Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Investimento com resgate mensal: 7 opções para você conhecer

Você está à procura de uma forma de aplicar seu dinheiro que garanta resgate mensal? Deseja investir, mas não abre mão de ter uma reserva à sua disposição sempre que precisar? Então, conhecer os tipos de investimento é o primeiro passo!

Viver de renda está entre os objetivos de muitas pessoas, mas nem todas as estratégias contribuem para isso. A escolha da aplicação ideal faz toda a diferença, e você conhecerá as melhores opções neste post. 

Ficou curioso? Continue a leitura para se planejar melhor!

Investimento com resgate mensal: para quem ele é indicado? 

Se você deseja ter acesso a uma rentabilidade mensal, precisa saber que está em busca de opções de curto prazo

Esses ativos costumam ter uma boa relação entre liquidez e rentabilidade, e são excelentes para pessoas mais cautelosas e que valorizam uma reserva de emergência. Em geral, caso alguma surpresa ocorra, seu capital não estará totalmente imobilizado. 

A chegada de um filho, uma despesa inesperada, uma demissão e até mesmo um problema de saúde são situações que podem acontecer. Para isso, investimentos com resgates mensais podem ser seus aliados. 

E se o objetivo é viver de renda? Apesar de não ser um processo simples, essa não é uma meta inatingível. Na verdade, com planejamento e estratégia, é possível acumular um capital que gere rendimentos mensais suficientes para arcar com seu custo de vida. 

O que analisar na hora de escolher esse investimento? 

Conforme já mencionamos, nem todos os investimentos são indicados para quem tem o propósito de realizar saques mensais. Afinal, alguns vão exigir um prazo maior de aplicação ou até um valor de investimento mais expressivo. 

Diante disso, na hora de escolher onde investir, é preciso ter uma boa estratégia e um planejamento financeiro eficiente e coerente com suas metas. Além disso, você deve avaliar alguns fatores, como:

Quais sãos os 7 melhores investimentos com resgate mensal? 

Antes de qualquer coisa, é importante destacar que não existe um melhor investimento com resgate mensal. Tudo depende de suas necessidades e da análise dos fatores apresentados anteriormente. 

Para ajudar você a encontrar um bom investimento, selecionamos 7 opções interessantes. Acompanhe!

1. Tesouro Prefixado

Você já conhece o Tesouro Prefixado? Trata-se de um título de dívida pública emitido pelo governo. Na prática, ele funciona como um empréstimo de dinheiro para o Estado — fundamental para a execução de obras públicas, por exemplo. 

Devido a essa característica, o Tesouro Direto é considerado um dos mais seguros do mercado. Afinal, as chances de calote são bem pequenas. 

Vale destacar que alguns títulos permitem o saque mensal. No entanto, é sempre interessante avaliar todos os fatores antes de investir, em especial a rentabilidade. Lembrando que não é preciso manter a aplicação até data do vencimento, mas o resgate antecipado pode gerar prejuízos. 

2. CDB de liquidez diária

O CDB de liquidez diária pode ser útil para quem precisa fazer retiradas mensais. Bem semelhante ao Tesouro, ele é emitido por instituições bancárias e pode ser considerado uma aplicação segura. 

É importante observar que a rentabilidade desse tipo de investimento nem sempre é tão atrativa. Portanto, o ideal é mesclar com outras opções de renda variável e que tenham vencimento mais longo. 

Além disso, é essencial pesquisar e conhecer as diversas opções à disposição. Atualmente, é possível encontrar CDBs com rentabilidades acima de 100% do CDI em corretoras de investimentos — valor bem superior ao oferecido pelos grandes bancos. 

3. Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA+ tem características bem parecidas com as do Tesouro Prefixado, porém ele trabalha com rendimentos híbridos. Em geral, há a combinação de uma taxa prefixada com a taxa da inflação, conhecida como IPCA. 

Apesar de não ter grande rentabilidade, é uma boa opção para pessoas mais conservadoras e com receio de que uma crise econômica prejudique sua carteira. 

Na prática, o investimento em Tesouro IPCA+ permite um ganho real, uma vez que o patrimônio sempre estará acima da inflação. Existem, ainda, opções com saques semestrais. 

4. Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários (FIIs) são negociados na bolsa de valores. Eles permitem o investimento em diferentes tipos de imóveis, como shoppings, hotéis, galpões logísticos e hospitais. Em síntese, você se torna um cotista e seu dinheiro será administrado por um gestor experiente. 

É uma excelente alternativa para quem visa fazer retiradas periódicas, uma vez que esses fundos fazem uma distribuição mensal dos lucros, popularmente conhecida como aluguel

Mesmo estando inseridos no grupo de renda variável, o risco desse tipo de operação não é alto. Além disso, os rendimentos alcançados servirão como uma espécie de aluguel, permitindo que você consiga se organizar para viver de renda. 

5. Ações pagadoras de dividendos

O investimento em ações também pode ser útil para quem está em busca de saques mensais. Isso porque existem opções que pagam dividendos periódicos que caem direto na conta de quem aplica. 

Quando você compra uma ação, está se tornando um sócio da empresa. Em geral, todos os meses, parte dos lucros obtidos são repartidos com os acionistas. Dessa forma, é possível ter acesso a uma quantia regularmente, que varia conforme o valor aplicado. 

É importante dizer que essa é uma operação de alto risco. Quem escolhe investir na bolsa de valores precisa estar preparado para a possibilidade de perder e, claro, ter uma carteira de investimentos variada. 

6. Fundos de investimentos

Os fundos de investimentos são bem conhecidos no mercado e já fazem parte das estratégias de muitas pessoas. Na prática, estamos falando de uma aplicação coletiva, em que você é dono de uma cota e um administrador profissional faz a gestão do dinheiro. 

Há várias opções de fundos para serem escolhidos e, se você deseja fazer resgates mensais, pode encontrar boas oportunidades. Isso porque, ao fazer esse investimento, você deposita uma quantia e consegue fazer um saque quando precisar. 

Atenção! Cada fundo tem suas regras e nem todos têm rendimentos mensais. Por isso, é importante pesquisar e avaliar com atenção essas particularidades. Além disso, é fundamental estar ciente dos riscos existentes — existem opções mais arriscadas e mais conservadoras. 

7. Renda fixa privada

Pode parecer estranho falar de resgate mensal e renda fixa privada ao mesmo tempo. Afinal, a maioria dos investimentos dessa categoria não permite esse tipo de resgate. Porém, existem exceções!

Algumas instituições financeiras trabalham com títulos privados que oferecem a opção de resgate mensal. Apesar de ser mais difícil, você pode encontrá-los com um pouco de pesquisa. 

Como vimos, é totalmente possível fazer um investimento com resgate mensal. Não faltam boas opções no mercado, cada uma com suas características, riscos e rentabilidades. O ideal é estudar bastante e fazer escolhas inteligentes. Aliás, o que acha de aprender um pouco mais? Conheça agora mesmo alguns outros tipos de investimentos!

Luiza Caricati

Luíza Caricati é produtora de conteúdo da Magnetis. Jornalista, tem experiência na área de investimentos, educação e negócios, e lidera nossa estratégia multimídia, traduzindo conteúdos complexos em comunicações didáticas para diversos formatos.

leia mais desse autor