Dia das Crianças: Lulu Ensina 3 dicas para cuidar bem do seu dinheiro

por Fernando Reis

Dia das Crianças é quase sinônimo de presentes para a criançada. Este ano, resolvemos inverter um pouco essa lógica e quem vai ganhar presente são vocês (os adultos).

Nós da Magnetis acreditamos que investimentos deveriam ser um assunto tão simples a ponto de uma criança conseguir entender. Nesse Dia das Crianças convidamos a Luiza Nery, mais conhecida como Lulu, de 9 anos, para falar o que ela já sabe sobre cuidado com o dinheiro.

A Lulu tem um canal no YouTube chamado Lulu Ensina, onde ela gosta de ensinar coisas divertidas e diferentes para outras crianças. Em seu canal, a Lulu já abordou vários temas, por exemplo "Como fazer para se proteger da gripe" ou "Como fazer curvas com o tênis de rodinhas".

Mesmo sendo pequena, ela já tem consciência da importância de cuidar do dinheiro. Ela por exemplo, já tem sua própria renda por participar de musicais e de novelas e já pede para que seus pais invistam esse dinheiro para o seu futuro.

Além disso, Lulu entende que não se deve gastar dinheiro sem pensar e que algumas coisas podem ser feitas em casa ou improvisadas - ao invés de compradas.

Veja as 3 dicas da Lulu e, abaixo, mais detalhes de cada uma delas:


Dica 1: Tenha um sonho

Ter uma meta, objetivo ou sonho é fundamental para quem quer começar a poupar e investir seu dinheiro. A não ser que você seja uma pessoa de sorte e já tenha realizado todos os sonhos, é bem provável que você ainda tenha vontade de realizar algo.

Infelizmente, boa parte dos sonhos envolvem dinheiro para virar realidade - e é exatamente neste ponto que muitas pessoas acabam se frustrando. Sem o dinheiro necessário, os sonhos acabam esquecidos ou parecem impossíveis de se tornarem realidade. Mas acredite, realizar o que parece improvável pode ser bem mais simples do que você imagina.

Os objetivos podem ser os mais variados possíveis e, mesmo que você ache que não tem um objetivo ou motivo específico para começar a aplicar o seu dinheiro, você pode ter simplesmente a meta de querer acumular patrimônio.

Independentemente de qual seja o seu objetivo, é fundamental que você defina pelo menos um. Ele será a sua principal motivação para direcionar suas ações e te ajudará a tomar melhores decisões.


Dica 2: Economize!

Uma vez definido o seu objetivo, para realizá-lo você precisa começar a poupar. Guardar parte do seus rendimentos de fato!

Para muitas pessoas parece ser bem difícil conseguir fazer sobrar alguma quantia no fim do mês para investir. Afinal, todo mundo tem contas para pagar e compromissos para honrar. Mas na verdade, boa parte da economia passa primeiramente pelo planejamento financeiro. Quando você se organiza fica muito mais fácil fazer o seu dinheiro render.

Existe até um conceito conhecido como "se pagar primeiro" que explica bem essa ideia. Ele é a melhor definição para o esforço de economizar dinheiro que será destinado à construção do seu patrimônio: no início do mês, você já separa a quantia que deseja poupar, como se tiver que "pagar uma conta".

Conseguir identificar todos os seus gastos e fazer contas básicas considerando o quanto você ganha pode fazer uma grande diferença. Você consegue enxergar exatamente quanto consegue sobrar ou quanto vai faltar a cada mês.

Se só as contas não bastassem, existe ainda uma infinidade de vitrines - físicas ou virtuais - com produtos que saltam aos olhos. Se torna quase impossível não querer comprar alguma coisa. É claro que fazer compras é super saudável, mas desde que itens necessários.

Como a própria Lulu falou no vídeo, é importante sempre que possível cortar gastos supérfluos. Desta forma fica mais fácil conseguir economizar nem que seja uma pequena parte da sua renda todo mês. Ter disciplina acaba tornando esta prática um hábito.


Dica 3: Não desista

A terceira dica é a mais importante.

Se você conseguir definir uma meta e economizar nem que seja um pouco com uma certa frequência, você não pode desistir. É comum pessoas ficarem frustradas com investimentos por eventuais perdas de rendimento no curto prazo ou mesmo pela impossibilidade de não conseguir utilizar o dinheiro aplicado de imediato.

Assim, desanimam e desistem de seguir perseguindo a sua meta.

Nesta hora é preciso calma e foco para evitar futuros arrependimentos.

Outro erro comum é não estar preparado para gastos inesperados. Por isso, é interessante não só diversificar seus investimentos, mas também aplicar em investimentos específicos para formar a sua chamada "reserva de emergência". Fica mais fácil resgatar o dinheiro aplicado quando você precisar. Para isso, para a reserva de emergência recomenda-se buscar investimentos que tenham uma liquidez maior, como os fundos DI, por exemplo.

Mas lembre-se, independentemente dos imprevistos, quanto mais foco e persistência você tiver mais próximo estará de realizar o seu sonho.


Tão simples quanto brincar

O exemplo da Lulu mostra como cuidar bem do seu dinheiro é simples! Pode parecer bobagem, mas o tema é muito mais sério quanto trazido para o mundo dos adultos.

É possível sim, alcançar a estabilidade financeira seguindo dicas básicas. Mesmo pessoas que estejam extremamente insolventes ou muito endividadas conseguem ter uma solução. Certamente, quanto mais cedo você começar é melhor. Se você tem filhos ou crianças em casa os estimule a cuidar do dinheiro desde pequenos.

Acredite, é quase certo que eles se tornarão adultos financeiramente mais conscientes. Mas, como a própria Lulu disse, se você não é mais uma criança, e não foi estimulado a cuidar bem das suas finanças até este momento, não precisa se preocupar!

Ainda dá tempo de mudar, sempre dá.

Nunca é tarde para começar a cuidar bem do dinheiro e atingir seus objetivos! 😉

Quer saber mais como a Magnetis pode te ajudar? Inscreva-se no nosso canal do YouTube e fique por dentro das nossas novidades.

Fernando Reis é administrador e Analista de Marketing de Conteúdo da Magnetis.

Avaliar o post