O que é o mercado de ações? – Glossário Financeiro

O que é o mercado de ações?

O mercado de ações é um mercado aberto a um público disposto a vender e/ou comprar ações ou títulos equivalentes a pequenas parcelas do capital de uma empresa. Por ser um título patrimonial, ao comprar uma ação, o investidor se torna acionista da empresa, participando de seus lucros ou prejuízos.

Para que uma empresa venda as suas ações nesse mercado é preciso apresentar certos padrões e, também, ser aceita nas regulamentações específicas. Suas negociações podem ocorrer tanto na Bolsa de Valores - a mais comum e utilizada -, como, também, em mercados de balcão, na qual os títulos não comercializados na Bolsa são negociados.

Como funciona o mercado de ações?

O mercado acionário funciona como um mercado de compra e venda de ações. Quando um investidor compra uma ação de uma empresa, ele se torna acionista e começa participar dos lucros e prejuízos da empresa.

De forma bem simplificada, quando uma empresa obtém lucros, suas ações se valorizam e o acionista fatura também; já quando tiver prejuízo, suas ações se desvalorizaram e o acionista, consequentemente, perde dinheiro.

Todas as transações de compras e vendas de ações são feitas de forma eletrônica tanto por corretoras quanto pelo próprio investidor. Os preços variam de acordo com as leis do mercado, ou seja, da oferta e procura, da situação política e econômica, entre outras.

Quais são os mercados de ações no Brasil?

No Brasil, a única Bolsa de Valores atuante é a Bovespa, fiscalizada por um órgão do governo. Para que uma empresa tenha suas ações comercializadas na Bovespa, precisam seguir rigorosos pré-requisitos.

Já nos mercados de balcão, empresas menores e que não se encaixem em todo o rigor da Bovespa, podem comercializar as suas ações. No Brasil, o SOMA (Sociedade Operadora de Mercados Ativos) é considerado o primeiro mercado de balcão brasileiro - também controlado pelo órgão do governo que fiscaliza a Bolsa de Valores. Hoje, o SOMA faz parte da Bovespa e também tem a sua sede em São Paulo.


Como investir em mercado de ações?

Para investir no mercado de ações em Bolsa de Valores, é preciso, antes de tudo, definir qual o tipo deseja comprar e quais são seus objetivos com o investimento. Para isso, pesquise os tipos de ações e de investimentos possíveis no mercado.

Quando estiver com tudo em mente, entre em contato com uma corretora para lhe ajudar a abrir uma conta de investimento e, também, administrá-la. Se já tiver experiência, você mesmo poderá administrar e arcar com os riscos.

Riscos do mercado de ações

No geral, os benefícios e os riscos do mercado de ações são os mesmos de quando uma pessoa se torna dona do seu negócio, pois, com a compra de ações, você se torna sócio da empresa. Basicamente, se o negócio vai bem, terá a vantagem de crescer com ela. Caso contrário, poderá garantir prejuízos em seu bolso.

Custos de investir em mercado de ações

Os custos de investir em mercado de ações não são fixos, já que depende do quanto quer investir: quanto mais dinheiro, mais caro será o investimento, e vice-versa. É possível decidir o quanto deseja gastar, pois não existem valores mínimos e máximos.

Porém, há alguns tributos que devem ser levados em conta ao optar por esse tipo de investimento, como a taxa de corretagem, a taxa de custódia e o Imposto de Renda. Elas podem variar de acordo com a ação e o tipo de investimento que você realizar, como, também, da corretora de ações que escolher.



Quer saber qual a melhor forma de investir o seu dinheiro e planejar o seu futuro financeiro? Entre em contato conosco e descubra os investimentos da Magnetis!