Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

O que é ADR (Recibos Depositários Americanos)?

Algumas empresas, além de disponibilizarem seus papéis na Bolsa de Valores do Brasil, também possuem ações na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Para isso, seus ativos são negociados como ADR. 

Se você já investe ou se está começando sua jornada agora, já deve ter encontrado esse termo em suas leituras ou mesmo em análises de empresas. Como ainda há muitas dúvidas sobre o funcionamento dos ADRs, é comum causar certa confusão. Por isso, ao longo desse post vamos apresentar os principais detalhes dos Recibos Depositários Americanos. 

O que é ADR (Recibos Depositários Americanos)?

ADR é sigla utilizada para abreviar American Depositary Receipt ou Recibos Depositários Americanos quando traduzimos para o português. 

Os ADRs são recibos de ações de empresas estrangeiras emitidos por bancos americanos para que os ativos dessas companhias sejam negociados nas Bolsa de Valores dos Estados Unidos, principalmente na de Nova York, a NYSE. 

Na prática, esses recibos funcionam como o caminho para que os norte-americanos, e investidores nos Estados Unidos, invistam em empresas de fora. Os ADRs foram criados em 1927, com o objetivo de abrir o mercado de capitais dos EUA para grandes companhias de todo o mundo. 

É importante lembrar que, atualmente, esse mercado norte-americano está disponível também para que empresas de qualquer país façam seu IPO em suas Bolsas. No entanto, é um processo mais burocrático e demorado do que a possibilidade de negociação por meio de um ADR.

Quais são os tipos de ADR?

Quando olhamos para os ADRs disponíveis no mercado, encontramos algumas diferenças, sobretudo em relação às informações apresentadas pelas empresas. Por isso, é possível classificá-los em alguns tipos:

ADR nível 1

É o ADR classificado na categoria mais simples. Assim, são poucas as exigências que a Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos, ou SEC (Securities and Exchange Commission), coloca para as empresas negociarem suas ações nesse mercado. Um bom exemplo é a exclusão da obrigatoriedade do lançamento de novos papéis com frequência. 

Por esses motivos, esse tipo de ADR é negociado em mercado de balcão. 

ADR nível 2

Esse é o tipo de ADR mais negociado na Bolsa de Valores. Para que uma empresa tenha seus ativos classificados assim, é preciso enviar mais informações para os órgãos reguladores, principalmente dados sobre a saúde financeira a companhia. 

No entanto, a entidade reguladora também não obriga essas empresas a lançarem novas ações. Um ADR de nível 2 é negociado na própria Bolsa de Valores.  

ADR nível 3

Esse é o tipo de ADR com maior destaque no mercado de capitais. O principal motivo é a obrigatoriedade do lançamento de novas ações para a entrada na Bolsa. Com isso, a tendência é que esses ativos tenham mais visibilidade no mercado. 

Como funciona um investimento em ADR?

Se a classificação parece complicada, o funcionamento de um ADR é bem simples. De uma forma que é possível dividir em 3 etapas. 

Etapa 1: no país de origem da empresa, uma instituição financeira compra uma certa quantidade de papéis, tornando-se responsável pela custódia desses ativos. 

Para ficar mais claro, vamos usar como exemplo uma empresa brasileira. O primeiro passo para que ela lance ADR na Bolsa dos Estados Unidos acontece quando ela vende esses ativos para uma instituição financeira brasileira. 

Etapa 2: O próximo passo é a compra desses ativos por uma instituição financeira norte-americana. Voltando ao exemplo, a prática seria a compra desses papéis por um banco dos EUA. 

Etapa 3: depois da concretização dessa compra, essas instituições estadunidenses agrupam essas ações em lotes e transformam em títulos ADRs. Assim, elas passam a ser encontradas nas Bolsas de Valores, negociadas tanto no mercado balcão quanto no pregão da Bolsa.  

Quais são os ADRs de empresas brasileiras?

Fizemos uma lista com as principais empresas brasileiras que estão disponíveis na Bolsa de Valores dos EUA por meio de suas ADRs.  

Nome da empresa Código ADR
Ambev ABEV
Banco Bradesco BBD e BBDO
CemigCIGC e CIG
EletrobrasEBR e EBRB
EmbraerERJ
GerdauGGB
GolGOL
Itaú UnibancoITUB
OiOIBRC
PetrobrasPBR
TimTSU
ValeVALE

Quais são as vantagens de investir em ADR?

As principais vantagens do investimento em ADR é a facilidade para aplicar seu dinheiro em empresas estrangeiras. 

Para os investidores que negociam na Bolsa dos Estados Unidos, o ADR é a maneira mais barata para diversificar sua carteira com empresas de fora do país. 

Para as empresas, é sempre interessante levar em conta a força econômica dos Estados Unidos. Considerando que o mercado norte-americano faz parte da economia mais impactante do mundo, podemos dizer que essa é a vitrine mais valorizada e observada por investidores de todo mundo. 

Além dessa força, também é preciso levar em consideração a quantidade de investidores presentes nessa Bolsa. Para termos uma ideia, calcula-se que cerca de 65% da população estadunidense tenha investimentos na Bolsa, enquanto no brasil, esse número é próximo de 1%.

Qual a diferença entre ADR e BDR?

Da mesma forma que a Bolsa dos Estados Unidos permite que os investidores apliquem em empresas estrangeiras, a B3 — principal Bolsa do Brasil — permite a negociação de ações de companhia de fora do país. 

Essa negociação é realizada por meio de BDR (Brazilian Depositary Receipts). Assim, você consegue investir na Bolsa do Brasil em empresas como Google, Apple, Microsoft, Walmart, entre outras. 

Veja alguns exemplos de BDRs, considerando a empresa e o código de negociação:

  • Avon: AVON34
  • Mcdonalds: MCDC34
  • Boeing: BOEI34
  • Starbucks: SBUB34
  • Walt Disney: DISB34
  • Coca-Cola: COCA34
  • Apple: AAPL34 

Quando falamos sobre os BDRs, é importante falar sobre os riscos que envolvem esses investimentos. Mesmo sendo ativos de empresas mundialmente conhecidas, esses papéis nem sempre possuem grande volume de transações, além disso, para os padrões do Brasil, costumam apresentar um preço alto. 

Assim, antes de investir, principalmente em BDR, é fundamental procurar auxílio de uma consultoria de investimentos

Agora que você sabe mais sobre ADR, certamente tem mais segurança para investir nessas empresas na Bolsa de Valores Americana. Mas e quanto às suas aplicações aqui no Brasil? Confira agora nosso guia com tudo o que você precisa saber sobre os diferentes tipos de investimento e faça o seu dinheiro render muito mais!

Malena Oliveira

Especialista em Finanças Pessoais e membro do Grupo Consultivo de Educação Financeira da Anbima.

leia mais desse autor