Movimento FIRE: entenda o que é e como ele se relaciona com a aposentadoria

por Malena Oliveira | 26/04/2019

Movimento FIRE: veja o que ele tem a ver com sua aposentadoria

A aposentadoria é um assunto que tomou de assalto as mesas de bar, reuniões de família e até as conversas informais no ambiente de trabalho. Com a reforma da previdência, todas as atenções se voltaram para o que nos aguarda na terceira idade. Acontece que nem tudo o que permeia esse tema tem a ver com política. Você conhece o movimento FIRE?

Nesse momento de agitação, é muito importante considerar todas as alternativas ao modelo que todos estamos acostumados a seguir. Certamente o movimento FIRE — que já beneficiou uma série de pessoas — traz uma proposta sólida que poderá ser aplicada na sua vida. Assim você garante, desde muito antes do planejado, um futuro tranquilo para você e a sua família.

A seguir vamos explicar o que é esse movimento, além de falar um pouco sobre a sua história, os objetivos, entre muitas outras coisas. Acompanhe!

O que é o movimento FIRE?

Já pensou em se aposentar aos 30, no máximo aos 40 anos? Muitas pessoas estão conseguindo essa façanha. Essa é a proposta do movimento FIRE (Financial Independence, Retirement Early, ou independência financeira e aposentadoria cedo, em tradução livre), uma verdadeira onda que ganhou vários adeptos da geração millenials, inicialmente entre profissionais que atuam no setor de tecnologia. O planejamento da aposentadoria precoce é um dos pilares desse novo mindset das finanças pessoais.

Ao contrário do que pode parecer, esse não é daqueles movimentos elitistas destinados apenas a quem tem muito dinheiro. Na realidade, muitos integrantes do movimento FIRE têm a renda média da população local. É uma comunidade inteira de jovens que participam de fóruns e se tornam maníacos pelo assunto. Para isso, precisam fazer escolhas desde cedo e, é claro, economizar muito.

Como surgiu o movimento FIRE?

A ideia de se aposentar precocemente não é nova, mas o diferencial do movimento FIRE é a peculiaridade da época em que surgiu: na geração dos millennials. Como grande parte dos movimentos dessa geração, seu berço foi a internet, por volta de 2001, com o blog Early Retirement Extreme. Desde então ele tem sido propagado por uma série de especialistas em finanças. Existe, inclusive, um fórum no Reddit com mais de 500 mil inscritos.

Outro diferencial do movimento é que sua origem não é meramente financeira. Estamos falando de jovens com um mindset voltado para a liberdade de uma maneira geral. Existe um conjunto de valores propagados, anti-establishment, que defende e propõe uma nova maneira de encarar a vida e novas prioridades para as pessoas.

Para eles, sacrificar grande parte dos lazeres na juventude é um preço justo para garantir a tranquilidade no futuro. Viagens, roupas de grife e até a cervejinha com os amigos são deixados de lado momentaneamente. No entanto, o que aguarda esses jovens no futuro é a conquista dos seus sonhos e de um estilo de vida que poucos conseguem.

Quais métodos são aplicados para conquistar a aposentadoria antes dos 40?

Afinal, como esses jovens estão conseguindo se aposentar tão cedo? Quais métodos utilizam para poupar e conquistar esse difícil objetivo? Existem três pilares básicos para que você consiga essa façanha:

  1. cortar gastos ao máximo para investir pelo menos metade da sua renda anual;
  2. investir grande parte do dinheiro em aposentadorias de taxa baixa, com alto retorno;
  3. poupar toda renda extra que aparecer antes de largar o trabalho "formal".

Como planejam se aposentar muito cedo, os adeptos do FIRE precisam economizar até 25 vezes os seus gastos anuais, praticamente o dobro de quem espera se aposentar com 60 anos. Outra estratégia muito utilizada nos Estados Unidos são os investimentos nos tradicionais IRA (Individual Retirement Account) e 401(k). O restante é investido em fundos de taxas baixas.

Não é fácil, mas como vimos, o que move os seguidores do movimento não são apenas as estratégias financeiras. Eles precisam acreditar, de fato, no planejamento que estão fazendo e na recompensa que pretendem conseguir. Precisam viver praticamente em austeridade. É muito importante considerar esses fatores antes de embarcar nessa ideia.

Movimento FIRE no contexto nacional

A reforma da previdência é uma das provas de que devemos nos responsabilizar mais pelas nossas próprias finanças. Quando dependemos demais de fatores externos, muitas vezes ficamos sujeitos às intempéries do acaso e o futuro passa a ser decidido por outras pessoas. O contexto atual, portanto, pode ser um grande fator motivacional e de reflexão para que alguns brasileiros comecem a se preocupar mais com o assunto.

No Brasil, já temos algumas comunidades nas redes sociais com adeptos do movimento. A ideia pode e deve ser difundida para fortalecer esse mindset entre os jovens. Outro obstáculo é descobrir, na realidade nacional, quais são os investimentos mais apropriados para garantir essa façanha. A Magnetis pode ajudá-lo com isso, verificando sua realidade e os seus objetivos. É com estratégia que você vai chegar lá!

Você está pronto para o movimento FIRE?

É claro que, para muitas pessoas, conseguir capital extra para investir é algo fora da realidade, principalmente quando consideramos a situação no Brasil. Podemos pintar uma série de cenários que ilustram esse ponto. No entanto, caso a possibilidade de juntar metade dos seus ganhos com a aposentadoria não seja algo completamente fora da sua realidade, talvez essa seja uma boa estratégia.

Nesse caso, a única pergunta que deve se fazer é a seguinte: estou pronto para o movimento FIRE? Não se trata apenas de economizar, mas de abrir mão de uma série de luxos que, em alguns casos, parecem até mesmo fazer parte do seu cotidiano — como o lazer. Claro, quanto maior for o seu capital, maior é a capacidade de investir.

De qualquer forma, o movimento FIRE é um grande exemplo de finanças pessoais. É mais fácil visualizarmos o valor das economias pessoais quando vemos esses exemplos extremos, com pessoas que realmente levam o princípio de "fazer um pé de meia" ao pé da letra. É uma motivação para pensar duas vezes antes de usarmos as nossas economias.

Gostou de saber mais sobre o movimento FIRE? Então continue o aprendizado e saiba como viver de renda!

Luciano

Malena Oliveira é jornalista especializada em Finanças Pessoais e redatora na Magnetis.

Avaliar o post