Como economizar para comprar um imóvel e realizar o sonho da casa própria?

por Malena Oliveira

Comprar um imóvel é um dos principais sonhos dos brasileiros, pois a casa própria representa segurança e estabilidade. Não é à toa que financiar um imóvel é a primeira opção para muitas pessoas que desejam alcançar essa meta.

Entretanto, apesar de muito desejado, esse objetivo traz consigo uma série de desafios. Um imóvel não é barato e requer esforços e adequações financeiras, principalmente para evitar que esse desejo se transforme em dívida. Você sabe como economizar e mudar hábitos para ficar mais perto de alcançar essa conquista?

Neste post, vamos mostrar sete formas de economizar dinheiro para conquistar a casa própria. Tire suas dúvidas e boa leitura!

1. Desenvolva um planejamento financeiro eficiente

O equilíbrio financeiro depende inteiramente da maneira como você lida com o dinheiro.

Se você simplesmente paga as contas e gasta sem se planejar, certamente não tem um nível de organização ideal. É preciso, então, tomar o controle da sua vida financeira.

O planejamento financeiro envolve, primeiramente, identificar todos os custos que você tem no mês, sejam compromissos comuns de uma casa, como compras, internet, luz e água, sejam despesas menos relevantes.

O ideal é anotar tudo e entender quais são seus gastos fixos por mês. Essa conta deve ser feita já considerando os 30% que você precisa poupar para a casa própria, como se fosse também uma conta a pagar. Veja o vídeo a seguir e entenda melhor como usar essa técnica.


Com um bom planejamento, é possível gastar apenas o que está dentro da sua realidade, arcar com as suas obrigações, guardar dinheiro e manter-se sempre disciplinado.

2. Corte gastos, especialmente os pouco relevantes

Comprar um imóvel é uma grande conquista. Por isso, os esforços precisam ser proporcionais para priorizar o que realmente é importante para você.

Talvez essa seja a etapa mais complicada do processo, mas é preciso cortar gastos que não são tão necessários. Esses custos podem ser reduzidos ou extintos durante algum tempo para que você alcance mais rápido o que você deseja.

Assim, faça um pente-fino nos seus gastos e procure identificar quais podem ser cortados: serviços que você paga, mas não usa, itens que podem ser vendidos ou substituídos por outros mais baratos, gastos supérfluos recorrentes (como comer fora todos os dias).

Tudo o que não for essencial pode ser cortado, desde que, claro, não afete seu bem-estar.

3. Adapte seu estilo de vida ao seu orçamento

É natural ter de abrir mão de algumas coisas para alcançar outras. Com os seus objetivos financeiros não é diferente.

Assim, procure adaptar seu estilo de vida ao seu orçamento  para gastar menos do que a quantia que você ganha. Esse é o segredo para manter o equilíbrio financeiro e realizar planos de longo prazo.

É importante avaliar o que pode ser deixado de lado. Sabe aquele almoço no seu restaurante favorito todo fim de semana? Aquelas saídas que custam caro no sábado à noite? As viagens internacionais no fim do ano ou os planos para trocar de carro? Talvez seja melhor repensar tudo isso se a sua prioridade for comprar um imóvel!

4. Busque opções mais baratas de lazer

O custo de vida nas grandes metrópoles costuma ser alto e muitas opções de lazer são uma armadilha para quem está fazendo esforço para economizar: jantar fora, ir ao shopping ou ao happy hour com os amigos são alguns exemplos.

Isso não quer dizer que você precisa abrir mão da diversão quando tem um objetivo financeiro de longo prazo. Na verdade, é um incentivo para você refletir sobre quais desses gastos serão incluídos em seu orçamento e com qual frequência.

Além disso, também é possível buscar opções de lazer mais baratas. Programas caseiros ou visitas a locais públicos (como parques, praças, monumentos) são boas opções para economizar sem deixar de se divertir.

5. Pague as dívidas que você já tem e evite fazer outras

As dívidas atrapalham e muito o equilíbrio financeiro. O ideal é não se endividar, mas uma vez que você se encontre nessa situação, concentre seu esforço em quitar o que você deve. Isso porque, com o efeito dos juros compostos, a quantia devida só vai aumentar.

Tome cuidado também para não fazer novas dívidas. Nessa etapa, o cartão de crédito pode ser um grande inimigo. Avalie a possibilidade de deixá-lo de lado por um tempo ou usar somente para pagamentos à vista quando for necessário.

6. Poupe todo mês um valor fixo

Para comprar um imóvel, é preciso dispor de quantias significativas, especialmente quando se opta pelo financiamento. A melhor forma de lidar com isso é se preparar previamente, ou seja, começar desde já a poupar.

Muitos financiamentos têm parcelas que comprometem cerca de 30% da renda do comprador. Esse é um valor que faz diferença no planejamento financeiro e pode levar ao endividamento “bola de neve” caso algum pagamento falte.

Por isso, se você pretende comprar imóvel, comece desde já a pensar como alguém que está comprometido com o pagamento da casa própria. Guarde mensalmente 30% da sua renda, seja para financiar ou para comprar à vista.

Isso vai ajudar a construir boas reservas para o seu objetivo e vai deixar você preparado para imprevistos.

7. Invista o valor poupado e multiplique suas economias

Uma das maneiras mais eficientes de alcançar seus objetivos financeiros é investir o dinheiro poupado.

Não importa qual seja o seu perfil de investidor, as aplicações financeiras permitem que o efeito dos juros compostos atue a seu favor, de maneira a fazer suas economias se multiplicarem ao longo do tempo.

O primeiro passo para ir em busca do que você deseja é ter uma reserva de emergência para imprevistos ou boas oportunidades que podem surgir no meio do caminho.

Então, inclua no seu planejamento um tempo para estudar e analisar opções de investimentos que podem ajudar você a conquistar aquilo que você quer.

O sonho de comprar um imóvel pode ser realizado por qualquer pessoa. Basta ter disciplina e foco para alcançar essa meta. E o principal segredo para isso é usar o dinheiro de forma mais inteligente.

Investir também é uma ótima opção para ficar mais perto dos seus objetivos. Quer saber mais sobre esse tema? Saiba quais são os tipos de investimento que estão disponíveis no mercado e para quem eles são indicados.

Luciano

Malena Oliveira é jornalista especializada em Finanças Pessoais e redatora na Magnetis.

Como economizar para comprar um imóvel e realizar o sonho da casa própria?
5 (100%) 2 votes