado pode resultar em alguns sustos. As pequenas compras ou aquelas feitas com muitas parcelas de valor baixo também são um problema. Acredite: essas são as despesas mais perigosas e geralmente as mais negligenciadas. A falta de preocupação com esse ponto pode custar caro.

Atualmente, há diversos recursos para controlar os gastos do cartão de forma prática. Muitos bancos já oferecem aplicativos para isso, fora as ferramentas de controle financeiro geral, com opções específicas para cartão de crédito. Entre as principais delas estão:

  • GuiaBolso;

  • You Need a Budget (YNAB);

  • Organizze;

  • Minhas Economias;

  • Grana.

3. Função rotativa do cartão de crédito

Essa é uma das maiores armadilhas do cartão de crédito. O rotativo funciona da seguinte forma: quando uma fatura vence, a pessoa pode optar por pagar o valor total ou parcial da fatura.

Se ela decide pagar apenas uma parte, já entra automaticamente nessa modalidade de crédito, que possui juros altíssimos. Assim,  a próxima fatura já virá com um valor bem maior do que viria se a anterior tivesse sido paga no valor total.

É assim, aliás, que a dívida do cartão de crédito pode se transformar em uma bola de neve. E ainda que haja a possibilidade de negociar a dívida depois, o ideal é se organizar para não ter de recorrer a essa alternativa.

Por mais que, em um primeiro momento, essa possibilidade pareça ser a salvação, ela tende a tornar o problema mais complexo no longo prazo, pois o valor da dívida vai crescendo todo mês. Como consequência, quem opta por ela tem grandes chances de ficar refém do cartão e demorar a quitar suas dívidas. Por isso, planeje-se para evitar essa armadilha!

4. Anuidade do cartão de crédito

O cartão de crédito não pode ser visto como um inimigo das suas contas, já que ele só ganha esse status se houver mal uso. Entretanto, ele também não é um favor que os bancos fazem. A anuidade do cartão de crédito funciona com um aluguel. Ela é o valor cobrado para que você possa usar o cartão.

A anuidade geralmente é cobrada em parcelas, que vêm automaticamente na fatura. Alguns valores são realmente altos, mas outros são vantajosos dependendo dos benefícios que você utiliza.

Independente de quanto ela custar, é fundamental ficar atento, pois o custo pode ser alto demais. Assim, negociar é sempre uma alternativa! Entre em contato com o banco e discuta a possibilidade de ter um cartão sem anuidade ou com valores mais adequados, que não prejudiquem seu orçamento. Se não houver opção, cabe a você buscar opções de cartão de crédito sem anuidade ou mesmo refletir se é interessante manter o cartão.

5. Negligenciar descontos e vantagens

Muita gente não presta atenção às vantagens que o cartão de crédito oferece. Os programas de descontos e fidelidade permitem acumular pontos que podem ser trocados por produtos, serviços e milhas aéreas (que podem ser convertidas em passagens), por exemplo.

Tudo o que é gasto no cartão pode ser convertido em algum benefício, dependendo do programa de fidelidade. Por isso, procure saber todas as vantagens que o seu cartão de crédito oferece. Assim,  você pode aproveitar melhor seus direitos e não se limitar apenas a pagar as faturas.

As armadilhas do cartão de crédito estão por toda a parte, mas com essas dicas você já conseguirá identificá-las e lidar melhor com seus gastos. Com disciplina e controle, esse recurso pode ser muito útil!

Saber usar o cartão de crédito faz parte de um bom relacionamento com o dinheiro. Entenda como o planejamento financeiro é importante para a sua vida!

Luciano

Malena Oliveira é jornalista especializada em Finanças Pessoais e redatora na Magnetis.

5 armadilhas do cartão de crédito. Saiba como se prevenir
Avaliar o post