Commodities – Glossário Financeiro

O que são commodities?

A palavra commodity é originada do inglês e significa mercadoria.

No mercado financeiro, as commodities funcionam como um tipo de investimento baseado em matéria-prima produzida em larga escala, como café, ouro, soja, petróleo e carne, e que podem ser estocadas por um determinado período sem que percam a qualidade.

Seu preço é definido pelo mercado em decorrência da oferta e demanda, e não pela política de preços da empresa que produz.

E, já que são produtos de grande importância e consumidos mundialmente, as commodities podem ser uma boa opção de investimento, pois são itens básicos que atendem as necessidades de pessoas de todos os cantos do mundo.

Principais commodities brasileiras

O mercado de commodities no Brasil movimenta bilhões de reais em exportação, tornando o país um dos maiores exportadores de commodities do mundo, sendo que os principais produtos são: café, soja, suco de laranja, minério de ferro, petróleo e alumínio.

Apesar disso, por mais que as commodities tenham forte influência na economia do país, tudo varia de acordo com as demandas e valores de tais produtos no mercado externo.

Conheça as principais commodities brasileiras e o quanto renderam para o Brasil, em 2016, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior:

  • Soja: rendeu US$ 2,971 bilhões em exportação, tendo a China como principal consumidor;

  • Minérios de ferro e seus concentrados: rendeu US$ 1,082 bilhões de dólares, e também teve o mercado chinês como principal consumidor;.

  • Óleos brutos do petróleo: a commodities do petróleo é um dos principais produtos exportados pelo Brasil, com US$ 966 milhões, e com a China, mais uma vez, como principal consumidor;

  • Açúcar de cana, em bruto: cerca de US$ 767 milhões em exportação, com a China e Índia dividindo o posto de maior comprador,

Para ter uma ideia, a exportação de commodities no segundo semestre de 2016 foi responsável por R$ 207,4 bilhões, um avanço de 4,3% no período comparado.

Tipos de commodities

O mercado trabalha com quatro tipos de commodities:

  • Commodities agrícolas: fazem parte produtos cultivados por meio do agronegócio, como milho, café, açúcar, algodão, borracha, suco de laranja congelado, soja e trigo;

  • Commodities minerais: incluem diversos tipos de minerais produzidos ou extraídos, como petróleo, minério de ferro, etanol, níquel, prata, ouro e gás natural;

  • Commodities ambientais: produtos relacionados com o meio ambiente e essenciais para o setor industrial e agrícola, como água, madeira e geração de energia;

  • Commodities financeiras: aqui é levado em consideração as moedas negociadas em vários mercados e, também, títulos do governo, como o dólar, euro, real e títulos públicos do governo federal.

Preços das Commodities

O preço das commodities é negociado na Bolsa de Valores, com cotação mínima e máxima, tarifas e regras específicas de negociação.

            Na BM&FBovespa (atual B3), são negociadas as seguintes commodities:

  • Açúcar cristal;

  • Boi gordo;

  • Café arábica 4 / 5;

  • Café arábica 6 / 7;

  • Etanol Anidro;

  • Etanol Hidratado;

  • Milho;

  • Ouro;

  • Petróleo,

  • Soja.