Como economizar dinheiro em casa: saiba 7 hábitos e comece já!

por Malena Oliveira

Como economizar dinheiro em casa? Essa é uma pergunta que muitos se fazem todos os dias. Na verdade, trata-se de um dos maiores desafios das famílias — algo que causa até mesmo estresse e desentendimentos em razão da dificuldade de poupar.

Por isso, quando se fala em reduzir os gastos, todo esforço é válido. A boa notícia é que é possível gastar menos ao fazer pequenas mudanças e adotar novos hábitos. Com isso, é possível juntar dinheiro e realizar objetivos desde a viagem de férias até a compra da casa própria.

Já que o segredo para economizar dinheiro em casa está na adoção de atitudes inteligentes, que tal estudar as melhores possibilidades? Conheça a seguir sete hábitos para poupar em casa.

Como economizar dinheiro em casa

1. Guarde dinheiro no início do mês

Muitos esperam o fim do mês chegar para verificar se sobrou algum dinheiro para poupar. Outros, um pouco mais organizados, estipulam uma meta mensal de economia — porém, também aguardam o fim do mês para separar o valor para aplicar na poupança ou em outros investimentos.

Por outro lado, quem leva seus investimentos a sério normalmente cultiva o hábito de guardar dinheiro já no início do mês. Assim, em vez de investir apenas o que sobra, poupa-se antes mesmo de pagar as contas. Que tal adotar essa regra? É possível começar com um valor baixo, como 5% ou 10% dos rendimentos, e aumentar à medida que você organiza as contas da família.

2. Registre todas as despesas

Essa dica é tão importante que sempre merece ser repetida! Registrar todas as despesas é um dos hábitos mais importantes que uma família pode ter. Para isso, pode-se usar, por exemplo, uma planilha simples de Excel. Se preferir, existem outras opções, como aplicativos e ferramentas de controle financeiro.

Quando os gastos são anotados mês após mês, cria-se uma maior consciência sobre como o dinheiro é usado. Dessa maneira, fica mais fácil identificar padrões negativos e oportunidades de redução de custos.

3. Guarde todos os comprovantes do cartão

Mesmo com a intenção de registrar todos os gastos, diversas pessoas têm dificuldade de controlar as contas. Afinal, são tantos meios de pagamento hoje em dia que é fácil se perder. Por esse motivo, guardar todos os comprovantes do cartão é uma prática saudável a ser adotada.

Quando você faz isso, garante que vai saber a origem de cada uma de suas despesas. Para as compras em dinheiro vivo, vale guardar a nota fiscal também, pois isso facilita visualizar tudo o que você gastou no mês.

4. Fique atento a mudanças na rotina da casa

O dia a dia da família influencia diretamente as despesas. Entretanto, nem todo mundo se dá conta de que a rotina de cada integrante da casa pode mudar de tempos em tempos e, com isso, aumentar os gastos. Por isso, vale verificar mensalmente as contas, como luz, água, telefone e similares.

Se houver qualquer alteração brusca nos valores, isso pode indicar desperdício. A partir daí, uma atitude simples como uma conversa com todos pode fazer a família inteira economizar.

5. Converse sobre dinheiro em família

As finanças ainda são um tabu na sociedade. Porém, para desenvolver uma relação mais saudável com o dinheiro, é preciso conversar sobre ele. Felizmente, o melhor lugar para trazer conscientização sobre esse tema é a sua própria casa.

Para quem tem filhos, essa é uma oportunidade ainda mais importante. Afinal, ao levar educação financeira para as crianças e os jovens, isso os ajuda a ter um futuro mais próspero. E aqui vai uma dica: pode-se começar simplesmente pedindo que os filhos contribuam com a economia para que a família possa realizar uma determinada meta financeira.

6. Pague as contas assim que possível

Pagar as contas no dia do vencimento não é difícil: basta ter um pouco de organização. Quando se faz isso, cria-se disciplina financeira e ainda estimula-se a família a honrar os compromissos. Se possível, vale até antecipar a quitação de alguns boletos que eventualmente ofereçam vantagens (como descontos, por exemplo).

7. Não ignore os pequenos gastos

Não é necessário abrir mão de todo o conforto para economizar dinheiro em casa. No entanto, é bom ficar atento aos pequenos gastos que podem se acumular. Quer um exemplo? Há dias em que ninguém da família está com vontade de cozinhar e todos saem para comer fora.

Por mais que essas despesas sejam pequenas, quando somadas elas podem representar boa parte do orçamento do mês. Então, antes de gastar, reflita se realmente há necessidade — e, se decidir fazê-lo, lembre-se de respeitar as suas próprias metas.

Como fazer o dinheiro poupado render mais

Busque bons investimentos

Depois de aplicar esses hábitos para economizar dinheiro em casa, é hora de investir o capital poupado. Para isso, procure ler e estudar o básico sobre investimentos. Não é preciso se tornar um especialista no assunto, mas compreender as principais alternativas ajuda a escolher a melhor para você.

Separe um valor mensal para o lazer

Nem só de investimentos vive uma família. Depois de economizar nas contas do lar, um dos pontos mais importantes é separar um valor mensal para a diversão (jantares, passeios, viagens, presentes e outros). Isso evita que a economia se torne penosa e desgastante para os integrantes da família.

Estabeleça objetivos em conjunto

Conversar sobre dinheiro em família é fundamental. Depois de reduzir os gastos, todos podem entrar em acordo sobre os objetivos de curto e longo prazos a serem alcançados em conjunto. Assim, todos podem aproveitar juntos os benefícios de construir hábitos saudáveis e conscientes nas finanças!

Gostou das dicas sobre como economizar dinheiro em casa? Algumas mudanças de hábito simples podem trazer ótimos resultados financeiros, além de manter a família cada vez mais unida. E já que o tema são as finanças familiares, continue sua visita aqui no blog e leia mais sobre planejamento financeiro para educação dos filhos.

Luciano

Malena Oliveira é jornalista especializada em Finanças Pessoais e redatora na Magnetis.

Como economizar dinheiro em casa: saiba 7 hábitos e comece já!
5 (100%) 1 vote