Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Como adaptar a gestão de benefícios em tempos de crise?

A gestão de benefícios consiste em planejar e administrar estratégias com o propósito de aprimorar os benefícios ofertados aos colaboradores. Na prática, são ações que a organização emprega para melhorar a qualidade de vida e a satisfação do seu capital humano. Mas como lidar com a gestão de benefícios em tempos de crise?

Será que existem dicas ou soluções que podem ser adaptadas a cenários econômicos complexos? Como realizar mudanças na gestão de benefícios sem prejudicar a relação com os colaboradores? E, mais importante, de forma ágil?

Neste post, separamos algumas dicas que auxiliarão os gestores no processo de adaptação dos benefícios durante momentos de crise. Você vai entender como é possível ajudar os seus colaboradores a passar por este momento complexo. Ainda, vamos mostrar como a gestão de benefícios pode ser uma aliada no desenvolvimento da cultura empresarial.

O que é gestão de benefícios e por que ela é importante?

A gestão de benefícios abarca as etapas de planejamento e administração de medidas com o objetivo de beneficiar os colaboradores de uma empresa. Tais ações contribuem para a melhoria do bem-estar, da qualidade de vida e da satisfação dos profissionais, além de favorecer a captação de novos talentos.

Existem diversas razões para que uma empresa adote uma política ampla de gestão de benefícios. Entre as vantagens que mais se destacam, vale mencionar:

  • estimula a satisfação dos colaboradores, favorecendo a qualidade do trabalho desenvolvido e a produtividade da empresa;
  • retém mais talentos;
  • reduz o índice de turnover;
  • melhora o desempenho geral da empresa;
  • auxilia o crescimento do negócio.

Isso sem falar que oferecer bons benefícios corporativos ajuda a destacar a empresa junto ao seu mercado de atuação. 

Mas, em momentos delicados, como adaptar essas medidas para ajudar o colaborador e manter alto o ROI de benefícios

Como adaptar a gestão de benefícios?

Todo negócio, independentemente do seu porte ou ramo de atuação, está sujeito a passar por períodos difíceis. E é justamente em ocasiões como essas que uma gestão bem-planejada, um setor de RH estratégico e uma cultura empresarial sólida podem fazer diferença.

Em se tratando de gestão de benefícios em tempos de crise, um dos pilares é a flexibilidade. Entender as necessidades do momento ajuda a encontrar soluções que garantam a manutenção da motivação, da produtividade e da tranquilidade dos colaboradores.

A seguir, elencamos algumas dicas de adaptação da gestão de benefícios que podem ser implementadas na sua empresa rapidamente. Confira!

Contribua para a saúde mental dos colaboradores

Momentos de crise e incerteza, como o que vivemos devido à pandemia de COVID-19, podem ser gatilhos para o surgimento de problemas relacionados à saúde mental. Por isso, as empresas devem dar atenção especial ao assunto, investindo em soluções voltadas à proteção dos seus colaboradores.

É possível implementar diversos benefícios. Alguns bons exemplos são: compartilhamento de conteúdos voltados à saúde mental, oferta de serviços de aplicativos para meditação, acompanhamento psicológico e realização de palestras com profissionais de saúde.

Essas ações devem ser pensadas considerando o perfil dos colaboradores e as necessidades do grupo.

Garanta boas condições de trabalho remoto

trabalho remoto obrigatório parece ter vindo para mudar completamente a forma como o home office era praticado até então. O que surgiu como necessidade se transformou em tendência dentro de diversas empresas.

Mas é importante que o colaborador tenha boas condições para realizar um trabalho eficaz em regime remoto. A empresa deve estar atenta a essas necessidades, ofertando ferramentas e sistemas que favoreçam o cumprimento das tarefas diárias. Além de itens de segurança e ergornomia para o trabalho no dia a dia.

Pensar em questões como envio de cadeiras confortáveis, monitores e auxílio no pagamento de internet são algumas possibilidades.

Mesmo em casa é importante se manter ativo

Muitas empresas já oferecem benefícios relacionados à saúde física dos colaboradores, como ginástica laboral, desconto em academias ou acesso a clubes. E neste momento, este pode ser um dos primeiros itens a serem considerados para corte. Mas repense.

É importante que a saúde física dos colaboradores se mantenha boa para garantir produtividade e foco. Por isso, a empresa pode incentivar atividades como alongamentos remotos e programas online de exercícios.

Ofereça orientação financeira

Além de envolver a saúde mental, os momentos de crise geralmente estão associados ao surgimento de desafios com relação às finanças pessoais. Como responsáveis pela renda dos seus colaboradores, as empresas devem estar atentas a isso. O bem-estar financeiro está diretamente associado a aspectos como produtividade, saúde e qualidade do trabalho entregue.

A dica aqui é que o empregador crie um ambiente favorável para que os seus colaboradores tenham orientação financeira. Isso pode ser feito por meio do suporte de profissionais especializados com consultorias individuais ou workshops em grupos. O compartilhamento de soluções direcionadas ao mercado de investimentos também é uma opção.

Com criatividade, é possível ajudar o seu time a controlar melhor as finanças pessoais, reduzindo as preocupações e possibilitando crescimento financeiro dele e da sua empresa.

Adote opções para flexibilizar o pagamento

O salário on-demand (sob demanda) consiste em criar uma situação que permite ao colaborador receber o pagamento pelos dias já trabalhados quando ele quiser.

A adoção dessa medida traz mais flexibilidade para que ele possa planejar o seu mês com tranquilidade, especialmente em um momento onde muitos tiveram a renda reduzida.

Como consequência, ajuda a trazer um certo conforto financeiro, algo muito importante em um cenário como o que vivemos.

Outra opção neste cenário é oferecer a possibilidade de crédito consignado a taxas mais baixas. Desta forma o colaborador consegue se organizar sem complicar a sua saúde financeira no futuro.

Ajude o colaborador a planejar o seu futuro

Aliada às dicas anteriores, uma ideia que pode ampliar a sua estratégia de gestão de benefícios é ofertar um auxílio atrelado ao planejamento do futuro.

Mostrar que a empresa está preocupada e quer criar laços de longo prazo é uma excelente forma de estimular o seu colaborador e trazer mais segurança para ele. É nesse ponto que entra a Magnetis.

Ofereça o benefício que realmente importa para seus colaboradores

Como a Magnetis pode ajudar nesse processo?

A Magnetis oferece programas voltados ao bem-estar financeiro dos colaboradores. E faz isso através de um diagnóstico preciso da situação financeira de cada colaborador e indica planos personalizados para auxiliá-los em seus objetivos financeiros.

Com o auxílio de uma plataforma exclusiva, os colaboradores têm acesso a vídeo-aulas e muitos conteúdos para ajudá-los em seu planejamento financeiro. Por meio da plataforma também é possível agendar consultorias com profissionais especializados.

Inovar na gestão de benefícios significa oferecer ao seu colaborador oportunidades para que ele lide com as necessidades que surgirem de um modo mais positivo. Momentos de crise mostram a importância da gestão financeira. É possível perceber como o investimento oferece mais segurança e permite um planejamento futuro no curto, médio e longo prazo.

A Magnetis pode auxiliar o seu colaborador a cuidar melhor das finanças, inclusive com planos de previdência que ajudam a pensar no futuro.

Você quer adaptar a gestão de benefícios em tempos de crise? Então aproveite para conhecer a Magnetis para Empresas e veja como podemos transformar a educação financeira dos seus colaboradores.

Julia Ayres

Julia é jornalista por formação, mas apaixonada por marketing digital, performance e educação financeira. Atualmente, lidera as estratégias de marketing para a área de empresas da Magnetis

leia mais desse autor