[Bate-papo ao vivo] Como investir em tempos de volatilidade no mercado

por Daniel Jannuzzi

Investir em tempos de volatilidade no mercado financeiro exige foco e um bom planejamento, já que as mudanças acontecem de forma bem rápida. Por isso, é normal que nessas horas as pessoas fiquem temporariamente em dúvida sobre suas aplicações. 

Às vezes, os investidores até se precipitam e tomam decisões que não são tão boas assim, como tentar prever o imprevisível ou liquidar um investimento apenas pelo medo de que seu rendimento caia. A impulsividade, aliás, é o erro número 1 de quem perde dinheiro nesses momentos.

Para explicar um pouco mais sobre qual estratégia adotar para investir melhor diante da turbulência, eu e a Mariana Congo, gerente de comunicação aqui da Magnetis, fizemos um bate papo ao vivo em nosso canal no YouTube. O vídeo na íntegra você confere a seguir:

Qual é a estratégia para investir bem?

A bolsa bateu recordes de alta no começo do ano, chegando a fechar o mês de janeiro em alta de mais de 11%, perto dos 85 mil pontos. O dólar começou o ano cotado perto de R$ 3,20 e a Selic - a taxa básica de juros - estava em 7% ao ano.

No entanto, a Bovespa agora acumula um retorno negativo no ano (mais de 7% de queda, de volta à casa dos 70 mil pontos). O dólar está perto dos R$ 3,80 e a Selic caiu para 6,5% ao ano.

O rendimento da poupança é ruim. Entenda por que

E isso sem falar que 2018 é ano de eleição presidencial, em que tradicionalmente a volatilidade aumenta quanto mais se aproxima o dia da votação, dependendo de como estiver a disputa.

Porém, independentemente do momento do mercado, a volatilidade e a incerteza são fatores que sempre estarão presentes em algum grau. Afinal, quando se trata de futuro, tudo é incerto.

Mas é possível aproveitar essas oscilações e investir para bater o mercado? Vamos ver alguns exemplos práticos.

No gráfico a seguir você o desempenho de uma Carteira Magnetis Risco 5, a categoria mais arriscada, desde outubro de 2015 - quando colocamos essa carteira no ar - até hoje.

Como investir em tempos de volatilidade no mercado

Note dois grandes momentos de queda na rentabilidade da carteira, marcados no gráfico: em novembro de 2016, com o resultado da eleição presidencial nos Estados Unidos (quando Donald Trump foi eleito); e em maio de 2017, logo após a delação da JBS.

Vale ressaltar que são dois eventos que pegaram o mercado de surpresa e dificilmente alguém conseguiria prevê-los, tornando impossível qualquer tentativa de "vender na máxima" e depois "comprar na baixa".

Imagine que você tivesse investido R$ 10 mil nessa carteira alguns dias antes desses eventos. Já pensou se, com medo da instabilidade no mercado, você tivesse resgatado seu investimento no meio desses eventos que afetaram a rentabilidade da carteira? 

Repare no desempenho dela depois desses eventos. Perceba que houve uma boa recuperação nas semanas e meses seguintes. Então, como driblar o efeito da instabilidade do mercado nos seus investimentos?

É isso mesmo: invista pensando no longo prazo, de acordo com o seu perfil!

E se você realmente tiver um perfil arrojado, como o da Carteira Magnetis Risco 5, esteja preparado para as oscilações de curto prazo.

Caso essas variações assustem você, sem problemas! Temos outras opções de carteiras mais conservadoras e com boa diversificação, que apresentam variações menores diante de momentos mais voláteis.

Market-timing: cuidado com a ilusão de bater o mercado

Um amigo meu diz que dirigir um carro é um ato de prever o futuro. É tentar adivinhar o que os outros motoristas estão pensando e o que eles vão fazer antes que eles deem qualquer sinal. No trânsito, essa postura mais ativa pode fazer você ganhar algum tempo no seu trajeto e, claro, evitar acidentes de vez em quando.

Mas, assim como eu, você já deve ter experimentado não seguir a recomendação do seu GPS e fazer o trajeto por conta própria. No final, quem se deu melhor?

Fazendo um paralelo com o mundo dos investimentos, o ato de comprar e vender ativos tentando prever os movimentos do mercado é chamado de market-timing.

Bancos e outras grandes instituições financeiras possuem equipes enormes de especialistas que usam métodos bem sofisticados para tentar prever esses movimentos. E mesmo essas equipes se enganam de vez em quando.

Aqui vai um exemplo recente: no último mês de maio, quase todo o mercado tinha certeza de que o Banco Central iria reduzir a Selic para 6,25% ao ano. Assim, boa parte dos contratos relacionados ao mercado de juros estavam ancorados nessa expectativa.

Porém, no dia do anúncio da decisão, o BC surpreendeu a todos e resolveu manter a Selic em 6,5% ao ano, fazendo com que a maioria das projeções fosse revisada. Resultado: prejuízo financeiro para quem acreditou que a Selic fosse cair para 6,25% ao ano naquele momento.

Como você, investidor pessoa física, pode se proteger dessas incertezas? É simples! Tendo um plano diversificado e consistente de investimentos de longo prazo, que esteja bem ajustado aos seus objetivos financeiros e que respeite seu perfil de investidor.

Quando o mercado está agitado, é normal que as pessoas sintam a necessidade de se mexer, de tomar alguma atitude. Faz parte da nossa natureza e é algo amplamente estudado pelas Finanças Comportamentais e pela Psicologia Econômica. Dá uma sensação de dever cumprido saber que estamos fazendo alguma coisa, ainda que a solução escolhida não seja a melhor.

Porém, seguir com o seu plano inicial quando todo mundo está mudando de posição também é uma decisão que traz benefícios, pelo menos quando se trata de aplicações financeiras. Vamos ver alguns deles?

  • check
    Quando você mantém seus investimentos diversificados como estão, não precisa pagar os impostos referentes ao resgate das suas aplicações;
  • check
    Também não precisa se preocupar com onde reinvestir o seu dinheiro. Você não quer voltar para o rendimento da poupança, certo?
  • check
    Você não precisa pagar mais taxas para reaplicar o valor.

Então, se você montou um plano de investimentos diversificado e de acordo com o que você quer para o seu futuro e se os seus objetivos não mudaram, por que resgatar o que você investiu? Só por que o mercado está turbulento? Isso só vai dar mais trabalho para você.

Aqui na Magnetis não estamos ajudando as pessoas a fazer previsões, mas a investir de acordo com seu perfil e respeitando seus objetivos financeiros, não importa o momento do mercado. 

Aliás, nós montamos carteiras diversificadas para que você fique mais tranquilo com as suas aplicações, especialmente em horas como essa.  

Eu tenho um convite especial para você: que tal montar um plano de investimentos com a Magnetis, descobrir o seu perfil de investidor e testar o nosso serviço? É grátis e só leva alguns minutos! 😉

Deixe aqui o seu comentário e compartilhe conosco a sua dúvida ou a sua experiência com investimentos. Conte para nós qual é a sua estratégia para investir bem, não importa o momento do mercado!

Daniel Jannuzzi é economista e consultor de investimentos da Magnetis

Daniel Jannuzzi é economista e consultor de investimentos da Magnetis.

[Bate-papo ao vivo] Como investir em tempos de volatilidade no mercado
5 (100%) 1 vote