X
Magnetis Week

a black friday da

Magnetis Logo
Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Como investir no Tesouro Direto?

Saber como investir no Tesouro Direto é um desejo de muitas pessoas que já descobriram que essa é uma excelente forma de obter rendimentos melhores do que a poupança. Além disso, para investidores mais experientes é também uma alternativa para diversificar a carteira e proteger seu capital. 

Nos últimos anos, os títulos públicos chamaram atenção dos brasileiros por conta da segurança e da rentabilidade, principalmente quando comparado à caderneta. Assim, muitas pessoas já dizem que o Tesouro Direto é a nova caderneta. 

Para ter uma ideia, em 2019, o número de investidores no Tesouro Nacional aumentou 52,76%, chegando à marca de 1.201.181 pessoas. No entanto, se você ainda não investe e deseja saber como investir no Tesouro Direto, nesse post você encontra o passo a passo para começar sua jornada. Confira: 

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional que possibilita a comercialização de títulos públicos. Na prática, é como um empréstimo que as pessoas fazem para o Governo Federal e com isso recebem os títulos de renda fixa. 

Assim, o governo utiliza esse dinheiro para pagamento de dívida pública, além de investimentos em desenvolvimento da infraestrutura do país. Em contrapartida, oferece uma rentabilidade considerada boa, se comparada aos outros títulos de renda fixa. 

O Programa do Tesouro Nacional foi lançado em 2002. Atualmente, a comercialização dos títulos acontece em parceria com a Bolsa de Valores do Brasil (B3) e de forma totalmente digital e online. 

Além de funcionar como forma de captar recursos para investimentos no presente, o Tesouro Direto também é uma prática para democratizar os investimentos, por isso, é possível investir a partir de R$ 35,00.

O Tesouro Direto é considerado por muitos um dos investimentos mais seguros do mercado. Como o Governo Federal é o emissor do título, o pagamento é assegurado, afinal, mesmo com todas dificuldades, há uma grande captação anual de recursos. 

Além disso, é preciso destacar que a parcela destinada ao pagamento de títulos do Tesouro Direto é pequena, quando comparada às outras contas do estado, por isso há sempre uma reserva para pagar o vencimento dos títulos.  

análise de investimentos

Como investir no Tesouro Direto?

Como falamos, esse investimento foi pensado para descomplicar o acesso das pessoas aos títulos públicos, assim, para investir no Tesouro Direto não é preciso ser um expert em mercado financeiro e nem ter conhecimento sobre sistemas complexos. 

Confira o passo a passo para saber como aplicar no Tesouro Direto:

Passo 1: Abra conta em uma instituição financeira 

Você vai precisar de uma instituição para ser a mediadora entre você e os títulos do Tesouro Nacional. Essa corretora será responsável por fazer o seu cadastro no Programa e permitir que você consiga escolher os títulos que mais são compatíveis com o seu planejamento e seus objetivos. 

Ao realizar esse cadastro, você receberá as informações de login. Apesar do cadastro ser realizado pela corretora, esses dados são enviados para você diretamente da B3, a Bolsa de Valores do Brasil. 

No mercado financeiro, quando falamos sobre Tesouro Direto,  as corretoras são conhecidas como os agentes de custódia. Isso quer dizer que elas guardam os investimentos para os investidores. Atualmente, boa parte das corretoras possuem taxa zero no Tesouro Direto

Passo 2: Encontre o título do Tesouro Direto ideal para você

Após receber essas informações, será possível entrar no site do Tesouro Nacional e conhecer as alternativas disponíveis para investir. 

No site, você encontra um simulador que determina o melhor título público de acordo com os seus objetivos, capital disponível, tempo de resgate e aportes mensais. Essa ferramenta é conhecida como calculadora do Tesouro Direto. 

Passo 3: Transfira seu dinheiro 

Depois de escolher o título público que mais combina com você, o próximo passo é o de fazer a transferência para sua conta da corretora. Atualmente, é possível realizar esse processo rapidamente, por meio do seu aplicativo de internet banking. 

Transferência em formato TED, geralmente, aparecem na conta em questão de minutos. Dessa forma, você já terá dinheiro para adquirir o título do Tesouro Direto.

Quais são os tipos de títulos do Tesouro disponíveis?

Tesouro Direto Prefixado

É o título que você investe sabendo exatamente qual será o rendimento no momento do resgate. Sua rentabilidade é determinada e não corre o risco de qualquer alteração. 

Tesouro Direto Selic

São os títulos que possuem rentabilidade atrelada à Taxa Selic (a taxa básica de juros da economia brasileira). Dessa forma, você irá resgatar um valor que depende do desempenho da Selic, quanto maior ela estiver, maiores serão seus lucros. 

Tesouro IPCA

São os títulos do Tesouro Direto híbridos, ou seja, possuem uma parte de rendimento variável com um indicador financeiro, como o IPCA ou o IGP-M, e uma parte de rentabilidade fixa. 

Ainda vale a pena investir no Tesouro Direto?

Com as consecutivas quedas na Taxa Selic, os investimentos de renda fixa, incluindo os títulos privados, perderam um pouco a rentabilidade. Afinal, pela primeira vez na história, a taxa de juros está em um nível mais baixo do que da inflação. 

Dessa forma, podemos dizer que os investimentos no Tesouro Direto são ótimas alternativas para quem quer sair da poupança, mas ainda não possui segurança para investir em ações ou em outros ativos. 

Além disso, muitos especialistas, ainda dizem que o Tesouro Direto é uma boa escolha para a construção de uma reserva de emergência, bem como para a diversificação de carteira e balanceamento de riscos da renda variável. 

No entanto, se o seu objetivo é ver seu capital sendo potencializado em um curto prazo e de uma forma mais agressiva, é necessário buscar outras alternativas. 

Você já sabe como investir no Tesouro Direto, mas você sabia que existem algumas taxas que podem ser cobradas? Escrevemos um conteúdo explicando os detalhes para você investir melhor no Tesouro, confira. 

Aplicativo Magnetis
Letícia Nonato

Letícia Nonato é analista de SEO na Magnetis. Publicitária, investidora e apaixonada pelo mercado financeiro.

leia mais desse autor