O que é caderneta de poupança? – Glossário Financeiro

por Rodrigo Botinhão | 10/01/2018

Glossário Financeiro: O que é LC?

O que é caderneta de poupança?

A caderneta de poupança é um dos investimentos mais populares e tradicionais do Brasil. Aplicar na poupança é bastante simples. Mas, como toda aplicação, existem vantagens e desvantagens que a tornam adequada para perfis específicos de investidores.

Criada há mais de um século, ainda pelo Imperador D. Pedro II, para atender especialmente as camadas mais pobres, a poupança tem uma história que se confunde com a Caixa Econômica Federal. Lá em 1861, em janeiro, por meio de um decreto do imperador, que foi instituída a Caixa Econômica Federal e Monte de Socorro, em que a caderneta de poupança foi uma de suas duas modalidades.

Quando foi criada e durante muito tempo, a poupança era muito utilizada justamente porque não havia a possibilidade de diversificar a carteira de investimentos

Hoje, a situação é distinta e, desse modo, há outras aplicações em renda fixa que são mais vantajosas sem que se perca em segurança.

Quando foi criada e durante muito tempo, a poupança era muito utilizada justamente porque não havia a possibilidade de diversificar a carteira de investimentos. Hoje, a situação é distinta e, desse modo, há outras aplicações em renda fixa que são mais vantajosas sem que se perca em segurança.

Ainda assim, muitas pessoas recorrem à caderneta: de acordo com a pesquisa, em 2016, da Federação de Comércio do Estado do Rio de Janeiro, Fecomércio RJ, são mais de 75% das pessoas que optam por guardar seu dinheiro nas contas poupança.

Como funciona uma caderneta de poupança?

É bastante simples entender como funciona a poupança. A caderneta é regulada pelo Banco Central do Brasil por meio de legislação e possui regras simplificadas, confira:

· Alta liquidez: é possível retirar o dinheiro guardado na conta poupança a qualquer hora;

· Ausência de taxas: para abertura de conta, ou para manutenção, o banco não cobra nenhum tipo de taxa,

· Isenção de impostos: na caderneta, não existe nenhuma taxa cobrada sobre os rendimentos, como Imposto de Renda ou IOF.

De maneira geral, para quem não está familiarizado com o que é caderneta de poupança, saiba que se trata de um investimento com rentabilidade mensal, ou seja, existe uma taxa de juros acrescentada ao valor aplicado na conta.

A caderneta de poupança é oferecida por instituições financeiras, normalmente um banco. Hoje em dia, por causa do cartão de débito, a poupança é parecida com uma conta-corrente — exceto pela questão do rendimento. Cada banco pode ter diferentes critérios para abertura de conta, como exigência de depósito mínimo. A regra de rentabilidade da poupança, entretanto, é a mesma para todos os bancos, pois é definida pelo governo por meio de legislação própria.

Taxa de rendimento da caderneta de poupança

Para calcular a taxa de rendimento da poupança é preciso levar em consideração dois fatores: a taxa Selic e a Taxa Referencial (TR). A Selic é a taxa básica de juros da economia. A Taxa Referencial (TR), como o próprio nome diz, trata-se de um valor de orientação para corrigir diversos tipos de depósitos, como o FGTS e o rendimento da poupança a fim de, ao mesmo tempo, controlar a inflação.

O impacto da Selic é significativo para os rendimentos na poupança, pois esta é a taxa usada como referência para a regra que determina qual será o retorno da poupança. Portanto, é possível encontrar duas possibilidades de retorno quando o dinheiro é aplicado na caderneta: quando a Selic é superior à 8,5% ao ano, os rendimentos da poupança são de 0,5% ao mês (ou 6% ao ano) + TR; quando inferior à 8,5%, é calculada a porcentagem de 70% da Selic para o mês + TR.

Na prática, é ainda mais simples: embora a poupança seja uma opção segura (principalmente se considerarmos as garantias dos bancos por meio do Fundo Garantidor de Créditos - FGC - em caso de falência), como investimento não é alternativa mais vantajosa, pois o rendimento não é atraente.

Alternativas para a poupança

Por via de regra, quem aplica seu patrimônio na caderneta de poupança necessita de segurança, praticidade e liquidez. Para quem busca bom rendimento, a poupança deixa a desejar, mas ela pode ser útil para quem precisa administrar o dinheiro do dia a dia ou fazer uma pequena reserva de emergência.

Se você busca mais retorno, existem alternativas de investimentos, principalmente em renda fixa, que podem ser tão seguras e ainda mais proveitosas, como Tesouro Direto, Fundo DI e CDB. Portanto, o fundamental é conhecer possibilidades para diversificar a carteira e, assim, aumentar os rendimentos.

Por isso, conte com a Magnetis para escolher as melhores opções de aplicações de acordo com o seu perfil. Quer saber mais sobre a poupança? Acesse grátis um guia gratuito sobre poupança que explica porque ela não mais é vantajosa e quais opções de investimentos podem ser melhores.