Por que fazer um diagnóstico de saúde financeira dos colaboradores?

por Juliana Volpe | 27/09/2018

diagnóstico de saúde financeira

Como os funcionários da sua empresa lidam com o dinheiro? Essa é uma questão importante e que deve ser levada em consideração. Uma ferramenta que faz toda a diferença é o diagnóstico de saúde financeira dos colaboradores. Ele ajuda a entender em qual situação os trabalhadores se encontram e se esses quadros podem influenciar seus respectivos desempenhos.

Este post vai mostrar como utilizar esse diagnóstico, como executá-lo e o que ele pode trazer de positivo para a sua empresa. Acompanhe!

O que é o diagnóstico de saúde financeira?

Esse é um serviço realizado por empresas especializadas em finanças. O diagnóstico é feito para cada um dos colaboradores, entendendo detalhadamente como se encontra a situação deles. Todo o quadro é avaliado particularmente, mantendo todo o sigilo e discrição acerca das informações.

Para reforçar a proteção desses dados, a empresa não tem acesso a eles. É um compartilhamento que acontece entre a prestadora de serviços contratada e o colaborador.

Os funcionários precisam preencher um questionário simples, contendo perguntas sobre como administram seu dinheiro, se têm reserva de emergência, entre outras informações. De acordo com as respostas, é gerado um perfil financeiro.

Essa classificação colocará o funcionário em uma das seguintes situações:

  • insolvente: gasta e tem dívidas maiores do que ganha, vivendo no vermelho, em situação crítica e com crédito negativado;
  • gerenciando dívidas: ganha o suficiente para pagar suas contas, que têm tomado grande percentual de seu salário, porém, se perder o emprego não tem como quintas dívidas;
  • pagador de contas: esse tem um folga mínima e um valor razoável guardado, que quitaria suas dívidas em caso de demissão, mas maior parte do seu salário vai para pagar suas contas;
  • poupador: recebe mais do que gasta e, mesmo com despesas e financiamentos, consegue arcar com tudo somente com o que ganha, sem passar nenhuma dificuldade conseguindo guardar dinheiro.

Orientação de acordo com o perfil

O diagnóstico de saúde financeira vai definir os perfis que você viu acima e, diante dessas informações, ajudar o colaborador. Para cada classificação, o funcionário terá acesso a dicas personalizadas, voltadas para ajudá-lo a lidar melhor com seu dinheiro.

Relatório final para a empresa contratante

A empresa recebe um compilado geral dos diagnósticos em forma de um relatório. Ele transmite a situação global da companhia, apontando se há grande incidência de colaboradores com problemas de dinheiro. Esse documento final gera dados pontuais e de fácil mensuração, como:

  • nível de estresse financeiro na empresa e o impacto no cotidiano;
  • a visão geral da gestão de investimentos dos colaboradores;
  • o número médio de meses que a reserva de cada um cobre as respectivas dívidas;
  • a proporção de perfis financeiros, ou seja, quantas pessoas se encaixam em cada um deles.

O diferencial da Magnetis

A Magnetis oferece esse serviço por meio do produto Magnetis para Empresas. Ela faz todo esse trabalho de diagnóstico de maneira eficiente. O questionário é respondido em ambiente digital, em um procedimento rápido e bastante simples. Assim, o colaborador não perde tempo relevante de trabalho e sua produtividade não é afetada.

Outro ponto de destaque é a ajuda no longo prazo. O funcionário pode assinar a newsletter da Magnetis e receber posts do blog da empresa, com dicas e temas importantes sobre finanças. Tudo isso adequado a cada perfil!

Como o diagnóstico financeiro faz parte de um plano mais completo?

O diagnóstico financeiro é um serviço que faz parte de um projeto completo. O foco é salvar as finanças do colaborador, permitindo que ele atinja um objetivo principal: o bem-estar financeiro. Esse estado depende de algumas etapas fundamentais.

Tudo começa pelo diagnóstico. Após ele, o trabalho consiste na educação financeira. Conhecendo o perfil, esse funcionário é orientado para que saiba cuidar do seu dinheiro da maneira certa. Isso envolve alguns passos, como:

Todo esse trabalho é feito para conscientizar o colaborador. Após ajudá-lo a entender seu problema e se livrar dele, é executado o planejamento para o futuro. Os estímulos são para a criação de uma reserva de emergência e orçamento para investimentos, além do estímulo para a disciplina, evitando dívidas desnecessárias dali em diante.

Vantagens de buscar esse diagnóstico dos colaboradores

As empresas que desejam dar esse suporte aos colaboradores precisam investir no serviço. Ainda que seja um custo, é preciso ver a situação de maneira inteligente. O diagnóstico de saúde financeira e o plano de educação são extremamente vantajosos para a própria companhia.

A seguir, veja quais benefícios podem ser colhidos quando os colaboradores estão livres do estresse financeiro.

Maior produtividade

Colaboradores com a cabeça tranquila rendem mais. Essa é uma lógica fácil de entender e tem tudo a ver com problemas financeiros. Um funcionário que não tem tranquilidade e está sempre preocupado não rende o esperado.

O Bank of America realizou uma pesquisa e constatou que 53% dos ouvidos afirmaram ter problemas com dinheiro e que eles os atrapalham no trabalho. É possível reduzir a incidência desse problema com um diagnóstico e a educação financeira.

Redução de atrasos e faltas

O estresse financeiro também tem influência direta no comprometimento com o trabalho. O colaborador com problemas tende a perder o horário, seja por estar emocionalmente instável, seja por ter que resolver questões relacionadas ao dinheiro.

Muitas vezes, as faltas também são comuns. Elas acontecem quando o colaborador precisa ir a bancos e outras instituições no horário de expediente. Isso provoca uma queda de produtividade na empresa, que vê suas demandas paradas e atrasadas.

Ajuda direta aos colaboradores

O diagnóstico de saúde financeira é um benefício para o colaborador. Ele passa a nutrir uma relação saudável com o dinheiro, reconhecendo que o local onde trabalha se preocupa com ele. O bem-estar financeiro também ajuda a companhia, ainda que indiretamente. Funcionários tranquilos e felizes rendem mais.

Redução do turnover

O turnover é um problema que as empresas tentam reduzir ao máximo. A rotatividade de colaboradores é prejudicial de várias formas, atrapalhando o planejamento estratégico e gerando mais custos. Funcionários com boa relação com o dinheiro tendem a se dedicar mais, evitando situações extremas em que a demissão é a única saída.

Além disso, há também o pedido voluntário, quando o colaborador entende que a empresa paga pouco, por isso ele tem problemas com o dinheiro. Na verdade, esse é um entendimento equivocado, pois a real questão é a má gestão financeira.

O diagnóstico de saúde financeira é uma ferramenta de grande valor e que pode ser importante em um trabalho de busca pelo bem-estar dos funcionários. Além disso, a empresa colhe ótimos frutos e vê a produtividade aumentar.

Em busca de um plano eficiente para a sua companhia? O Magnetis para Empresas é a solução ideal! Entre em contato e saiba mais.


Juliana Volpe é Gerente de Negócios na Magnetis.

Por que fazer um diagnóstico de saúde financeira dos colaboradores?
5 (100%) 5 vote[s]