Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

As 7 melhores dicas para juntar dinheiro rápido

Saber como juntar dinheiro rápido é o desejo de muitas pessoas que já perceberam a necessidade desse processo. A princípio, a primeira ideia pode ser para adquirir um bem, seja um carro, casa ou mesmo fazer uma viagem. 

No entanto, juntar dinheiro também é o pontapé inicial para entrar no mundo dos investimentos. Afinal, o planejamento financeiro é uma das bases de bons investidores, ou seja, de quem tem a preocupação de acumular seu capital e fazer seu patrimônio crescer. 

7 dicas práticas para juntar dinheiro rápido 

É muito comum encontrarmos dicas surreais, de especialistas que, muitas vezes, não compartilham a mesma realidade da maioria das pessoas. Por isso, é comum muita gente desanimar, principalmente, por acreditar que juntar dinheiro só é possível quando você tem muito. 

Assim, a primeira coisa que precisamos deixar claro é que é possível juntar dinheiro rápido, mesmo que seja um pouco por mês ou por um o período que for adequado à sua realidade. 

Dito isso, a seguir você confere 7 dicas práticas, para que você comece agora mesmo a juntar dinheiro rápido e fique mais perto de conquistar o objetivo. 

1. Estabeleça seu objetivo

Como falamos sobre o objetivo, esse processo é a primeira tarefa para que você consiga juntar dinheiro.

Definir um objetivo financeiro, com um motivo bem estabelecido e um planejamento adequado, é fundamental para que você consiga guardar dinheiro. Afinal, todas as vezes que você pensar em gastar mais do que deve ou mesmo pegar esse dinheiro para outras coisas, você deve lembrar esse item. 

Normalmente, o principal motivo que leva as pessoas ao processo de juntar dinheiro é a conquista de um objetivo. Portanto, tenha em mente quanto você precisa juntar, assim, será mais fácil encontrar onde você pode economizar. 

2. Controle o seus gastos

Não há como falarmos de juntar dinheiro rápido sem que você controle seus gastos. O princípio básico é bem simples: você não pode gastar mais do que recebe. 

Para isso, é necessário que você conheça suas despesas fixas, seus gastos avulsos e, sobretudo, as suas fontes de receitas. 

Na hora de colocar na ponta do lápis, você só consegue juntar dinheiro se os gastos forem menores do que o tanto que você ganha. 

Para que essa dica se torne mais fácil, a próxima é de muita ajuda. 

3. Conte com uma planilha financeira

Quando falamos em controle de gastos, uma planilha financeira é uma das melhores formas de fazer esse gerenciamento.

Uma boa planilha de gastos, além de proporcionar que você tenha uma visão geral da sua receita e das suas despesas mensais ou anuais, ela ainda te ajuda a entender quais são as contas que podem ser cortadas ou reduzidas. 

Para montar uma boa planilha financeira realmente, você deve colocar diariamente, ou semanalmente, dados como:

  • renda (salários e outros ganhos);
  • gastos essenciais (aqueles você precisa para sobreviver);
  • gastos avulsos (supermercado, aplicativos de comida, lazer);

 Além disso, para que você tenha uma visão ainda melhor, o ideal é dividir seus gastos em categorias. Alguns exemplos são:

  • moradia: aluguel, contas de água, luz, gás, internet, telefone;
  • alimentação; 
  • transporte: gasolina, seguro de carro, revisao, passagens; 
  • saúde: convênio médico, academia, remédios;
  • gastos pessoais: roupas, acessórios;
  • lazer: todos gastos que servem para o seu bem-estar. 

4. Determine um valor fixo para juntar todo mês

Uma prática muito recomendada e eficiente é definir uma quantia mensal para você juntar. Inclusive, é interessante colocá-la em sua planilha financeira, como um gasto que você tem todo mês. 

Essa quantia depende da sua condição, do seu planejamento e do seu objetivo. No entanto, é importante que você cumpra com essa meta e, sempre que possível, tente juntar mais do que esperava. Assim, ficará mais perto do resultado que espera. 

desafio 52 semanas

5. Mude sua rotina

Se o objetivo é juntar dinheiro rápido, será preciso mudar algumas rotinas, principalmente aquelas que levam você a consumir por impulso e a gastar mais do que deve. 

Assim, reveja seu consumo de itens que podem ser substituídos por opções mais baratas. Quer ver um bom exemplo? Muitas pessoas deixam de almoçar em restaurantes e começam a levar sua própria comida.

Além disso, é interessante rever também gastos com aplicativos de comida e de transporte. As vezes, pensamos que são alternativas mais baratas, mas no fim do mês representam grande parte das despesas. 

6. Envolva as pessoas próximas a você

Mudar uma rotina de gastos e consumo compulsivo será muito difícil se você tiver pessoas que te estimulem a este comportamento. Por isso, para alcançar o objetivo de juntar dinheiro rápido, é importante que você envolva as pessoas próximas. 

Se o objetivo for de toda a sua família, cada pessoa deve ter suas metas de economias e de controle de gastos. Além disso, há também a necessidade de colaboração, assim toda a casa passa a andar na mesma direção.

Se você mora sozinho e precisa juntar dinheiro rápido, a dica é para falar com seus amigos sobre esse objetivo e fazer com que eles sintam envolvidos. Sabe aquele happy hour no bar mais caro da cidade, ele pode ser trocado por uma confraternização em casa, por exemplo. 

7. Escolha uma boa forma para guardar esse dinheiro

Não basta juntar o dinheiro e deixar dentro da gaveta ou mesmo na sua conta bancária. Além do risco de você cair em tentação ao ver o dinheiro parado ali, ele também será valorizado. 

Por isso, você deve encontrar um investimento para fazer que o seu dinheiro trabalhe por você. Assim, enquanto você está lutando para economizar mais, você garante que a quantia que você já juntou está rendendo.

Para isso, você deve encontrar um tipo de investimento que combina com o seu planejamento, levando em consideração o tempo, a quantia e também os riscos que você está disposto a correr. 

Para que essa busca seja ainda mais fácil, conte com uma consultoria de investimentos. Afinal, as chances de você encontrar uma aplicação mais condizente com o seu perfil são maiores quando você tem ajuda de especialistas. 

Como você viu, antigamente, muita gente procurava a poupança como forma de juntar dinheiro rápido. No entanto, a rentabilidade da caderneta é pequena, o que prejudica a valorização do seu dinheiro. Faça análise do seu investimentos e veja as formas de aplicar melhor seu capital. 

Luiza Caricati

Luíza Caricati é produtora de conteúdo da Magnetis. Jornalista, tem experiência na área de investimentos, educação e negócios, e lidera nossa estratégia multimídia, traduzindo conteúdos complexos em comunicações didáticas para diversos formatos.

leia mais desse autor