Banco de investimento: saiba o que é e como ele funciona

por Malena Oliveira | 18/11/2019

Banco de investimento
consultoria de investimento

O mercado financeiro engloba diversos tipos de instituições, como bancos comuns, corretoras, fintechs e bancos de investimento. Apesar de estarem se tornando cada vez mais conhecidas por quem investe, tantas opções causam dúvidas. Afinal, é possível aplicar dinheiro em todas elas? Qual é a melhor alternativa?

Uma opção que costuma provocar confusão é o banco de investimento. Quem realiza investimentos pode não entender quais são de fato as diferenças entre a operação desse tipo de banco e a dos bancos comuns.

No Brasil os bancos de investimento foram regulamentados na década de 60, como parte de uma reforma ampla do sistema financeiro.

Eles foram criados na crise de 1929, nos Estados Unidos. Em plena depressão econômica, o movimento teve como objetivo separar bancos comerciais e de investimento. Foi a forma encontrada para proteger a conta de correntistas diante de ameaças que rondavam o sistema financeiro.

No post abaixo, vamos explicar o que são e como funcionam os bancos de investimentos.

O que é um banco de investimento?

O banco de investimento é uma instituição financeira privada regulada pelo Banco Central, assim como bancos comuns, chamados de bancos comerciais.

Um banco de investimento deve ser constituído como sociedade anônima (por ações) e adotar em seu nome a denominação.

Seu principal objetivo é fomentar investimentos, financiando as necessidades de longo prazo das empresas, inclusive prestando assessoria àquelas que têm capital aberto.

Sua atuação tem alguns limites quando se trata de investir em empresas estatais. Além disso, um banco de investimento só pode aplicar dinheiro no setor imobiliário por meio dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs).

Como funciona um banco de investimento?

Os bancos de investimento captam recursos por meio de depósitos a prazo (CDBs e RDBs), repasses de recursos internos e externos e venda de títulos e cotas de fundos de investimento.

Esse tipo de instituição financeira ajuda uma empresa a emitir uma debênture ou a abrir o capital na bolsa, por exemplo. Também pode orientar um processo de fusão ou aquisição.

Uma das formas de o banco obter recursos a tomadores de empréstimos é junto ao público, que aplica dinheiro em títulos e ações. Portanto, um banco de investimento costuma oferecer aplicações próprias, para captação de recursos e de clientes em sua plataforma.

Quais são os serviços oferecidos por bancos de investimento?

As operações realizadas por um banco de investimento são variadas.

Esse tipo de banco costuma realizar financiamento de capital de giro ou fixo, aquisição ou subscrição de ações e outros títulos de valores mobiliários para revenda ou investimento no mercado de capitais, depósitos interfinanceiros e repasses de empréstimos externos.

Conheça abaixo um pouco mais sobre as principais funções de um banco de investimento.

Operações com participação societária

A instituição financeira tem expertise em assessorar mudanças na estrutura societária de empresas, que podem ter caráter temporário.

consultoria de investimento

Estão englobadas no serviço operações de fusões, aquisições, reestruturações e transformações de estrutura societária, como abertura de capital.

Assessoria financeira

Como um gestor de recursos especializado, o banco de investimento auxilia tanto na aplicação quanto na retirada de capital de uma empresa. Esse serviço costuma ser oferecido a empresas com grande movimentação financeira.

Emissão de títulos

Um banco de investimento pode emitir títulos como CDBs e RDBs como forma de levantar recursos próprios.

Financiamentos

A instituição financeira pode realizar empréstimos a clientes por meio de títulos de depósito bancário. Seu principal objetivo é financiar o capital de giro (médio prazo) e fixo (longo prazo) de empresas. Eles podem ser ofertas públicas, ou ser captados com recursos próprios.

Emissão de debêntures

Um banco de investimento também pode dar suporte a clientes que queiram emitir uma debênture no mercado.

Qual é a diferença entre um banco de investimento e um banco comum?

A principal diferença é que o foco de sua estratégia é o universo dos investimentos. Os bancos comerciais ou múltiplos (que atuam como banco de investimento e também como banco comercial) costumam ter uma atuação mais diversificada.

Diferentemente dos bancos comerciais, essas instituições financeiras não podem captar recursos com depósitos em contas-correntes e poupança. Portanto, não oferecem esses serviços.

Além disso, enquanto os bancos comerciais podem ser instituições públicas ou privadas, bancos de investimento podem ser somente instituições privadas.

O foco de um banco comercial são empréstimos de curto e médio prazo. Já um banco de investimento deve oferecer financiamentos de médio e longo prazo.

Investir em bancos, corretoras ou fintechs?

Entre tantas instituições financeiras, como escolher em qual aplicar o dinheiro? A análise passa por tópicos como produtos de qualidade e diversificados, atendimento, segurança, custos e gestão qualificada.

Bancos comuns têm produtos próprios, a exemplo de títulos e fundos. Por conta da comodidade de o cliente poder ter uma conta-corrente, poupança e empréstimos em um só lugar, podem cobrar taxas mais altas quando o assunto é investimento.

Bancos de investimentos, por outro lado, costumam ter produtos mais competitivos. Mas, assim como os bancos comerciais, cobram taxas de administração e de performance em fundos de investimento, por exemplo.

corretoras podem pertencer a bancos comuns ou de investimentos e também podem ser independentes. Em geral, corretoras de valores independentes oferecem maior diversidade de produtos, principalmente quando têm plataformas digitais abertas a produtos de terceiros. Costumam cobrar taxas de corretagem dependendo do tipo de aplicação.

As fintechs são empresas inovadoras que vêm quebrando paradigmas do mercado financeiro. É onde se encaixa o serviço da Magnetis, no qual um robô de investimentos e especialistas qualificados montam uma carteira personalizada para seus clientes. O processo é automatizado e dinâmico.

Investir no banco onde já se tem conta-corrente pode ser mais cômodo e livre de taxas de transferências do dinheiro do banco para outra corretora. Contudo, o banco pode oferecer produtos caros e opções insuficientes para você montar uma carteira de investimentos.

Agora que você sabe como funciona um banco de investimento e onde vale a pena investir, busque ajuda especializada para dar o primeiro passo e comece a aplicar. Baixe gratuitamente o nosso Guia sobre consultoria de investimentos!

Banco de investimento: saiba o que é e como ele funciona
5 (100%) 1 vote[s]