CDB e LC: Qual é o investimento ideal pra mim?

por Mariana Congo

Neste post você vai ler:

  • Semelhanças entre CBD e LC
  • Onde comprar?
  • Características, vantagens e riscos
  • Quadro comparativo entre CDB e LC

CDB e LC são duas opções de aplicação de renda fixa seguras e rentáveis para qualquer perfil de investidor ter em seu portfólio de investimentos, seja conservador, moderado ou arrojado. Mas, se você tem alguma dúvida sobre a diferença entre esses dois investimentos, talvez seja interessante saber exatamente o que é CDB e o que é LC.

Mas, afinal, como funcionam ambos? Preparamos um guia para você não se confundir mais em meio a tantas siglas na sua carteira de investimentos que irá estabelecer um quadro comparativo entre ambos, como forma de ajudá-lo a identificar qual deles será o investimento perfeito para você. Confira:

Mas, afinal, como funcionam ambos? Preparamos um guia para você não se confundir mais em meio a tantas siglas na sua carteira de investimentos.

CDB e LC: semelhanças entre os títulos

Antes de um quadro comparativo entre CDB e LC, vamos nos concentrar nas semelhanças deles - quando se fala em renda fixa, CDB e LC estão sempre na lista dos mais lucrativos, já que permitem que o investidor saiba praticamente qual será o rendimento de sua aplicação.

Além disso, títulos de CDB (Certificado de Depósito Bancário) e LC (Letras de Câmbio) são considerados de baixo risco e são emitidos para que os bancos, no caso dos CDBS e financeiras no caso das LCs arrecadem dinheiro para financiar suas atividades de crédito.

CDB e LC são investimentos muito semelhantes. Na prática, a única diferença significativa é do ponto de vista de emissão do título. Enquanto os CDBs são emitidos por bancos (sejam de grande, médio ou pequeno porte), os títulos de LC são emitidos por financeiras (conhecidas tecnicamente como sociedades de crédito, financiamento e investimento), como por exemplo, a Crefisa.

Da perspectiva do investidor não há mudanças significativas, as regras dos investimentos são praticamente as mesmas, do mesmo modo que a aplicação em CDB pode ser realizada direto em um banco ou intermediada por uma corretora, o investimento em LC pode ser mediado ou feito diretamente em uma financeira.

CDB e LC: como os investimentos funcionam

CDBs são emitidos pelos bancos. Ao aplicar em um CDB, o investidor está emprestando dinheiro ao banco por um prazo específico. Mas que vantagem você leva? Quando o título atingir o vencimento, você receberá a quantia investida acrescida de uma taxa de juros. É a mesma lógica de emprestar dinheiro ao governo aplicando em títulos públicos no Tesouro Direto (leia mais sobre o assunto neste post).

Onde comprar Certificado de Depósito Bancário

É possível encontrar CDB nos grandes bancos, mas também em instituições financeiras de pequeno e médio porte. Nesse caso, o CDB pode ser comprado diretamente pelo banco ou por meio de corretoras e distribuidoras, que oferecem CDB de diversas instituições em suas prateleiras. Em geral, quando menor o banco, maior a taxa paga pelo CDB, pois há um prêmio pelo risco de se negociar com uma instituição menor.

Tipo de rentabilidade de CDB

O retorno do CDB pode ser prefixado ou pós-fixado. Veja diferenças:

CDB prefixado: nele, o investidor conhece a rentabilidade no momento da aplicação. Ou seja, é possível saber quanto seu dinheiro vai render até o vencimento do título. Por exemplo, 12% ao ano.

CDB pós-fixado: a remuneração é conhecida ao final do prazo de vencimento do papel. Nesse caso, o rendimento segue a variação de um indexador, sendo o CDI o mais comum. Por exemplo, 110% do CDI. Também é possível encontrar papéis que pagam uma taxa acrescida da variação do IPCA, índice oficial que mede a inflação.​

Prazo de investimento do CDB

O investidor encontra no mercado CDB com prazo mais curto, de 1 a 3 anos, assim como papéis com vencimentos mais longos, de cinco anos, por exemplo. Apesar de, em geral, o investidor poder resgatar o dinheiro aplicado no CDB quando quiser, em algumas emissões o banco pode determinar que a liquidez será só no vencimento. Fique atento!

Onde comprar Letra de Câmbio

Como explicamos anteriormente, a Letra de Câmbio segue a mesma lógica do CDB. Ou seja, o investidor empresta uma quantia à financeira que, em contrapartida, vai garantir o montante aplicado mais uma taxa de juros ao final de um período.

Assim como o CDB, o investidor pode comprar LC diretamente nas instituições emissoras (nesse caso, as financeiras) ou em plataforma de corretoras e distribuidoras de valores, que oferecem o produto de diferentes instituições.

Menos populares do que os bancos, as financeiras são instituições privadas que ofertam crédito para financiar a aquisição de bens, serviços e até capital de giro para empresas. Alguns exemplos de financeiras que emitem títulos de Letras de Crédito:

  • Caruana

  • Dacasa Financeira

  • AVISTA S/A

  • Estrela Mineira CFI S/A

  • Lecca

  • OMNI S/A CFI

  • Santana S.A. - CFI

Tipo de rentabilidade da LC

É possível encontrar LC prefixada ou pós-fixada, embora seja mais comum a rentabilidade ser pós-fixada, atrelada a um percentual de um indexador, como o CDI. A remuneração, portanto, é conhecida ao final do prazo de vencimento.

Prazo de investimento da LC

No mercado, o vencimento da Letra de Câmbio não costuma ultrapassar três anos. Em geral, não há como resgatar o dinheiro antes do prazo e, quando existe essa opção, o rendimento acaba sendo menor.

Comparação CDB x LC. Um quadro resumo​

CaracterísticaCDBLC
VantagensRisco baixo e cobertura do FGC / Alguns CDBs oferecem liquidez diária / Não há cobrança de taxa de administração para fazer o investimento.Risco baixo e cobertura do FGC / Não há cobrança de taxa de administração / Boa parte das LCs tem rendimento acima de 100% do CDI.
RiscosO principal risco é de crédito, ou seja, o banco quebrar e por isso não ter a capacidade de honrar com seus compromissos. Por isso a segurança do FGC é importante.O risco é o mesmo do CDB: a financeira ir à falência e não conseguir cumprir com suas obrigações. O FGC garante o investidor nestes casos.
GarantiaO investidor tem a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) de até 250 mil reais por CPF e por emissor.Ao aplicar em LC, o investidor também tem a proteção do FGC nos mesmos moldes de um CDB.
LiquidezÉ possível encontrar CDB com liquidez diária, boa opção para quem precisar sacar os recursos antes do prazo de vencimento.O mais comum é LC sem liquidez, ou seja, você receberá seu dinheiro de volta só no vencimento. Nas LCs com resgate antecipado, geralmente há carência (por exemplo, 30 dias).
Investimento mínimoO investimento mínimo costuma ser baixo, principalmente em bancos de pequeno e médio porte ou em corretoras que distribuem CDB de instituições menores.Não há um valor mínimo para investir em LC. O ideal é fazer uma pesquisa diretamente nas financeiras ou em corretoras que oferecem o produto.
TributaçãoA cobrança de Imposto de Renda segue a tabela regressiva. Nela, as alíquotas vão de 22,5% (aplicações com prazo de até 180 dias) a 15% (investimentos com prazo acima de 720 dias). Há também incidência de IOF para resgates feitos antes de 30 dias.O Imposto de Renda também incide conforme a tabela regressiva, atingindo o mínimo de 15% após 720 dias de aplicação. Já o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é cobrado se houver resgate dos recursos aplicados antes de 30 dias.

CDB ou LC. É para mim?

Tanto CDB quanto LC são indicados para objetivos de investimento de curto ou médio prazos. Um CDB de liquidez diária, por exemplo, pode ser usado para engordar a sua reserva de emergência. Já as LCs, em geral, só podem ser resgatadas no vencimento.

No caso de papéis pós-fixados, a rentabilidade é atrelada ao CDI (Certificado de Depósito Interfinanceiro) – taxa pela qual os bancos fazem empréstimos entre si. Como o CDI segue a variação da taxa básica de juros, a Selic, os títulos servem como proteção do patrimônio ao longo daquele prazo de vencimento, garantindo rentabilidade com baixo risco e num período curto de tempo.

​Gostou tanto de CDB e de LC e está em dúvida sobre em qual deles investir? Saiba que a Magnetis, como um gestora de investimentos, é capaz de recomendar as melhores opções de investimentos para você, levando em consideração seu perfil de investidor e também as melhores opções de títulos ofertadas pelas diversificadas instituições financeiras.

Como a Magnetis usa CDB e LC nas carteiras

Aqui na Magnetis nosso algoritmo recomenda em todas as carteiras dos clientes uma fatia de renda fixa como uma estratégia para equilibrar a cesta de investimentos. O CDB e a LC entram como opções para proteger o patrimônio e, ao mesmo tempo, diversificar suas aplicações entre renda fixa e renda variável.

A partir dos algoritmos, a Magnetis consegue avaliar seu perfil de investidor e compor uma cesta com os melhores produtos, incluindo CDBs e LCs de instituições sólidas e com retorno acima da média de mercado.

E aí, já montou seu plano de investimentos? Faça uma simulação grátis. É rapidinho.

Luciano

Mariana Congo é Content Manager da Magnetis e jornalista especializada em finanças pessoais.