Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Você pode investir de um jeito melhor, e nós podemos provar.

Baixe o app!

Asset allocation: o que é e como funciona o método de alocação de ativos?

Você sabia que analisar os investimentos individualmente pode não ser suficiente para compor uma carteira sólida? Nesse sentido, vale a pena pensar na relação entre cada ativo que compõe o portfólio e na combinação mais adequada às metas que você deseja alcançar. Assim, é interessante recorrer ao asset allocation.

Essa é uma estratégia que prevê a distribuição dos seus recursos entre diferentes tipos de ativos e classes, de modo estratégico. Ao conhecer os benefícios que essa alternativa pode oferecer, há como avaliar se ela faz sentido para o seu caso.

Quer entender melhor essa abordagem? Então continue a leitura para descobrir o que é o asset allocation e entenda como o método é aplicado!

O que é e como funciona o asset allocation?

A alocação de recursos ou asset allocation é um método de alocação de investimentos que serve para definir como o dinheiro deve ser distribuído em um portfólio diversificado. Para tanto, o funcionamento dessa abordagem envolve o chamado asset mix.

Essa é uma composição formada por investimentos que atendam às características individuais. Além de cada investidor ter um mix específico para as suas necessidades, o peso dado a cada investimento também é diferente.

Se você for um investidor moderado ou arrojado, por exemplo, significa que tem mais tolerância ao risco. Logo, os investimentos mais arriscados podem ter um peso maior na sua carteira. Já no caso de um investidor conservador, alternativas de maior risco podem fazer parte do portfólio, porém em um percentual muito menor.

Portanto, ainda que dois investidores escolham os mesmo investimentos para a compor seu portfólio tende a ser diferente devido aos pesos que serão dados a cada investimento.

Quais as vantagens do método de asset allocation?

Agora que você entende o funcionamento geral da alocação de recursos, vale a pena compreender quais podem ser as vantagens dessa abordagem. Assim, você tem a chance de definir se faz sentido adotar essa estratégia ao alocar seu dinheiro no mercado financeiro.

A seguir, descubra quais são os principais pontos positivos do método de asset allocation!

Orientação à tomada de decisão

Ao consolidar essa estratégia, se torna possível tomar decisões com mais facilidade. Isso acontece porque você entende, por exemplo, que a ideia não é investir todo o dinheiro em uma classe ou mesmo em um só investimento.

Ciente da necessidade de equilibrar o seu dinheiro entre as alternativas do asset mix, fica mais fácil fazer escolhas mais conscientes de investimento para compor o portfólio. Em especial, essa é uma forma de ter um direcionamento mais claro sobre como se posicionar no mercado financeiro.

Equilíbrio entre risco e retorno

Outra vantagem do asset allocation envolve a relação entre risco e retorno. Ela dispõe que assumir riscos maiores deve gerar um potencial de ganhos maiores e vice-versa. Ciente disso, é possível ponderar ambos os fatores para compor o seu asset mix.

Assim, há como ter uma carteira que apresenta um potencial maior de retorno, mas que não assume riscos tão elevados. Desse modo, você consegue criar um conjunto de investimentos que seja capaz de otimizar a relação entre esses dois fatores.

Atendimento a necessidades específicas

Como o asset mix não é uma fórmula única, ele atende investidores com diferentes necessidades e expectativas. Portanto, usar essa estratégia pode ajudá-lo a atingir seus interesses de rentabilidade, segurança e liquidez.

Além disso, caso você tenha novos objetivos ou passe a apresentar uma tolerância diferente ao risco, é possível adaptar o seu portfólio. Assim, você tem mais chances de alcançar seus objetivos financeiros com eficiência.

Diversificação de portfólio

Como a estratégia de asset allocation prevê a escolha de diferentes tipos de investimentos, ela ajuda a compor uma carteira diversificada. Afinal, você pode evitar que o seu portfólio dependa apenas de algumas condições de mercado para obter resultados.

Por meio da diversificação, é possível mitigar os riscos e aumentar o potencial de ganhos. Ainda que você tenha mais tolerância ao risco, diversificar (inclusive em opções seguras) é um aspecto importante para proteger e otimizar o seu patrimônio. 

Redução dos efeitos dos vieses cognitivos

Os vieses cognitivos são estudados pelas finanças comportamentais e envolvem atalhos mentais na sua tomada de decisão — inclusive ao investir. Eles servem para tentar simplificar o processo de escolha, mas podem trazer problemas ao levar a conclusões irracionais.

Então, por influência desses vieses, você pode tomar decisões inadequadas ou precipitadas em relação à sua carteira. Existem diversos vieses que influenciam sua relação com o mercado de investimentos. Um deles é o efeito manada, por exemplo.

Ele ocorre quando as pessoas tomam decisões influenciadas por um grupo, mesmo sem motivos racionais que embasem as escolhas. É o que acontece quando há uma queda generalizada na bolsa de valores e os investidores vendem suas ações por medo de sofrerem mais perdas.

Com o asset allocation, você evitará armadilhas — como investir demais em uma classe ou encerrar posições antecipadamente. Isso porque adotar a estratégia como a sua base permite manter a disciplina e evitar os efeitos de variados vieses, já que o foco estará no racional.

Como implementar o asset allocation?

Para aproveitar as vantagens que o asset allocation oferece é essencial entender como deve ocorrer sua implementação. O primeiro passo envolve o teste de suitability ou avaliação de perfil de investidor (API). Por meio dele, você descobre qual é o seu perfil de risco.

Além disso, é necessário conhecer os seus objetivos financeiros e os prazos correspondentes. Afinal, se você quiser investir para o longo prazo, por exemplo, seu asset mix será diferente de quem tem metas voltadas apenas ao curto prazo.

Em seguida, é preciso escolher os ativos que integrarão o seu mix — e definir o peso que será dado a cada um deles. O esperado é que, ao final, o risco geral da sua carteira seja igual ou menor que a sua tolerância às perdas.

Na tomada de decisão, é possível definir pesos fixos para os ativos, veículos financeiros e aplicações por todo o horizonte de investimento. Se preferir, você também pode fazer mudanças periódicas, a partir do rebalanceamento da carteira.

Ao longo do processo, contar com suporte profissional pode ser interessante. Assim, você terá ajuda qualificada para tomar as decisões mais adequadas para a sua carteira.

Ao escolher a Magnetis, você terá auxílio do nosso time que está preparado para te atender de forma ampla e personalizada. Assim, ficará mais simples saber como adotar essa estratégia e qual é a carteira ideal para o seu momento.

Agora você sabe o que é o asset allocation e como a estratégia funciona. Para colocá-la em prática, é essencial avaliar suas características e, a partir disso, compor um asset mix que seja condizente e alinhado com suas necessidades!

Quer ter delegar essa tarefa para profissionais e montar seu portfólio de maneira otimizada? Fale conosco da Magnetis e veja como podemos ajudar!

Andressa Siqueira, CFP®
Andressa Siqueira, CFP®

Formada em Economia pela PUC-SP, é especialista em investimentos na Magnetis desde 2019. Possui as certificações CEA pela ANBIMA e de planejadora financeira CFP®, trabalha no mercado financeiro há mais de 8 anos.

leia mais desse autor