Qual é a diferença entre as Carteiras Magnetis? Confira aqui

por Daniel Jannuzzi

Uma das principais dúvidas das pessoas que entram em contato com a Magnetis é sobre as diferenças entre cada uma das nossas cinco carteiras de investimento.

Basicamente, elas atendem cinco perfis de investidor, do mais conservador até o mais arrojado. O que muda entre uma Carteira Magnetis e outra são os percentuais de cada tipo de investimento que compõem esses portfólios.

Neste post, eu vou esclarecer todos os detalhes sobre cada uma das nossas carteiras e mostrar como elas são construídas.

Vou falar também sobre qual Carteira Magnetis é a mais indicada para cada perfil de investidor. Mas antes, vamos fazer uma rápida revisão desse conceito.

Qual é o seu perfil de investidor?

Como você se sente confortável aplicando o seu dinheiro? Prefere deixar em uma aplicação que rende pouco, mas rende sempre? Ou você até toparia arriscar um pouco mais, sabendo também que poderia ter ganhos maiores?

Essas questões se referem ao seu perfil de investidor, ou seja, à maneira como você encara os riscos e as possibilidades de retorno que um investimento oferece.

Existem basicamente três perfis de investidor. São eles:

  • Conservador: prefere aplicações financeiras mais seguras, ainda que sua rentabilidade no longo prazo seja um pouco menor;
  • Moderado: busca o equilíbrio entre boa rentabilidade e segurança em seus investimentos. Tolera um pouco mais a oscilação do mercado, mas não se expõe a riscos altos;
  • Arrojado: quer a melhor rentabilidade possível, ainda que isso signifique correr mais riscos de ter perdas. Tolera fortes oscilações no mercado e sempre busca oportunidades de elevar suas chances de retornos maiores.

Seja qual for o seu perfil de investidor, o mais importante é que você o respeite na hora de tomar uma decisão de investimento.

Para isso, defina seus objetivos financeiros com clareza e tenha em mente o prazo em que você deseja realizá-los.

Depois, trace um plano de investimentos e mantenha a disciplina para conquistar o que você quer, seja a viagem dos sonhos, um intercâmbio, a faculdade dos seus filhos ou uma aposentadoria confortável.

Dependendo dos seus objetivos, é natural que você aceite riscos diferentes.

Se você estiver planejando a sua aposentadoria para daqui a dois anos ou quiser dar uma entrada em um apartamento, por exemplo, vai preferir aplicações mais seguras.

Outra pessoa que tenha os mesmos objetivos, mas para realizar em 10 anos, vai aceitar arriscar um pouco mais para obter um retorno maior no futuro.

Mas é claro que planejar-se dessa forma não é obrigatório. Seus investimentos, suas regras!

Faça uma reserva de emergência

Antes de investir, não se esqueça de fazer a sua reserva de emergência, uma aplicação que você possa resgatar facilmente em caso de algum imprevisto.

Nesse caso, as aplicações mais conservadoras são recomendadas. Mas, de novo, você pode escolher o que achar mais adequado.

Os principais exemplos de investimentos que atendem esse objetivo são o Tesouro Selic, títulos de renda fixa com liquidez diária e fundos de renda fixa que acompanham a taxa de juros (fundos DI).

Dessa forma, você fica mais tranquilo ao aplicar seu dinheiro e aumenta suas chances de retornos melhores no futuro.

Qual é a composição das Carteiras Magnetis?

Quando um investidor entra em contato com a Magnetis, o primeiro ponto que nós - o time de consultores - buscamos entender é como ele pode alcançar suas metas financeiras com as aplicações apropriadas.

Para isso, fazemos uma análise global de seu perfil e objetivos a partir de um plano de investimentos. Esse plano pode ser preenchido gratuitamente por qualquer pessoa no site da Magnetis.

A partir daí, recomendamos uma das seguintes carteiras:

Carteira Magnetis 1: Super Conservadora

Essa carteira - que nós também chamamos de super conservadora ou conservadora com liquidez - é ideal para quem deseja o máximo de segurança em seus investimentos.

Ela também é recomendada para quem prefere ter liquidez, mesmo que não precise resgatar seu dinheiro no curto prazo.

A Carteira Magnetis 1 é composta por aplicações em renda fixa, em uma combinação equilibrada entre fundo DI (um investimento com liquidez diária) e títulos com prazo de vencimento um pouco mais longo.

Carteira Magnetis 1

No momento de sua aplicação inicial, o investidor informa qual é o seu horizonte de investimentos. A partir daí, nossa carteira recomendada é montada pelo nosso robô de acordo com esse prazo.

Nossa recomendação é que o investidor mantenha o seu dinheiro aplicado por pelo menos dois anos para ser enquadrado na alíquota mínima de Imposto de Renda (IR): 15% sobre o lucro.

No entanto, é possível ajustar esse prazo para um período de 12 meses. Porém, a alíquota de IR é um pouco maior: 17,5% sobre os rendimentos.

Carteira Magnetis 2: Conservadora com Diversificação

Essa carteira também é conservadora, mas possui mais ativos diversificados. Por isso, chamamos esse portfólio de carteira conservadora com diversificação.

Ela possui uma parcela menor de fundo DI e maior de títulos de renda fixa com prazo de vencimento mais longo.

Carteira 2 Magnetis

Além disso, a partir de um investimento de R$ 30 mil, o cliente Magnetis tem 10% de sua carteira alocada em um fundo multimercado cuja estratégia envolve aplicações em renda variável.

Um dos principais benefícios dessa estratégia é permitir maior diversificação sem deixar de lado a segurança da renda fixa.

Isso diminui o risco de oscilações mais fortes por conta de alguma mudança no cenário econômico brasileiro, o que é especialmente importante em anos de grandes mudanças na política, como eleições, por exemplo.

Além disso, também permite que o investidor aplique uma pequena parte de sua carteira em renda variável, o que é ideal para quem busca participar dos períodos de alta no mercado de ações sem arriscar muito.

Carteira Magnetis 3

A partir daqui, a nossa recomendação é voltada para o investidor moderado. Além da parcela maior de renda fixa com prazo de vencimento mais longo, quem aplica também tem acesso à renda variável por meio do investimento em ETFs.

A Carteira Magnetis 3 é ideal para quem quer começar a investir renda variável, mas não quer deixar totalmente a segurança da renda fixa.

Também há uma parcela de fundos multimercado em carteiras a partir de R$ 30 mil.

Carteira 3 Magnetis

Carteira Magnetis 4

Essa carteira é recomendada para quem tolera melhor o sobe e desce do mercado. Dessa forma, a parcela de ETFs e fundos multimercado é um pouco maior.

O investidor pode ou não ter experiência nesse mercado, mas precisa compreender que os ativos podem oscilar mais. Assim, o ideal é fazer um investimento com horizonte no longo prazo, de forma a aproveitar melhor a rentabilidade que esses ativos podem proporcionar.

Carteira 4 Magnetis

Carteira Magnetis 5

Neste portfólio, a proporção de ativos mais arriscados aumenta. Assim, ela é recomendada para investidores que toleram melhor oscilações mais intensas no mercado.

Carteira 5 Magnetis

Note que todas as carteiras Magnetis possuem alguma parcela de renda fixa em sua composição.

Isso dá mais segurança para o investidor, que não arrisca todo o seu patrimônio e ainda conta com a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) nesse tipo de aplicação.

Como a Magnetis faz o rebalanceamento de suas Carteiras

A Magnetis é uma fintech pioneira no Brasil, pois trouxe o robô advisor para o nosso mercado.

Esse é um modelo de consultoria baseado na recomendação de investimentos por meio de algoritmos, tal como os modelos da Betterment e da Wealthfront nos Estados Unidos.

Nossas carteiras são construídas com base no perfil do investidor e em seus objetivos, um modelo transparente e sem conflito de interesses.

Assim, tanto no momento de fazer a alocação inicial dos ativos de sua Carteira Magnetis quanto no momento de fazer um rebalanceamento, nosso algoritmos vão considerar o melhor investimento para o seu perfil.

Existem duas formas de fazer o rebalanceamento das Carteiras Magnetis:

  • Rebalanceamento ativo: é feito quando o gestor de uma carteira vende seus investimentos para comprar outros. Essa decisão pode ser tomada para reduzir perdas ou aproveitar oportunidades de ganhos maiores;
  • Rebalanceamento passivo: é feito quando o investidor aplica mais dinheiro em sua carteira. Assim, um portfólio que já é diversificado ganha ainda mais corpo por meio de investimentos adicionais, sem que sua composição original seja alterada.

Aqui na Magnetis, estimulamos o rebalanceamento por meio das aplicações adicionais, que podem ser feitas a partir de R$ 100.

Elas não são obrigatórias e nem precisam ser regulares, mas são altamente recomendadas pois permitem que a sua Carteira Magnetis permaneça atualizada.

Dessa forma, seus investimentos estarão sempre em dia com seu perfil de risco e não será necessário resgatar alguma aplicação (e pagar IR) para ajustar seu portfólio.

Resumindo: o rebalanceamento ativo da sua Carteira Magnetis só vai ocorrer quando os ganhos desse processo compensarem os custos da transação, como IR e taxas, por exemplo.

Nossos algoritmos buscam sempre a melhor rentabilidade, com o menor risco e o menor custo para o investidor. E um rebalanceamento ativo sempre implicará no pagamento de impostos e taxas, o que pode afetar a rentabilidade de um investimento.

Como mudar o perfil de risco da sua Carteira Magnetis

Historicamente, a Carteira Magnetis 5 tem tido a maior rentabilidade entre os nossos portfólios recomendados.

Todo trimestre, quando divulgamos esses números, é comum ver pessoas entrando em contato conosco para mudar seus perfis de risco ou mesmo querendo começar a investir com a Magnetis já a partir da Carteira 5.

Apesar disso ser possível, não é o que nós recomendamos à primeira vista.

Uma coisa que eu gosto de dizer é: a mudança de perfil de risco não está disponível para quem acorda arrojado e vai dormir conservador, porque esse comportamento pode afetar o patrimônio de uma pessoa.

Assim, antes de fazer a mudança, procure conversar com um de nossos consultores para entender se ela realmente faz sentido para seu plano de investimentos.

A Magnetis é a inteligência por trás dos seus investimentos. Isso inclui não deixar que você se empolgue com números que façam você investir fora do seu perfil. Mas a palavra final é sempre sua.

É fácil investir em ativos mais arriscados quando o mercado vai bem. Porém, quando chegam os tempos difíceis, o investidor pode perder dinheiro vendendo seus ativos a um preço menor que o de compra ou tendo custos desnecessários com taxas.

Lembre-se: fazer aplicações financeiras que não estão de acordo com seu perfil aumenta o risco de perdas financeiras.

Assim, para ter conforto e segurança em seus investimentos, é fundamental saber quem é você no mundo dos investimentos e qual é o seu propósito.

E você já deve ter percebido que, seja qual for o seu objetivo, existe uma Carteira Magnetis perfeita para você.

Que tal, então, fazer um plano de investimentos gratuito para definir seus horizontes? Entre em contato com nosso time de consultores em caso de alguma dúvida ou compartilhe a sua experiência aqui nos comentários.

Daniel Jannuzzi é economista e consultor de investimentos da Magnetis

Daniel Jannuzzi é economista e consultor de investimentos da Magnetis.

Qual é a diferença entre as Carteiras Magnetis? Confira aqui
5 (100%) 3 votes