Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Trabalho remoto: guia de boas práticas

A cultura do trabalho remoto faz parte do DNA da Magnetis desde o
primeiro dia.
Os fundadores adotaram esse modelo desde o início e
conforme o time foi crescendo, ele se tornou parte importante da nossa
cultura interna.

Disponibilizamos para todo o time a opção de trabalhar
em outros locais que não sejam o escritório. Temos perto de 30% do
time trabalhando integralmente remoto
, distribuídos em seis estados
do Brasil.

Acreditamos que esse modelo traz diversos benefícios para a
equipe e para a empresa, mas é preciso ter alguns cuidados e ajustes para
que a cultura do trabalho remoto funcione de verdade.
A seguir compartilhamos nossas boas práticas e aprendizados:

Boas práticas de home office que aprendemos durante os anos

Magnetis é uma empresa que possui 30% do seus funcionários inteiramente remotos e, com isso, aprendemos muito durante esses anos a como exercer a cultura de home office:

  • A confiança é fundamental. Você precisa contratar pessoas em quem confia, o que significa que nunca será necessário microgerenciá-las. Quando você contrata alguém em quem confia, não é esperado que lhe diga o que fazer, ele dirá o que deve ser feito.
  • Uma das coisas que podem dar errado é ter apenas uma pessoa trabalhando remotamente isolada de outros membros da equipe. Por isso, depois de contratar o primeiro desenvolvedor remoto, estabelecemos que, mesmo trabalhando no escritório, todos trabalharíamos como se estivéssemos remotos também. Na prática, isso significa se comunicar de forma mais proativa. Não tomar decisões locais, fazer chamadas de vídeo, e assim por diante.
  • A prática de home office é voluntária e quem quiser pode optar por vir para o escritório todos dias.
  • Não há uma regra geral para os dias em que se pode trabalhar remoto, isso varia de acordo com cada área e a suas necessidades. O ideal é consultar o líder antes de se programar.
  • É necessário garantir que o local no qual irá trabalhar tenha internet boa o suficiente para a execução das suas tarefas.
  • É permitido trabalhar em outras cidades, estados e países. Isso ajuda a não limitar geograficamente a busca de talentos e trazer mais
  • Ao escolher o local para trabalhar, é preciso garantir que não haverá risco de exposição de dados e vazamento de informações.
  • Os remotos recebem os mesmos benefícios de auxílio alimentação de quem fica alocado no escritório.
  • A jornada de trabalho se mantém a mesma do trabalho no escritório.
  • Antes de optar por trabalhar remoto, é preciso validar com o seu líder se a sua atividade pode ser executada à distância sem impactar a qualidade do trabalho e as entregas.
  • Trazemos todos os nossos colaboradores remoto para nossa sede por uma semana duas vezes por ano. O principal objetivo é socializar com toda a empresa. Não é a semana mais produtiva em termos de realização de tarefas, mas acreditamos que conhecer melhor um ao outro melhora nossa empatia e resulta em uma equipe melhor.
  • Durante as reuniões, tentamos evitar a distância dos remotos, investindo em uma infraestrutura que seja inclusiva para que os remotos sintam como se estivessem no escritório.
  • Nem tudo é ótimo. Às vezes, celebramos coisas incríveis que fizemos e os trabalhadores remotos não estão lá para participar. Tentamos minimizar isso fazendo sessões de vídeo, mas não é a mesma coisa que a interação ao vivo.
Banner podcast Papo de Firma

Melhoras ferramentas para ajudar na produtividade e comunicação no trabalho remoto

  • Slack: nossa principal ferramenta de comunicação atualmente, temos diversos canais organizados por equipes e temas.
  • Github: é claro, para a versão do código, mas também estamos usando para conversas assíncronas com os problemas do Github.
  • Zoom: nossa ferramenta de escolha para vídeo chamadas, usamos muito.
  • Trello: para organizar nossos projetos, tarefas, bugs, dívidas técnicas, etc.
  • Notion: nossa ferramenta de escolha para compartilhar conhecimento no estilo wiki.
  • Google Drive: documentos, planilhas, apresentações etc.

Cerimônias são importantes

As cerimônias são imprescindíveis para que a equipe e empresa como um todo funcione e estejam sempre na mesma página. Por isso, separamos algumas das principais cerimônias que fazemos aqui na Magnetis:

  • Reuniões diárias: cada equipe se reúne diariamente para sincronizar o status de tarefas em andamento e conversar entre si.
  • Retros: fazemos retrospectivas ágeis para identificar melhorias, toda semana temos uma versão melhor de nossas equipes.
  • Palestras técnicas: mensalmente, temos esta reunião para compartilhar conhecimento entre a equipe. As conversas podem ser sobre algo que fizemos em nossos projetos ou sobre alguma tecnologia que um desenvolvedor está estudando e deseja trazer para a mesa.
  • All Hands: semanalmente, temos uma apresentação em toda a empresa que pode ser apresentada por qualquer membro da equipe, após a sessão de perguntas e respostas com nosso CEO.
  • 1x1s: todo líder tem uma conversa em andamento sobre como as coisas estão acontecendo com cada membro da equipe, é a conversa perfeita para o membro da equipe alinhar possíveis oportunidades ou problemas para que o gerente possa agir de acordo.

Gostou do nosso conteúdo? Deixe um comentário contando para nós como funciona a cultura de home office e sua rotina de trabalho remoto na sua empresa!

Luciano Tavares, CFP®

Luciano Tavares, CFP® é fundador e CEO da Magnetis. Administrador de carteiras credenciado pela CVM e planejador financeiro CFP ®, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

leia mais desse autor