Compliance – Glossário Financeiro

por Rodrigo Botinhão | 29/09/2017

Glossário Financeiro: O que é LC?

O que é compliance?

Compliance vem da palavra em inglês comply, que significa “agir em sintonia as regras”. Consiste, basicamente, em assegurar que a empresa está cumprindo com rigor todas as regras impostas pelos órgãos reguladores e dentro do padrão exigido de determinado segmento.

Se você tem uma empresa, independentemente do porte, sabe que existem diversas regras no que diz respeito a trâmites financeiros para evitar fraudes. A questão é que, muitas vezes, os estabelecimentos se perdem no meio de tantas contas e problemas, gerando prejuízos com órgãos reguladores.

Por meio da política de compliance, é possível alcançar com maior solidez os objetivos estratégicos da empresa. A área responsável pelo setor cuida do gerenciamento de todos os processos relacionados a governança corporativa, prevenção de fraudes, riscos, auditoria interna e externa, entre outros.

Além disso, o setor de compliance deve ter conhecimento de todos os detalhes referentes ao negócio em si, como seus objetivos e metas.

Entre as maiores vantagens da área de compliance, estão a conquista de credibilidade pelas partes interessadas, melhora na eficiência e qualidade dos serviços ou produtos ofertados e aperfeiçoamento nas áreas de governança.

Políticas da área de compliance

A partir do momento em que uma área de compliance é implementada, todos os setores da empresa devem se adequar às novas regras. Ao dar início à implementação, é importante contar com o suporte de profissionais especialistas no assunto para o desenvolvimento de todas as normas.

Antes de dar início a um projeto como esse, é necessário analisar alguns itens que devem ser seguidos à risca:

1. É preciso elaborar um código de conduta para os funcionários com linguagem simples;

2. Deixar os funcionários cientes das regras por meio de comunicação interna, utilizando, por exemplo, o endomarketing,

3. Dar o exemplo desde o cargo mais alto para os funcionários sentirem-se motivados a fazer o mesmo.

Áreas de atuação do compliance

A área compliance pode atuar em várias frentes dentro de uma empresa, algumas delas são:

Gestão de risco nas empresas: como o próprio nome diz, o objetivo é evitar problemas futuros tanto nas finanças quanto em outros setores importantes;

Governança corporativa: a ideia é ajudar na tomada de atitudes que os líderes precisam ter. Adotando a técnica da compliance, será cada vez menos recorrente ideias sem sentido que podem ameaçar a integridade de uma empresa,

Gestão de processos de negócios: setor responsável por garantir o máximo de rigor nos processos de compra e venda, já que esse é um déficit comum dentro de empresas que se perdem no meio do processo e acabam no prejuízo ou, pior, nas mãos dos órgãos regularizadores.​

Especialização em compliance

Para ser um analista em compliance, pesquise entre os diversos cursos de extensão em faculdades renomadas que ensinam como implementar a técnica e fazer dela um manual obrigatório.

O Brasil ainda é carente de profissionais especializados na área de compliance, por isso, o mercado vive em busca de analistas, cujo piso salarial gira em torno de R$ 10 mil.

Quer saber mais detalhes sobre a área de compliance? Entre em contato conosco e descubra a carteira de investimentos da Magnetis!​