Quais são os principais indicadores de RH e como usá-los?

por marlon carvalho | 08/01/2019

indicadores de rh

Administrar a área de recursos humanos (RH) em uma empresa não é tarefa fácil. Por isso, medir o desempenho desse departamento é uma prática fundamental de quem deseja melhorar os resultados da organização.

O acompanhamento de indicadores de RH é uma estratégia que, na prática, aumenta a eficiência da gestão e colabora com a produtividade, à medida que os indicadores trazem à tona informações de grande valor para a toda a liderança.

Então, acompanhe as informações deste post agora para melhorar a eficiência nos processos administrativos da sua companhia!

O propósito dos indicadores de RH

Também conhecidos como KPIs (Key Performance Indicator), indicadores são parâmetros utilizados para medir desempenhos matematicamente e, assim, diagnosticar eventuais desvios e oportunidades. Os de RH, portanto, revelam a eficácia da gestão de pessoas em uma empresa.

O acompanhamento desses indicadores demanda disciplina no registro de informações periodicamente, visto que elas alimentam relatórios e servem como uma espécie de fotografia da realidade do departamento nas suas principais frentes de administração.

Abrir mão de indicadores de RH impede a liderança de tomar decisões precisas, aumenta os riscos de desperdício de recursos financeiros e faz com que a empresa perca a oportunidade de gerenciar de perto uma das suas áreas mais importantes.

Do mesmo modo, à medida que uma atenção especial é dedicada à atividade de gestão por indicadores, além de otimizar os investimentos, a organização dá um salto na sua qualidade administrativa de modo geral, tal qual veremos a seguir.

A eficiência conquistada ao utilizá-los

Quando a previsão do tempo mostra que existe muita probabilidade de chuva em determinada data, quem está se preparando para compromissos externos tem oportunidade de tomar as devidas precauções antes de sair de casa. Com relação às informações dos indicadores de RH não é muito diferente.

Se os números referentes à rotatividade de colaboradores, por exemplo, estiverem elevados em certo período, o corpo de gestores buscará entender os porquês e, em seguida, agirá em prol da redução desse sério problema, que dificilmente seria identificado sem ferramentas adequadas de diagnóstico.

É provável que alguns problemas sejam identificados sem a presença de indicadores de RH, mas é quase impossível quantificá-los rapidamente sem registros para servirem de base para o entendimento da situação.

Vale dizer ainda que a antecipação a problemas já enfrentados também é uma grande vantagem que a utilização de indicadores propicia. Surpresas podem existir, evidentemente, no entanto, elas são menos recorrentes quando a administração leva em conta os principais indicadores de RH na condução das operações-chave do departamento.

Os principais indicadores de RH

Seja por meio de planilhas, seja pelo uso de softwares especializados, o real valor do acompanhamento de indicadores está na qualidade dos dados e na capacidade interna da empresa de avaliá-los e de agir para aprimorar os próprios resultados, mesmo que eles não estejam indo tão mal assim.

Portanto, repare nos indicadores de RH a seguir e reflita sobre como eles fazem sentido para sua organização.

Percentual de contratações finalizadas dentro do prazo

Principalmente diante da iminência do início de projetos, as contratações precisam ocorrer em tempo hábil para que os cronogramas não sejam impactados. Por isso a importância de acompanhá-las de perto e de identificar se os rumos do planejamento do departamento de RH estão sendo seguidos conforme esperado.

Processos de contratações que transcorrem dentro do prazo estipulado asseguram, inclusive, a boa qualidade do recrutamento, que, feito às pressas, pode influenciar o aumento de outro indicador no futuro, o de rotatividade de pessoas.

Índice de rotatividade dos colaboradores

A rotatividade de colaboradores — ou turnover — é um indicador de grande valor, sobretudo, perante a saída de pessoas, porque ela raramente é positiva e sempre vem acompanhada de aumento de despesas, em razão do custeio dos trâmites da demissão e da recontratação.

Além disso, por meio dos indicadores de RH que denunciam o turnover é possível identificar qual área da empresa está contribuindo mais para a elevação do índice, permitindo à liderança investigar as causas e agir prontamente, com vistas a um maior engajamento dos trabalhadores.

Taxa de satisfação e lealdade

A queda desse indicador de RH pode representar sérios problemas administrativos: pode ser uma liderança despreparada emocionalmente, uma divisão de tarefas desequilibrada ou mesmo falhas durante o processo de seleção de pessoas.

Por meio de pesquisas, a satisfação dos colaboradores pode ser medida esporadicamente, a fim de que atitudes possam ser tomadas para aumentar a lealdade deles à empresa, ou seja, estender o tempo de permanência na casa e elevar o nível da produtividade em projetos.

Produtividade no expediente de trabalho

Muitas pessoas não gostam de ser monitoradas e nem de ter seu desempenho medido de perto. No entanto, é praticamente impossível prosperar no mundo de negócios sem disciplina na execução de tarefas.

Por isso, administrar o indicador de produtividade no expediente de trabalho é tão importante, uma vez que esse comportamento amplia a visão do gestor imediato sobre a performance cotidiana de cada colaborador e otimiza tanto a distribuição de tarefas quanto a avaliação do impacto que eventuais atrasos e faltas têm trazido à equipe como um todo.

Total de faltas e atrasos dos colaboradores

Esse é um dos primeiros indicadores analisados quando as metas de um departamento, por exemplo, não são atingidas a contento. Quantificar faltas e atrasos dos colaboradores é uma maneira de observar quão engajados eles estão em relação aos interesses da companhia e, principalmente, de certificar se eventos comuns e recorrentes têm influenciado atrasos e faltas de várias pessoas — como rotas de ônibus fretado muito extensas, epidemia de alguma doença contagiosa, greve nos serviços de transporte público etc.

Sem falar que problemas de absenteísmo ou desencontro de horários podem prejudicar até mesmo o atendimento ao cliente: quando algumas linhas telefônicas ficam indisponíveis e congestionam outras por falta de operadores, quando o atendimento com hora marcada precisa ser reagendado, quando a quantidade de profissionais está reduzida e acaba gerando filas de atendimento, entre outras possibilidades.

Índice de reclamações dos clientes

Quem dera todas as empresas soubessem com exatidão quais são as principais reclamações dos clientes a seu respeito. Elas teriam mais elementos para nortear a construção de uma companhia mais forte e competitiva.

Medir o índice de reclamações dos clientes dá aos gestores a pista que precisam para revisar os processos internos do negócio e encontrar pontos de melhorias urgentes, afinal, quando a satisfação dos clientes está em jogo, muito dinheiro pode ficar para trás caso a empresa deixe de fechar negócios ou tenha sua reputação manchada no mercado em que atua.

Obviamente, existem muitos outros indicadores de RH que poderiam ser citados aqui para clarear suas ideias e aguçar sua criatividade na condução das tarefas da empresa, como investimentos em treinamento, quantidade de colaboradores treinados, relação entre horas extras e trabalhadas, custo per capita de benefícios etc.

No entanto, para aprofundar seus conhecimentos após essa leitura sobre indicadores de RH, sugerimos que você leia este outro conteúdo sobre produtividade no trabalho, no qual apontamos estratégias úteis para você e para os colaboradores de sua equipe. Confira!

Avaliar o post