o que é Blue Chip? – Glossário Financeiro

por Rodrigo Botinhão | 13/12/2017

Glossário Financeiro: O que é LC?

O que é blue chip?

Em se tratando de mercado de ações, é natural que certos ativos possuam melhor ou pior reputação na Bolsa. No caso da categoria de ações de grandes empresas com situação financeira sadia, que tenham notoriedade e, por consequência, volume alto de negociações, existe um termo que as define muito bem: blue chip.

Quer saber mais que é blue chip? Esse termo é utilizado no pôquer para as fichas de maior valor, que têm a cor azul. De acordo com especulações, essa expressão foi aplicada pela primeira vez nos Estados Unidos, na Bolsa de Valores de Nova York, quando um funcionário da Dow Jones teria se referido às ações mais valiosas do mercado naquele período usando a expressão blue chip.

Muito embora não exista uma lista oficial de blue chips na Bovespa, é sabido que todas essas ações possuem algumas características em comum. Entre elas: expectativa de alta lucratividade em períodos de crise ou não, muita liquidez, alta taxa de negociação e, embora o preço não seja decisivo para essa categoria, normalmente apresentam cotações mais altas.

​Qual a importância das ações blue chips para o mercado?

Por se tratarem de ativos de primeira linha no mercado, as ações blue chips são consideradas referência. Isto quer dizer que elas servem como um indicador para mensurar a situação atual da Bolsa.

A influência das blue chips na Bolsa pode ser comprovada ao encontrar facilmente esses ativos no Ibovespa, índice da Bovespa que reúne as ações com maior representatividade e negociabilidade do mercado.

Blue chips brasileiras

No mercado de ações do país, há alguns ativos de grande influência que merecem atenção, visto que são capazes de modificar o cenário econômico de maneira significativa. Entre as blue chips brasileiras mais conhecidas destacam-se as instituições no setores de finanças, energia, consumo e minérios, e é fundamental estudá-las e conhecê-las para que se tenha uma visão mais ampla e precisa da Bolsa. Confira a seguir as principais ações:

Petrobras (PETR4)

É considerada uma das maiores empresas do Brasil — com certeza, a mais negociada na Bovespa — e, de acordo com a Forbes, está entre as 20 principais petroleiras do mundo. Ainda que esteja em um momento de gerenciamento de crise, permanece na categoria de blue chips, com cotação baixíssima.

Vale (VALE5)

A Vale é vista como a maior empresa de mineração brasileira, de acordo com uma pesquisa realizada pela FIPECAFI em parceria com a Revista Exame.

Ambev (ABEV3)

A Ambev é a cervejaria mais premiada do mundo, em quantidade de títulos conquistados, de acordo com a World Beer Awards, e mais do que isso, considerada uma das melhores empresas do país por diferentes pesquisas.

Itaú Unibanco (ITUB4)

Itaú Unibanco é o maior banco do país — em lucro e valor de mercado, segundo a Istoé — e eleito uma das 50 melhores empresas do mundo.

Bradesco (BBDC4)

Entre as cinco melhores instituições financeiras do país, o Bradesco mantém níveis de crescimento constantes, ainda que não ultrapasse o Itaú, Banco do Brasil e Caixa.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil, ou BB, é muito mais do que um dos melhores bancos do país, é, também, o segundo maior da América Latina. Considerado uma das blue chips com maior solidez do Brasil, mesmo nos anos de grande crise e recessão.

Gerdau (GGBR4)

A Gerdau está entre as dez maiores siderúrgicas do mundo, pela World Steel Association, e entre as 5 de maior presença internacional. A expansão da empresa no país colabora para o impacto positivo no mercado de ações e, desse modo, mantém seu posto com ativos mais influentes.

Quer entender mais sobre blue chip e saber como aplicar seu dinheiro nessas ações com segurança? Entre em contato conosco e conheça a Magnetis!