Melhores fundos multimercado de 2018: confira os principais

por Marcelo Romero, CQF | 15/01/2019

Melhores fundos multimercado: como escolher

Os fundos de investimento multimercado são formas simples e práticas de diversificar a sua carteira. Porém, como se tratam de tipos de investimento que permitem diferentes estratégias, escolher os melhores fundos multimercado nem sempre é uma tarefa fácil.

Para ajudar você a entender o que considerar na hora de escolher a melhor aplicação, fizemos um ranking dos melhores fundos multimercado de 2018. 

É claro, ele não deve ser a única medida que você deve levar em conta na hora de escolher a sua aplicação. Mas o objetivo é que ele sirva como ferramenta para ajudar em sua escolha.

Mas antes de prosseguirmos, aqui vai uma rápida explicação sobre como funcionam os fundos multimercado. Vamos nos basear nela para compreender melhor como o ranking dos melhores fundos é formado. Confira a seguir.

O que são fundos multimercado?

Fundos de investimento são como condomínios: várias pessoas aplicam dinheiro, dividem as despesas operacionais e delegam a um gestor a tarefa de escolher as aplicações. Tudo isso é feito de acordo com uma estratégia pré-definida, que deve ser descrita na lâmina do fundo.

Ao contrário do que acontece em fundos de renda fixa (que devem manter 80% das suas aplicações em ativos desse tipo) e em fundos de ações (que são obrigados a investir pelo menos 67% dos recursos em renda variável), os fundos multimercado não precisam seguir exigências sobre onde investir o dinheiro dos cotistas.

Eles podem, portanto, aplicar esse dinheiro em diferentes classes de ativos — ou seja, em muitos mercados diferentes. 

Isso dá mais flexibilidade para esse tipo de investimento, pois a estratégia não fica restrita a determinados ativos. Assim, em teoria o fundo pode atravessar melhor os momentos de turbulência do mercado e aproveitar a rentabilidade de diversos tipos de investimento, como renda fixa, ações nacionais e internacionais, e câmbio.

Existem fundos multimercado para todos os perfis de risco, desde a pessoa mais conservadora até a mais arrojada. Os tipos de fundo multimercado são:

  • Balanceados: seguem estratégias pré-determinadas de alocação e de rebalanceamento, ambas definidas no regulamento. Não permitem alavancagem, isto é, investimentos maiores que o patrimônio do próprio fundo;
  • Dinâmicos: também seguem uma estratégia de diversificação entre diferentes classes de ativos, mas não têm alocação predefinida. Em vez disso, definem faixas de alocação em seu regulamento (entre 20% e 50% do patrimônio investido em ações, por exemplo);
  • Macro: estratégia baseada na avaliação da economia e em projeções de médio e longo prazo. O objetivo é antecipar movimentos e comprar barato ativos que tenham potencial de valorização;
  • Trading: ao contrário da estratégia macro, buscam obter ganhos aproveitando oscilações de preços no curto prazo;
  • Juros e moedas: buscam obter ganhos no longo prazo por meio do investimento em moedas e contratos atrelados a juros e inflação. Não investem em renda variável;
  • Long & Short: essa estratégia consiste em comprar determinada ação e vender outra correlacionada (papéis de empresas concorrentes, por exemplo, ou papéis da mesma empresa que oferecem direitos diferentes – como ações ON e PN). Assim, o lucro da operação é obtido na diferença de preço entre esses ativos. Essa estratégia também pode envolver ETFs e derivativos (opções e contratos futuros);
  • Livre: fundos que investem seus recursos sem compromisso de concentração, podendo, inclusive, usar mais de uma das estratégias listadas acima.

Como saber quais são os melhores fundos multimercado?

Para classificar os melhores fundos multimercado de 2018, primeiro foi necessário entender quais deles estão disponíveis para qualquer pessoa investir.

Isso porque o mercado é gigante – existem mais de 18 mil fundos de investimento só no Brasil -, mas nem todas as opções estão à disposição.  

Alguns fundos, inclusive, só podem ser acessados pelo chamado investidor qualificado. Trata-se de quem tem mais de R$ 1 milhão aplicado em ativos financeiros ou é um profissional do mundo dos investimentos. 

Assim, o primeiro critério foi: fundos que estão disponíveis para qualquer pessoa investir. Nesse filtro, considerei tanto os fundos abertos quanto os fechados para captação (novas aplicações). Isso porque, eventualmente, os fundos fechados podem voltar a abrir para novas aplicações. 

Depois, foi o momento de olhar para a rentabilidade, mas medida por um indicador mais sofiticado: o índice de Sharpe, do qual já falei em outro post aqui no blog.

Explicando rapidamente: trata-se de um cálculo que leva em consideração o retorno de uma aplicação financeira em relação ao investimento de menor risco da mesma categoria. 

Outro filtro importante foi a rentabilidade em anos anteriores para evitar ruídos como “tal fundo só foi bem porque surfou a onda das eleições”. Isso é particularmente importante para avaliar a consistência da estratégia de um fundo ao longo do tempo.

Explicados todos os critérios da avaliação, é hora de ver como ficou o ranking.

Ranking dos melhores fundos multimercado de 2018

Em 2018, os fundos multimercado que se destacaram foram aqueles com estratégia long & short.

Porém, isso não quer dizer que os fundos com essa estratégia são melhores do que outros tipos de investimento. Apenas que eles entregaram o retorno mais consistente no período. 

Vale lembrar que eles podem se comportar de maneira diferente caso as condições na economia mudem. 

Dessa maneira, os melhores fundos de investimento de 2018 na categoria multimercado em 2018 foram:

Melhores fundos multimercado (30/12/2017 – 31/12/2018)

Nome do FundoSharpeTaxa de Adm
(% ao ano)
Aplicação mínima
ITAÚ LONG AND SHORT 303,191,5%R$ 10 mil
SHARP LONG SHORT 2X2,652% a 2,2%R$ 50 mil
POLO NORTE I2,311,8% a 2,5%R$ 50 mil
APEX EQUITY HEDGE2,312% a 2,5%R$ 5 mil
ITAÚ HEDGE PLUS VÉRTICE2,32%R$ 50 mil
CSHG ALLOCATION MILES ACER LONG BIAS2,271,9%R$ 100 mil
CLARITAS LONG SHORT2,072% a 2,5%R$ 10 mil
KINEA ATLAS FUNDO2,052%R$ 50 mil
VISTA MULTIESTRATÉGIA1,852% a 2,5%R$ 5 mil
RPS TOTAL RETURN D301,832%R$ 50 mil

Perceba que apenas três desses fundos são de grandes bancos: os fundos do Itaú e da Kinea (gestora do grupo Itaú). 

Esse é um dos exemplos que reforçam o que sempre mencionamos aqui no blog: existem mais chances de encontrar melhores investimentos em bancos médios e gestoras independentes.

Outro detalhe que você deve ter notado é o valor da aplicação mínima: é preciso ter pelo menos R$ 5 mil para investir em dois desses fundos. Todos os demais têm valor de entrada mais alto.

Nos fundos tradicionais, é necessário investir mais dinheiro para ter uma carteira diversificada de verdade. No entanto, essa realidade já está mudando. 

Aqui na Magnetis, por exemplo, conseguimos montar carteiras que possibilitam até investir no exterior. E isso com uma aplicação mínima a partir de somente R$ 1 mil. 

Dessa forma, facilitamos o acesso a estratégias usadas nos melhores fundos por um investimento mínimo bem menor.

Mas ainda não finalizamos nossa análise. Vamos ver como fica o ranking se considerarmos um período de 24 meses.

Melhores fundos multimercado (30/12/2016 – 31/12/2018)

Nome do FundoSharpeTaxa de Adm
(% ao ano)
Aplicação
mínima
APEX EQUITY HEDGE1,792% a 2,5%R$ 5 mil
SHARP LONG SHORT 2X1,792% a 2,2%R$ 50 mil
CLARITAS LONG SHORT1,762% a 2,5%R$ 10 mil
OCEANA O301,562% a 2,5%R$ 50 mil
POLO NORTE I1,481,8% a 2,5%R$ 50 mil
BAHIA AM MARAÚ1,462% a 2,2%R$ 50 mil
JGP STRATEGY1,461,85% a 2,5% R$ 300 mil
KINEA ATLAS FUNDO1,452%R$ 50 mil
RPS TOTAL RETURN D301,382%R$ 50 mil
EXPLORITAS ALPHA AMERICA LATINA1,132% a 2,5%R$ 10 mil

Mais uma vez, vale reforçar que esses fundos foram os melhores dos anos anteriores, mas não significa que sempre serão.

Por isso, para fazer os melhores investimentos é necessário sempre respeitar o seu perfil e os seus objetivos. Em segundo lugar, é preciso avaliar como estão seus investimentos: independente da rentabilidade, a estratégia faz sentido para o que você deseja alcançar?

Se você quiser saber mais sobre como escolher um fundo de investimento ideal para seu perfil, baixe grátis o nosso ebook Guia de Aplicação em Fundos de Investimento. Lá você vai conhecer todas as opções que estão à sua disposição e vai saber como fazer a melhor escolha para você. 

Gostou do conteúdo? Deixe aqui o seu comentário e compartilhe conosco a sua experiência.

Avaliar o post