Letra de Câmbio: o que é e como investir?

por Mariana Congo

Ao contrário do que a maioria das pessoas imaginam, a Letra de Câmbio (LC) não é um investimento em renda variável e muito menos possui relação com negócios feitos em moeda estrangeira.

Essa informação é uma surpresa para você?

Pois você se espantará ainda mais ao descobrir, ao final deste post, que os investimentos em LCs (caso sejam feitos com a estratégia adequada), são muito interessantes quando o assunto é renda fixa!

Não tire os olhos das próximas linhas, pois muitos investidores estão perdendo a oportunidade de investir nessa aplicação de baixo risco e alta rentabilidade por puro desconhecimento! 

O que é Letra de Câmbio (LC)?

Se você sabe alguma coisa sobre o investimento em CDB ou no Tesouro Direto, vai ser bem fácil entender o que é uma Letra de Câmbio - na sigla: LC.

Assim como os CDBs são títulos privados emitidos pelos bancos para financiar suas atividades e o papéis do Tesouro Direto são títulos públicos lançados pelo governo pela mesma razão, as Letras de Câmbio são papéis emitidos para capitalizar as financeiras (como Fininvest, BV Financeira, Cacique, Crefisa, etc.).

O nome Letra de Câmbio vem do sentido de troca. Câmbio no sentido de trocar o investimento feito agora pela rentabilidade que será recebida no futuro. Não tem nada a ver com dólar.

Essas financeiras (sociedades de crédito, financiamento e investimento) são muito menores do que os bancos e emitem esses títulos que ainda são pouco conhecidos dos investidores. São por essas duas razões que as LCs costumam ter boa remuneração, o que as tornam um investimento bastante interessante.

Vale a pena destacar que, assim como o crédito da Letra de Crédito Imobiliário (LCI) só pode ser lastreado em projetos do ramo imobiliário (e a Letra de Crédito do Agronegócio - LCA, nos do agronegócio), os recursos da LC apenas podem ser direcionados a operações de compra de bens e serviços (financiamentos).

Letra de Câmbio: vantagens e desvantagens

Vantagens

  • baixo risco;
  • ​proteção do Fundo Garantidor de Créditos (será explicado abaixo);
  • ​podem ser pré ou pós-fixadas;
  • ​rentabilidade, em geral, bem maior do que a poupança.

Desvantagens 

  • sofre incidência de Imposto de Renda (IR);
  • pode ter carência (o que exige do investidor a aplicação de recursos que ele não necessite no curto prazo).

Letras de Câmbio são tão seguras quanto a poupança?

Certamente. Todo mundo diz que a caderneta de poupança é segura. Mas você já parou para se perguntar por qual razão?

O baixo risco de crédito (calote) da poupança se dá pela proteção assegurada pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) que, em caso da falência de uma instituição financeira, garante ressarcimento aos seus investidores de até R$ 250 mil, por CPF e por instituição.

Todas as instituições financeiras são associadas obrigatoriamente ao FGC, contribuindo com uma porcentagem dos depósitos (2%) para a manutenção do fundo.

A questão é que o FGC não ampara apenas os investimentos em poupança. CDB, LCI/LCA e, é claro, as Letras de Câmbio (LC), também possuem a mesma proteção da caderneta. Apesar de terem a mesma proteção, a Letra de Câmbio tem rentabilidade superior à da poupança. 

Como funciona o rendimento das Letras de Câmbio?

Assim como o CDB e o Tesouro Direto, as Letras de Câmbio podem ser remuneradas de forma pré ou pós-fixada.

É mais comum encontrar Letra de Câmbio pós-fixada, com rendimento atrelado a um percentual do CDI. Mas, em teoria, elas podem ser de 3 tipos distintos de cálculo do retorno:

Letra de Câmbio pós-fixada

Nessa forma de remuneração, você não conhece previamente qual rendimento sua aplicação terá, mas sabe qual índice vai norteá-la. Em geral, a LC pós-fixada é atrelada ao CDI, um índice que está sempre próximo à Selic.

Nessas LCs, paga-se um percentual do CDI (por exemplo, 120%). Entretanto, existem também Letras de Câmbio vinculadas a outros referenciais, como IPCA ou IGPM.

Letra de Câmbio prefixada

Na LC prefixada, você sabe exatamente qual rendimento terá já no momento da aplicação. Por exemplo: Letra de Câmbio que renda 11% ao ano.

Letra de Câmbio híbrida

Está atrelada a mais de um indicador. Por exemplo, Letras de Câmbio vinculadas ao CDI e ao IPCA (como, por exemplo, CDI + 2% ou IPCA + 6% ao ano).

Como investir em LC?

Antes de investir em LC, é preciso pesquisar os diversos títulos disponíveis no mercado financeiro, uma vez que, como dissemos acima, as instituições menores costumam pagar mais para atrair investidores.

Para o sucesso dessa tarefa, o ideal é recorrer a uma corretora de valores independente (que trabalha com diversas instituições, diferentemente de um banco, que só comercializa os produtos de sua própria instituição).

Veja abaixo o exemplo de algumas Letras de Câmbio disponíveis na corretora Easynvest em 24/07/2017:​

Lista com exemplos de aplicações em Letra de Câmbio (LC)

A aplicação mínima varia de acordo com a instituição, mas, de forma geral, você pode começar a investir em Letra de Câmbio a partir de R$ 5 mil. Vale lembrar, entretanto, que alguns papéis dessa natureza possuem carência, ou seja, você deverá manter os recursos aplicados dentro de um certo período (caso contrário, pode sair no prejuízo em função de taxas, impostos mais altos, menor percentual de juros, etc.).

A tabela de tributação regressiva a que as Letras de Câmbio estão sujeitas, por si só, já é um grande incentivo para deixar seu dinheiro investido pelo prazo definido na aplicação. Ou seja, quanto maior o tempo, menor a alíquota do IR:

Tabela regressiva do Imposto de Renda
Prazo da aplicaçãoAlíquota de imposto
Até 180 dias (6 meses)22,5%
De 181 a 360 dias (6 meses a 1 ano)20%
De 361 a 720 dias (1 a 2 anos)17,5%
Acima de 720 dias (acima de 2 anos)15%

Como o IR é descontado na fonte (momento da retirada dos valores), você não terá que se preocupar em emitir DARFs ou realizar outros trâmites burocráticos. A corretora de valores vai lhe fornecer um informe de rendimentos e tudo o que você a fazer é simplesmente colar os dados na Declaração de Ajuste Anual (guia “Bens e Direitos”).

Ficou com interesse em investir em Letras de Câmbio? Você pode contar com o auxílio de uma consultoria de investimentos para analisar seu perfil como investidor e escolher as melhores Letras de Câmbio para compor sua carteira diversificada.

Assine a Newsletter Magnetis e saiba tudo sobre finanças pessoais

Mariana Congo é Gerente de Conteúdo da Magnetis e jornalista especializada em finanças pessoais.

2.8 (56.67%) 6 votes