Qual o melhor investimento para 2018?

por Mariana Congo

Como virada de ano é época de mudanças e de novas oportunidades, estamos aqui para falar dos melhores investimentos para 2018. Mas não vamos tentar prever o futuro como você já deve ter lido em diversas reportagens por aí. Quando falamos em onde investir em 2018, temos muito a dizer sobre como investir com diversificação e de acordo com seu perfil e objetivos de vida.

O ano de 2017 teve seguidas quedas na taxa de juros (Selic). Isso afetou diretamente a rentabilidade da velha poupança. Isso deixou outros investimentos mais atraentes em 2017 e o não será diferente em 2018.

Mas não queremos nos apressar. Primeiramente, vamos passar por alguns pontos importantes para que você possa encontrar os melhores investimentos para 2018. Confira tudo no post!

Quais perguntas devo fazer antes de investir?

Aqui estão mais algumas perguntas que você deve se fazer antes de começar a pensar seus investimentos para o próximo ano. Confira:

Quais são suas prioridades financeiras?

Como já falamos, o fim de ano é a época para repensar suas atitudes e ver se elas estão de acordo com seus objetivos. Mas, além disso, é a melhor hora para rever sua lista de prioridades, especialmente as financeiras.

Quer manter a estabilidade pelos próximos anos? Abrir o próprio negócio? Adiaria todos esses projetos para obter pequenas recompensas ao longo do tempo? Ao entender o que é mais importante para você será mais fácil escolher os investimentos certos.

O cenário econômico mudou?

Acredite ou não, sempre há alguém que começa um plano de investimentos com base em uma notícia antiga, uma oportunidade que já passou. É desnecessário dizer que isso não é muito inteligente. Mesmo investimentos considerados sempre rentáveis podem não gerar o retorno esperado no contexto atual.

Como já mencionamos, a taxa Selic está em tendência de queda. Isso reduz a rentabilidade de vários investimentos tradicionais, incluindo a poupança. Logo, você precisa encontrar formas de lidar com esse novo cenário econômico, não apenas repetir velhas máximas. Definitivamente, se você tem dinheiro na poupança, é hora de avaliar investimentos melhores.

Qual prazo de retorno você busca?

Essa é uma questão muito importante. O tempo que um investimento fica ativo muda completamente o seu rendimento. Dependendo do volume que você deseja alcançar, pode ser que você precise de bem mais que um ano de prazo.

Reveja sua lista de prioridades e se pergunte: “Quanto tempo tenho para atingir essa meta?”. Em geral, é isso que vai determinar essa resposta. Dependendo desses fatores, você pode precisar correr mais ou menos riscos para alcançar suas metas e vai buscar investimentos com diferentes características de prazo e liquidez.

Como promover melhores investimentos para 2018?

Diante dos pontos que citamos acima, pode ser que você se sinta um pouco desorientado. É bastante informação para absorver de uma só vez. Bem, é pra isso que estamos aqui! Acompanhe e veja alguns conselhos que você pode seguir para melhorar seu rendimento em 2018:

1. Mantenha bons hábitos econômicos

Pode perguntar a qualquer um que negocie na Bolsa. Eles dirão que, para ter sucesso nesse ramo, o acompanhamento do mercado financeiro deve ser quase constante. De fato, você deve sempre se planejar, acompanhar as mudanças do mercado e administrar seus recursos com responsabilidade. Alcançar maiores rendimentos é e sempre foi um trabalho diário. E como já estamos na época do ano novo, não há momento mais adequado para colocar esses bons hábitos em prática.

A boa notícia é que esses hábitos não são muito diferentes do que você já deve fazer na sua vida cotidiana. Basta aplicá-los em uma escala maior, de acordo com o volume dos seus investimentos. Avalie onde está colocando seu dinheiro, não saia comprando nada por impulso, separe o orçamento pessoal do resto etc. Afinal tudo começa com um bom planejamento financeiro.

2. Tenha metas e critérios claros

Como já mencionamos, você não deve buscar necessariamente os melhores investimentos para 2018 baseados apenas em previsões sobre o comportamento do mercado, mas sim aqueles que estão mais bem alinhados com seu perfil e com seus objetivos. Precisa de um rendimento anual de valor específico? Quer garantias de que não vai perder dinheiro no processo? Tem pouco tempo para gerir tudo? O seu momento de vida pode trazer várias demandas, as quais sempre entram em jogo na hora de decidir como investir.

Vale destacar que possuir metas é um passo muito importante nesse processo. Inclusive, saber qual é o valor dessa meta: por exemplo, é muito diferente falar que seu objetivo é comprar um carro de falar que a meta é comprar um carro no valor de R$ 40 mil. Sem um objetivo bem definido em mente, há sempre a chance de que você se perca no meio do caminho, sofra prejuízos desnecessários ou apenas não sinta que alcançou algo.

3. Diversifique seus investimentos

De todos os conselhos que você pode receber, esse provavelmente é o mais importante. Da mesma forma que você já ouviu que não deve colocar todos os seus ovos em um único cesto, você também não deveria colocar todo o seu dinheiro num mesmo investimento, mesmo que ele esteja em uma forte tendência de alta. Se, a situação se reverter, tudo pode ser perdido!

O melhor a fazer é buscar uma carteira mais diversificada, adotando uma proporção confortável entre investimentos baixo risco e retorno e aqueles de maior risco e chance de grande lucro. Dessa forma, sua carteira poderá manter uma rentabilidade média mais elevada, mas ainda consistente ao longo do tempo.

Caso uma das opções perca muito valor, ela pode ser substituída — enquanto outros investimentos mais seguros compensam o impacto negativo e possíveis prejuízos.

4. Aprenda sempre um pouco mais a cada dia

No fim das contas, a melhor dica para se tornar um bom investidor em qualquer ano é sempre se atualizar. Você não precisa, necessariamente, virar um especialista em nenhuma área de investimentos. Não há nada de errado em manter uma carteira equilibrada e apenas planejar o rendimento necessário para garantir a aposentadoria e viajar no fim do ano. Porém, quanto mais você entender o funcionamento do mercado, melhores serão suas chances de conseguir algo mais.

Agora que você já leu essas dicas, você certamente estará mais preparado para encontrar os melhores investimentos para 2018 de acordo com seu perfil e objetivos. Quer descobrir quais os mais recomendados para você? Faça uma simulação gratuita e comece o quanto antes a melhorar os seus investimentos.

Mariana Congo é Gerente de Conteúdo da Magnetis e jornalista especializada em finanças pessoais.

4 (80%) 7 votes