O que é o Tesouro Direto IPCA? – Glossário Financeiro

por Rodrigo Botinhão | 20/10/2017

Glossário Financeiro: O que é LC?

O que é o Tesouro Direto IPCA?

O Tesouro Direto IPCA é um dos títulos concedidos pelo Tesouro Direto com boa margem de segurança e rentabilidade a médio e longo prazo. Ele é atrativo para os investidores principalmente por ter retorno acima da inflação.

Apesar disso, o rendimento do Tesouro Direto IPCA varia bastante, não possibilitando que você saiba exatamente quanto irá render ao término do contrato. Também é preciso levar em conta as taxas e descontos do Imposto de Renda, que varia de 15% a 22% do valor bruto mensal.

Principais características do Tesouro IPCA

O Tesouro Direto IPCA possui algumas características próprias e você pode observar algumas dessas particularidade abaixo:

  • O Tesouro Direto IPCA tem incidência no IR devido ao tempo que o dinheiro fica aplicado. Por exemplo, se o dinheiro for retirado antes de 180 dias, será preciso arcar com 22,5% sobre o valor bruto. Caso retire os ativos após o prazo de 720 dias, é deduzida a taxa de 15%;

  • Ainda há a cobrança anual de 0,3%, que é a taxa da BM&FBovespa, sem levar em conta que cada corretora cobra um valor próprio pela utilização do serviço;

  • O rendimento do Tesouro Direto IPCA varia dia após dia, e é possível acompanhá-lo por meio do site do Tesouro Direto.

Para tirar dúvidas de quanto o seu capital pode render, o Tesouro Nacional disponibiliza em seu site um simulador no qual é possível acompanhar a rentabilidade do título e, também, entender tipo melhor se adequa ao seu perfil.

Como investir no Tesouro Direto IPCA

O processo para investir no Tesouro Direto IPCA é bastante simples já que você precisa apenas se cadastrar no site de uma corretora e aguardar a aprovação.

Caso seja aprovado, após o período de análise, você terá acesso direto a títulos do Tesouro Direto IPCA com as taxas de rendimento disponíveis para o período. A partir daí, é só adicionar fundos à sua carteira e ser regrado quanto aos depósitos mensais.

Há, ainda, alguns bancos que não cobram taxas de manutenção, que podem ser um importante aliado para te dar melhor rentabilidade líquida.

Diferenças entre Tesouro IPCA e Tesouro IPCA com juros semestrais

A principal diferença entre o Tesouro IPCA e o Tesouro IPCA com juros semestrais está na remuneração.

Enquanto, no primeiro, é preciso esperar o término do contrato para retirar o dinheiro com um bom lucro, no semestral é possível retirá-lo a cada seis meses - desde que não retire o valor cheio, o lucro ainda será garantido.

O desconto do imposto e de outras taxas acontece no término do contrato quando o dinheiro será retirado.

Quer saber mais sobre os títulos públicos? Acesse gratuitamente o guia completo sobre Tesouro Direto.