Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

O que são fundos de investimentos e quais os melhores para investir?

Os fundos de investimentos são opções interessantes para diversificar sua carteira. Existem diferentes tipos de fundo, cada um com características e facilidades próprias. Escolher a modalidade certa pode fazer a diferença na hora de investir, aumentando seus ganhos gradativamente.

Mas antes de começar a aplicar seu dinheiro, é necessário entender um pouco mais sobre o tema. O que são fundos de investimentos? Quais são os melhores fundos para 2020? Como começar a investir? Quais são as taxas inclusas?

Tire suas dúvidas sobre fundos de investimentos e saiba como eles podem ampliar seus rendimentos. Continue a leitura!

O que são fundos de investimentos?

Os fundos de investimentos formam uma modalidade de aplicação financeira que reúne recursos de diversos cotistas. Esses cotistas aplicam em uma cesta de ativos variada, de mercados diferentes, e pagam um valor a uma terceira parte para gerenciar os recursos. Em resumo, os fundos de investimentos são estruturas formalizadas de investimento coletivo.

Os ativos podem incluir títulos públicos, cambiais e de renda fixa, fundos imobiliários, ações, commodities, entre outros. Se o fundo é bastante diversificado, os riscos são menores para quem participa.

Os fundos de investimentos seguem as normas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e têm regulamento próprio. Nesse documento, são apresentadas as normas referentes à política de investimento, aos riscos das operações, às taxas administrativas, ao regime de tributação, entre outros pontos.

Portanto, se você decidir comprar cotas de um fundo, aceitará suas regras de funcionamento e terá os mesmos direitos dos outros cotistas. Isso independentemente da quantidade de cotas que você possui, já que as normas e vantagens são iguais para todos os participantes.

Por que é importante considerar fundos de investimentos na carteira?

Para ampliar sua rentabilidade, diversificar a carteira é o primeiro passo. Nesse caso, os fundos de investimentos são vantajosos porque é possível acessar investimentos a um custo menor e com valores mínimos mais baixos.

O patrimônio de um fundo de investimento é a soma de todos os recursos aplicados por seus diferentes cotistas. Entretanto, quem fará esse monitoramento é um gestor — cujo auxílio é fundamental para quem está começando. O apoio de um especialista faz toda a diferença nesse momento, tanto para administrar o dinheiro quanto para tirar suas principais dúvidas.

Considerar fundos de investimentos na carteira é importante aos que desejam acompanhar com frequência o desempenho das aplicações. Outras vantagens são:

  • rapidez na aplicação e no resgate de cotas;
  • diversificação da carteira;
  • união de vários perfis de pessoas, com objetivos diferentes;
  • auxílio de profissionais que se dedicam exclusivamente à carteira de investimentos;
  • custos com corretagem divididos igualmente entre todos os participantes.

Quais são os melhores fundos de investimentos para 2020?

Agora que você já sabe o essencial sobre fundos de investimentos, veja quais são as melhores opções para investir em 2020.

1. BNP Paribas Inflação FI RF

Esse fundo de renda fixa tem aplicação mínima de R$ 5.000. Entre março de 2019 e março de 2020, sua rentabilidade acumulada chegou a 19,92%. A taxa de administração é de 0,50% ao ano.

2. XP REF FIRF REF DI CP

No mês de abril de 2020, o XP Referenciado FIRF REF DI CP rendeu 0,52%, equivalente a 100,53% do CDI. O retorno acumulado em 12 meses é de 6,43%. A taxa de administração é de 0,40% e conta com aplicação mínima de R$ 500. 

Em relação aos outros fundos, esse é uma opção mais atrativa para quem quer começar aplicando com valores menores.

3. BTG Pactual Tesouro IPCA Curto FIRF

Entre março de 2019 e março de 2020, o BTG Pactual Tesouro IPCA Curto FIRF apresentou rentabilidade de 12,63%. A taxa de administração é de 0,20% e a aplicação mínima é de R$ 3.000.

4. XP Inflação Referenciado IPCA FI Renda Fixa LP

De março de 2019 até março de 2020, a rentabilidade desse fundo chegou a 12,98%. A taxa de administração é de 0,80% e a aplicação mínima é de R$ 5.000.

5. INTER + IBOVESPA ATIVO FIA

Esse fundo de ações tem aplicação mínima de R$ 10.000, com taxa de administração de 3,70% ao ano. A rentabilidade dos últimos 12 meses chegou ao valor de 10,12%.

6. FIA CAIXA INSTITUCIONAL BDR NÍVEL I

Esse fundo de investimentos em ações da Caixa Econômica Federal tem aplicação inicial de R$ 10.000. A taxa de administração é de 0,70% ao ano. Entre julho de 2019 e junho de 2020, a rentabilidade acumulada foi de 54,58%.

No entanto, para saber qual é o melhor fundo, é necessário entender um pouco sobre análise fundamentalista e conhecer os principais índices econômicos. Você também pode pedir auxílio a um profissional qualificado para entender qual é o melhor caminho.

Como começar a investir em fundos de investimentos?

Primeiro, escolha aquele fundo que esteja adequado às suas metas e aos seus objetivos. Quanto você pretende investir? Qual é o valor da taxa de administração? A porcentagem de tributos é muito elevada? Tais perguntas são essenciais para iniciar o seu planejamento financeiro.

Em seguida, entre em contato com uma corretora ou instituição financeira para ajudar você a escolher o melhor fundo. A estratégia será elaborada pelo gestor, que fará a organização das cotas. Contudo, mesmo que uma equipe de profissionais seja responsável pelos resultados do fundo, você sempre pode aproveitar para estudar mais sobre o tema.

Procure também se informar sobre qual será o retorno do fundo escolhido. Ele pode estar ligado a um indicador de referência, como o CDI e o Ibovespa. Se você for investir no setor imobiliário, por exemplo, pode seguir o índice IFIX para acompanhar os ativos que integram esse mercado.

Conhecer assuntos relacionados a investimentos e aplicações só trará bons resultados para a sua vida financeira. Parece complicado, mas com bastante paciência e perseverança será cada vez mais fácil entender sobre fundos de investimentos.

Como vimos, existem diferentes tipos de fundos de investimentos, cada um com características, taxas e tributos próprios. Essa modalidade é ideal para quem busca diversificar a carteira e ampliar os rendimentos de maneira significativa. Se você quiser se aprofundar no tema, não se esqueça de seguir a Magnetis nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube!

análise de investimentos