X
Magnetis Week

a black friday da

Magnetis Logo
Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Saiba como escapar do efeito manada nos investimentos

Investir é uma das melhores ações para cuidar das suas finanças pessoais e fazer o seu dinheiro render. No entanto, não basta apenas escolher em quais opções aplicar. É preciso considerar o acompanhamento dos investimentos e os movimentos que você deverá fazer. É nesse momento que surge o efeito manada

A atuação coletiva acontece, principalmente, na bolsa de valores e pode causar diversos prejuízos na sua carteira. Saber como fugir da situação, portanto, é o melhor caminho para obter uma boa performance. 

Na sequência, descubra como driblar o efeito manada e conquiste resultados melhores!

O que é efeito manada? 

Provavelmente você já tomou alguma decisão com base em algo que ouviu, em uma dica que recebeu ou mesmo no comportamento de outra pessoa. Como vivemos em sociedade, é normal utilizar outros indivíduos como parâmetros para nossas decisões. O problema é que isso leva ao efeito manada. 

Esse é um quadro que acontece quando as pessoas seguem o fluxo imposto pelas decisões de outros. A decisão deixa de ser tomada por argumentos lógicos ou por uma avaliação crítica. Em vez disso, passa a ser feita apenas porque os outros também estão fazendo. 

A situação recebe esse nome porque os bovinos, especialmente, se comportam de maneira sincronizada e com base em uma liderança. Ou seja: basta um indivíduo da espécie agir dessa forma para que a maioria repita a ação

biblioteca financeira

Como ele acontece no mundo dos investimentos? 

No mercado financeiro, o efeito manada ocorre, principalmente, na bolsa de valores. É o que acontece quando surgem boatos sobre uma empresa e boa parte dos indivíduos vendem suas ações, levando o preço à queda. 

A situação oposta também acontece. Não é raro ver interessados que passam a aplicar em um negócio específico apenas porque alguém recomendou, ou porque muitas pessoas têm aproveitado a oportunidade. É aquela velha sensação de não querer ficar para trás e de não perder boas chances. Ainda envolve a sensação de que, pelo menos, não vai perder sozinho. 

Note que isso não tem a ver com investimentos realmente positivos ou arriscados, que recebem aportes ou retiradas porque os dados se confirmam. O efeito manada acontece quando esses grandes fluxos se consolidam mesmo quando não há uma razão lógica para isso

Então, significa que quem aplica deixa de considerar elementos práticos e lógicos para tomar decisões ao investir em ações ou em outras possibilidades. 

Quais são os riscos desse comportamento? 

A verdade é que o efeito manada é muito mais prejudicial do que parece. Como a escolha não é ponderada corretamente, as chances de ocorrerem erros são maiores. Ou seja: há grandes riscos de perder dinheiro ou de desperdiçar boas oportunidades

Imagine que você tem uma quantia e deseja aplicar na bolsa. Em vez de procurar informações confiáveis, segue uma onda de recomendações quanto a uma oportunidade supostamente imperdível. O resultado? Cria-se uma bolha de investimento e, no final, não alcança uma boa rentabilidade. 

O oposto também pode acontecer. Você aplicou em ações de uma empresa e, em determinado momento, um boato se espalha. Quem aplica começa a vender os papéis e você faz o mesmo, embora receba muito menos do que pagou. Após algumas semanas, a empresa tem um salto de crescimento e você, que poderia receber os dividendos, fica sem eles. Percebe como é um comportamento arriscado? 

Essa é uma situação que acaba com a sua autonomia sobre a carteira de investimentos. Então, você fica vulnerável a cenários que não pode controlar e deixa de aproveitar boas possibilidades. 

Como fugir do efeito manada? 

A boa notícia é que é possível fugir dessa situação e driblar os riscos associados. Você não precisa ficar refém das oscilações do mercado e do comportamento coletivo, se não quiser. 

Na sequência, entenda como impedir esse cenário e veja as dicas essenciais para evitar o efeito manada!

Mantenha-se informado

Conhecimento é poder na hora de escolher os rumos do seu dinheiro. Por isso, é essencial permanecer bem-informado sobre a situação das principais oportunidades do mercado financeiro. 

Procure fontes confiáveis sobre a bolsa de valores, os indicadores financeiros ou qualquer investimento da sua carteira. Acompanhe as notícias nacionais e internacionais e, principalmente, selecione bem seus conselheiros. Não abra mão de ter a informação crua, para que possa construir a própria visão. 

Não perca seus objetivos de vista

Outro meio de evitar o efeito manada é manter os seus objetivos sempre em vista. Isso permite que você tome as decisões que são positivas para a sua situação, em vez de apenas copiar o que tem sido feito. 

Se a intenção for conquistar resultados no longo prazo, não vale a pena se mexer a cada alteração, certo? Já se tiver definido uma tolerância maior a riscos, é preciso ser capaz de suportá-los, já que nem todo mundo tem o mesmo interesse. Foque no que é a sua prioridade para, assim, tomar boas decisões. 

desafio 52 semanas

Não aja na base da emoção

O efeito manada também acontece por causa do excesso de sensações e emoções. É aquele desejo de não perder uma boa oportunidade e de não se sentir excluído, por exemplo. O medo é um péssimo companheiro para essa decisão, já que pode fazer com que você se precipite. 

Antes de definir o que fazer com o dinheiro, tente aliviar o peso das emoções. Espere um pouco se necessário, e avalie de maneira racional. Assim, você consegue estabelecer o que é de fato interessante para as suas exigências. 

Questione o senso comum

Já que o efeito manada tem a ver com o comportamento em grupo, é essencial ter uma visão crítica de cada dica ou recomendação. Antes de aceitar uma sugestão de onde aplicar ou de tomar como verdadeira uma análise, questione. Cruze as informações com as notícias que você acompanha e faça sua própria análise. Somente dessa forma é possível agir de maneira individual. 

Ao mesmo tempo, tenha cuidado: não vale a pena ser do contra apenas para não fazer o que todos fazem. Busque as respostas de acordo com seus objetivos e com as informações que tiver. Às vezes, a maioria está certa — mas só acredite nisso se tiver argumentos sólidos. 

Investir corretamente significa, entre várias outras ações, fugir do efeito manada. Com essas dicas, você pode se livrar da situação e ter a chance de conquistar resultados melhores. E, já que a informação é tão importante, inscreva-se em nosso curso gratuito de investimento e comece a aprender!

Luiza Caricati

Luíza Caricati é produtora de conteúdo da Magnetis. Jornalista, tem experiência na área de investimentos, educação e negócios, e lidera nossa estratégia multimídia, traduzindo conteúdos complexos em comunicações didáticas para diversos formatos.

leia mais desse autor