Dólar futuro: entenda o que é e como investir

por Malena Oliveira | 02/12/2019

dólar futuro
consultoria de investimento
curso de investimento

A procura pelo investimento em dólar futuro na bolsa de valores tem aumentado significativamente, mesmo por quem costumava aplicar apenas em papéis mais conservadores.

Contudo, aplicações em variação cambial podem ser vistas com certo receio, porque tratam-se de opções com retornos variáveis, já que diversos fatores podem impactar em seus resultados.

Em contrapartida de um risco um pouco maior, essas pessoas buscam retornos mais atrativos e a diversificação da carteira de investimentos

Quer saber se essa é uma boa opção para você também? Saiba tudo sobre dólar futuro e como fazer esse tipo de investimento neste post!

O que é dólar futuro?

Quando falamos em investir em dólar, é comum associar essa operação com a compra da moeda americana em casas de câmbio na esperança de sua valorização.

No entanto, o investimento em dólar futuro se refere à negociação de contratos de compra e venda dessa moeda na bolsa de valores. Assim, o dólar é considerado uma commodity, como o café, o milho, o boi gordo e o petróleo, por exemplo.

É importante saber que, nas operações realizadas em mercados futuros, a pessoa interessada se compromete a negociar o contrato de compra e venda de ativos em uma data futura preestabelecida. No caso do dólar, devido às suas características, é possível investir visando lucros tanto na valorização quanto na desvalorização da moeda frente ao Real.

Nos dias atuais, em que os papéis mais conservadores vêm perdendo atratividade, o investimento em dólar futuro entrou no radar de muitas pessoas. A opção é indicada especialmente para quem quer proteger parte de seu patrimônio da flutuação cambial, evitando os reflexos da variação indesejada de preços.

Como funcionam os contratos de dólar futuro?

Negociados em um ambiente exclusivo na bolsa de valores, a B3, os contratos de dólar futuro têm seu preço definido no momento da aplicação. A pessoa interessada, no entanto, deve arcar com esse valor apenas na sua data de vencimento.

A princípio, será preciso desembolsar apenas parte dessa quantia, chamada de margem de garantia, que é de 15% do valor total. São aceitos nessa transação dinheiro, ações ou títulos de renda fixa.

Essa característica faz com que o investimento em dólar futuro permita uma grande alavancagem. Isso significa que é possível participar nos lucros de grandes movimentações financeiras aplicando apenas parte do valor dos contratos.

Na prática, existem dois tipos de contratos de dólar futuro disponível:

  • contratos cheios, que são a negociação padrão nessa modalidade, representando uma movimentação financeira de 50 mil dólares em lotes de, pelo menos, cinco contratos;
  • minicontratos, em que se aplica sobre apenas 20% de um contrato cheio. Essa é a opção ideal para quem pretende movimentar quantias menores e reduzir os riscos do investimento.

Seja qual for o tipo escolhido, o vencimento dos contratos acontece sempre no primeiro dia útil de cada mês. Além disso, os lotes negociados são padronizados para que seu valor em reais equivalha a mil dólares.

Outra diferença importante dessa forma de se aplicar em câmbio é que a variação de sua cotação também tem regras próprias, de modo que ela não acompanha aquela que normalmente vemos nos jornais. 

consultoria de investimento

A grande verdade é que são inúmeros os fatores que podem refletir nesse quadro, que vão desde os níveis de inflação até quadros de instabilidade política e econômica de ordem mundial.

Por isso, é bom estar sempre bem informado sobre o panorama econômico e contar com uma assessoria de confiança para fazer os melhores negócios em dólar futuro.

Quais são os custos desse investimento?

Quem deseja adquirir contratos de dólar futuro também deve se informar a respeito dos custos dessa operação. Veja agora quais são as principais taxas cobradas pela aplicação.

Taxa de corretagem

É a taxa cobrada pela instituição financeira escolhida para intermediar as negociações, servindo como sua remuneração. Para aumentar a atratividade dessa investimento, muitas corretoras cobram essa taxa apenas quando há aferição de lucros.

Também pode se praticar valores diferentes de corretagem para operações de compra/venda e de day trade.

Taxas da bolsa de valores

A bolsa de valores também cobra algumas taxas operacionais, como emolumentos e taxa de registro, que são variáveis para cada contrato.

Taxa de liquidação

Essa taxa é cobrada pelos serviços da Clearing de Derivativos da B3, que é responsável por realizar o registro, a compensação, a liquidação e o gerenciamento de risco de operações com derivativos financeiros e de commodities. Seu valor é de 0,60 centavos de dólar por contrato na liquidação.

Taxa de permanência

A taxa de permanência é outro custo relativo aos serviços da Clearing. Nesse caso, é pelo acompanhamento de posições em aberto e pela emissão de relatórios e arquivos.

O custo é de R$ 0,01166 por dia para contratos cheios e R$ 0,002332 para minicontratos por dia. No entanto, a taxa pode ser reduzida para quem movimenta maiores quantidades de contratos.

Imposto de Renda

A alíquota de Imposto de Renda sobre as operações com dólar futuro é de 15% sobre os lucros líquidos. A responsabilidade por esse pagamento é de quem investe, que deve realizá-lo até o último dia útil do mês subsequente à apuração do imposto.

Como negociar dólar futuro?

Além dos lucros atrativos, a facilidade de acesso ao dólar futuro também é fundamental para o aumento no número de interessados. As transações podem ser feitas pela plataforma Home Broker das corretoras, o que permite operar a qualquer hora e de qualquer lugar.

Para começar a negociar, basta depositar na conta da corretora de valores o valor referente à margem de garantia para os contratos que você deseja investir. Vale lembrar que a escolha da instituição financeira é o primeiro passo para aumentar as possibilidades de conseguir bons resultados com esse investimento.

Finalmente, é fundamental fazer uma avaliação aprofundada para se certificar de que o dólar futuro é uma boa opção para o seu perfil. De forma geral, o investimento é recomendado para aqueles que buscam diversificação e têm disposição para assumir riscos um pouco maiores do que nas aplicações tradicionais.

É claro que contar com o auxílio de profissionais no mercado financeiro certamente será um grande diferencial para o investimento em dólar futuro, especialmente para aqueles que não têm muita experiência nesse tipo de operação.

Agora que você já sabe o que é dólar futuro, confira o nosso guia sobre consultoria de investimentos e descubra como essa pode ser a opção certa para guiar você no mercado financeiro!

Avaliar o post
curso de investimento