X
Magnetis Week

a black friday da

Magnetis Logo
Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

8 filmes sobre o mercado financeiro que você deveria assistir

Que o cinema é uma excelente forma de entretenimento, todos sabem. O que nem sempre é lembrado é o poder que os filmes têm para transmitir novos conhecimentos e experiências. E não apenas os documentários.

Muitas obras de ficção também são capazes de inserir o espectador em um universo novo durante algumas horas e, assim, proporcionar percepções diferentes sobre determinado assunto. É o caso, por exemplo, das opções para os interessados pelo mundo das finanças e dos investimentos.

Então para quem quer aprender e se inspirar, preparamos uma lista com filmes sobre o mercado financeiro. Interessado? Prepare a pipoca e vamos lá!

1. Inside Job (2010)

Este documentário venceu o Oscar em 2011. Dirigido por Charls Fergunson e narrado por Matt Damon, “Inside Job” tenta expor e analisar os fatos que acarretaram a crise econômica de 2008, que levou abaixo a economia de diversos países e repercute até hoje.

Por meio de extensa pesquisa e entrevista com jornalistas, economistas e políticos, a produção mostra como a combinação de desregulamentação, negligência, ganância e cinismo levaram o mercado ao colapso. Dividida em cinco partes, começa no cenário econômico mundial no começo do século 21.

No decorrer do filme, chegam-se às consequências do estouro da bolha e apontam-se o que podem ser considerados os responsáveis por ele. Embora o excesso de informação e detalhes o transformem em uma escolha mais indicada para já iniciados no mercado financeiro, “Inside Job” é uma aula de economia que não pode ser ignorada.

2. Grande Demais para Quebrar (2011)

Baseado no livro homônimo do jornalista Andrew Sorkin, “Grande Demais para Quebrar” é a dramatização da crise de 2008 pelos olhos de Henry Paulson, Secretário de Tesouro dos Estados Unidos à época. O enredo se concentra na busca de Paulson e sua equipe, junto com grandes nomes de Wall Street, para salvar a economia norte-americana em meio aos momentos de maior instabilidade daquele período.

O nome do filme vem de uma tese que ganhou força em meio às perturbações econômicas do fim da década passada. A expressão “grande demais para quebrar” transmite a ideia de que a ruína de algumas empresas, como instituições financeiras gigantescas, pode trazer consequências devastadoras para toda a sociedade.

3. Quants: os Alquimistas de Wall Street (2010)

Quants: os Alquimistas de Wall Street” é um documentário dirigido por Marije Meerman que retrata as atividades dos quantative analysts (quants). Esses profissionais são especializados em estabelecer modelos matemáticos e estatísticos avançados para definir valores e riscos em alguns setores do mercado financeiro, como nos hedge funds.

Baseado em uma pesquisa acadêmica, o filme questiona a atuação dos quants e se as análises desenvolvidas por eles são calcadas em dados confiáveis. Além disso, até que ponto estratégias financeiras podem ser elaboradas a partir de modelos matemáticos que não consideram diferentes perfis, personalidades e realidades? Essa é a pergunta-chave que a obra tenta responder.

4. Jogo do Dinheiro ( 2016)

Jogo do Dinheiro” conta a história de Lee Gates, um excêntrico apresentador de TV que dá dicas de investimento em seu programa. Interpretado por George Clooney, Gates é sequestrado enquanto está ao vivo. O sequestrador é um homem indignado por ter perdido seu dinheiro ao seguir as indicações do apresentador.

Por trás do prejuízo, está um esquema de corrupção mundial, que mostra como o mercado financeiro global é interligado. Em meio à tensão do sequestro, existe o espaço para alívios cômicos, críticas ao sistema capitalista e à espetacularização promovida pela mídia.

5. A Grande Aposta (2015)

O que você faria se fosse capaz de prever que uma grande crise abalaria o mercado financeiro em pouco tempo? Essa é a questão que leva adiante “A Grand Aposta“, mais um filme inspirado na crise de 2008.

No longa-metragem, quatro homens preveem de formas diferentes que algo de muito grave aconteceria com a economia norte-americana. A partir daí, eles passam a buscar meios para lucrar com a situação enquanto apostam contra o mercado.

O filme tem vários aspectos positivos. O elenco é composto por grandes atores: Christian Bale, Ryan Gosling, Brad Pitt e Steve Carrel interpretam os personagens principais. Além disso, “A Grande Aposta”, baseado em livro do mesmo nome de Michael Lewis, venceu o Oscar de melhor roteiro adaptado em 2016.

6. Wall Street: Poder e Cobiça (1987)

Wall Street e seus bastidores parecem ser uma fonte inesgotável de argumentos para filmes. E isso não é de hoje. Já na década de 80, o coração do mercado financeiro mundial era cenário para boas obras cinematográficas. Um exemplo é “Wall Street: Poder e Cobiça“.

No filme, Chales Sheen atua como Bud Fox, um ambicioso corretor da bolsa de valores em início de carreira. Seu principal sonho é conhecer seu ídolo no mundo financeiro, Gordon Gekko, um milionário frio, interpretado por Michael Douglas (que levou a estatueta do Oscar pelo papel).

Quando Fox finalmente conhece Gekko, ele se vê inserido em um ambiente extremamente competitivo, em que o lucro sempre fala mais alto, nem que isso traga prejuízo para outros investidores. O filme rendeu uma continuação: “Wall Street: o Dinheiro Nunca Dorme“, de 2010.

7. O Lobo de Wall Street (2013)

Se muitas vezes se assistem a filmes em busca de bons exemplos, “O Lobo de Wall Street” é o oposto disso. Ele é ótimo para mostrar o que não deve ser feito. Inspirada nas memórias de Jordan Belfort, um corretor que trabalhava em Nova York, a obra explora desde suas origens aos problemas posteriores com as autoridades, passando por seu rápido enriquecimento graças a práticas criminosas e antiéticas.

O destino do personagem principal não é dos mais felizes. Indicado cinco vezes ao Oscar, a produção tem Leonardo DiCaprio em uma de suas melhores atuações.

8. O Mago das Mentiras (2017)

Filmes sobre o mercado financeiro

A crise financeira de 2008, que teve um impacto global também deixou como legado diversos filmes inspirados nela. Por sinal, depois da crise muitas práticas incorretas do mercado financeiro vieram à tona, o que levou não só a mudanças regulatórias, mas também ao surgimento de novos modelos de empresas como as fintechs ou mesmo formas alternativas de fazer transações, como as criptomoedas.

Esta lista é uma pequena amostra de filmes sobre o mercado financeiro. Contudo, ela certamente vai garantir horas de entretenimento e novas visões sobre o assunto de forma bastante interessante. Quer reunir os amigos para ver os filmes? Então chame todos eles: compartilhe este post nas suas redes sociais! Em breve faremos um novo post com dicas de séries sobre o mercado financeiro 😉

Mariana Congo

Mari Congo tem paixão por explicar coisas difíceis de forma fácil. É jornalista, educadora financeira, especialista em finanças pessoais e investimentos e gerente de comunicação na Magnetis.

leia mais desse autor