Comece a investir com a Magnetis a partir de R$ 10 mil e adicional de R$ 100

por Luciano Tavares

Mais uma novidade do algoritmo da Magnetis: agora você pode começar a investir conosco a partir de R$ 10 mil.

Para quem já é cliente, reduzimos o valor do investimento adicional mínimo para R$ 100.

E o mais importante: as carteiras de R$ 10 mil mantêm a característica de todos os planos de investimento recomendados pela Magnetis, a diversificação.

Por meio da diversificação dos investimentos, os clientes Magnetis têm a combinação ideal entre rentabilidade e segurança para seus investimentos.

Levamos a diversificação muito a sério e esse é o nosso principal diferencial.

Como isso funciona? Ao investir com a Magnetis, seus investimentos são distribuídos em diferentes tipos de aplicações financeiras.

Vale deixar claro que diversificar não significa quanto mais melhor. A verdadeira diversificação acontece apenas quando as aplicações escolhidas têm características diferentes: se um investimento vai bem, compensa outro que vai mal.

Saiba mais sobre nossa estratégia de investimentos.

Com a diversificação, você protege seus investimentos da imprevisibilidade que é inerente ao mercado financeiro, aumentando a segurança e a rentabilidade da sua carteira.

Invista com a Magnetis a partir de R$ 10 mil e com adicional de R$ 100

Considerando o investimento mínimo de R$ 10 mil, a taxa de consultoria pelo serviço da Magnetis, que é de 0,40% ao ano, será de cerca de R$ 40 ao ano, ou R$ 3,35 ao mês (!). Você gasta menos que uma passagem de metrô para que a gente resolva todos os seus problemas com investimentos.

Considerando a taxa Magnetis e os demais custos das aplicações financeiras, o custo total de uma carteira de R$ 10 mil é de no máximo 0,79% ao ano. Esse é o menor custo do mercado!

Saiba mais sobre custo total das carteiras.

Para montar carteiras diversificadas de alta qualidade, lá atrás começamos com um investimento mínimo de R$ 100 mil. Ainda em 2015 reduzimos para R$ 50 mil e depois para R$ 25 mil. Em 2016, para R$ 15 mil.

Nunca paramos de estudar o mercado financeiro para encontrar novos produtos de qualidade e acessíveis a valores iniciais menores.

Quer ver como ficaria a sua carteira Magnetis? Comece por este questionário.

Luciano

Luciano Tavares é fundador e CEO da Magnetis. Administrador de carteiras credenciado pela CVM e planejador financeiro CFP ®, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

Assine a Newsletter Magnetis e saiba tudo sobre finanças pessoais

Avaliar o post
  • Luã Oliveira Ferreira

    Como faço para saber mair sob

    re essa solução de vocês?

    • Oi Luã,
      tudo bom?

      Legal que você está interessado em conhecer mais. Nossa sugestão seria dar uma olhada nessa página:
      https://magnetis.com.br/como-funciona

      E também esse video pode te ajudar:
      https://blog.magnetis.com.br/video-como-simular-plano-investimentos/

      Te convido a fazer um plano de investimento. É grátis!

      Se tiver qualquer dúvida, é só nos chamar.

      Abs,
      Luciano

      • Luã Oliveira Ferreira

        Luciano, boa tarde.

        Vi que a execução dos investimentos é feita pela corretora Easy Invest, já fui agente autônomo de investimentos e sei que os custos de corretagem para entrar na bolsa, não costumam ser muito atrativos para quem possui pouco capital. Algumas famosas corretoras cobram R$: 14 reais por operação de compra e venda, digamos que dos 15K iniciais para ser clientes de vocês, R$ 2500,00 fosse destinado à renda variável e o restante para renda fixa. Se tivéssemos uma corretagem de R$ 14 por operação e fizéssemos uma compra e uma venda de ação por mês, para ajuste de portfólio, isso significaria R$ 28,00 ou R$ 1,12% ao mês, o que no meu exemplo me parece alto e não recomendável para o valor investido (2500 dos 15k). No caso de vocês, caso eu venha a ser cliente, qual valor será cobrado de corretagem da parte que será destinada à renda variável?

        • Atualmente a Easynvest cobra R$ 10 por operação. Normalmente nós recomendamos 2 ETFs, portanto, o custo de corretagem seria R$ 20. Sendo assim, o custo para comprar os ETFs no seu exemplo, seria de 0,80%. Porém, esse custo é pago uma única vez no ato da compra, e não todos os meses.

          Pode-se dizer que esse custo é diluído ao longo do prazo do investimento. Mesmo considerando um ano (normalmente o horizonte é mais longo), o custo de corretagem será equivalente a 0,06% ao mês. Faz sentido?

          • Luã Oliveira Ferreira

            Faz todo sentido, obrigado pelo esclarecimento. A parte de renda variável será feita por etf e não pela composição de uma cesta de ações compradas de forma individual. Acredito que em breve serei um novo cliente de vocês.

          • Exato. Os ETFs são mais eficientes nesse caso. Ficamos felizes que poderemos te ajudar com seus investimentos! Abs

  • Eduardo Castro

    Pq a Magnetis exige uma entrada mínima de 15 mil e aportes mínimos de 3 mil enquanto concorrentes, como o Vérios, exigem bem menos? Um amigo comentou por ser impossível tornar um investimento viável com tão pouco, mas gostaria de uma resposta mais técnica vindo de vocês. Estou em dúvida de qual serviço usar para investir meu dinheiro. Obrigado.

    • Oi, @disqus_cdrOzKxsfI:disqus ! Boa pergunta e tenho prazer em responder.
      Nós exigimos aportes mínimos para que o nosso algoritmo consiga montar uma carteira com a diversificação necessária para maximizar o retorno para os clientes de cada perfil de risco.
      Uma de nossas premissas é buscar investimentos com baixo custo de administração (porque isso também melhora a rentabilidade para os clientes). Sendo assim, o algoritmo seleciona fundos com baixa taxa de administração (0,3% a 0,5% ao ano), só que esses fundos exigem aporte inicial de R$ 3 mil. O mesmo vale para renda fixa: títulos como CDB, LCI e LCA com melhores retornos líquidos são aqueles que exigem investimento inicial em torno de R$ 5 mil. Colocando tudo isso junto, precisamos começar o portfólio com R$ 15 mil para maximizar o retorno para o cliente. No futuro, poderemos reavaliar esse valor mínimo sem perder em qualidade, à medida que novos produtos passem a ser considerados pelo algoritmo. Qualquer dúvida, estamos por aqui!
      Abraço.

  • Lu Gibi

    Excelente notícia….estamos mais proximos…
    Luiz Sergio

  • Adenilde Silva

    Fiquei interessada, mas não encontrei esta corretora no site do Tesouro Nacional entre as Instituições Financeiras Habilitadas

    • Oi Adenilde! A Magnetis não é uma corretora, é uma gestora de investimentos. Com essa licença nós podemos recomendar os melhores investimentos para nossos clientes. Você pode consultar nossa licença no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Para checar os dados, você acessa esse site da CVM e digita na busca “Magnetis”: http://sistemas.cvm.gov.br/?CadGeral
      Como parceira, nós temos a corretora Easynvest. Qualquer outra dúvida, estamos por aqui! Abraço! 😉