5 dicas para escolher investimentos e alcançar seu objetivo financeiro

por Débora Duarte

Todo mundo tem um sonho. Na vida financeira, não é diferente. Por isso, é muito importante ter um objetivo para que você consiga se planejar para alcançá-lo. Mas, para realizar essa meta, não é só guardar dinheiro. O interessante das finanças é que você pode investir essa quantia para, no futuro, ter um valor maior.

Com mais dinheiro, o seu objetivo será alcançado muito antes do que você imagina. Basta tomar as decisões certas e colocar o dinheiro no lugar indicado para o seu bolso. Quer saber como? Eu e o Bernardo Pascowitch, CEO e fundador do buscador de investimentos Yubb, preparamos um passo a passo para facilitar a caminhada em direção ao seu sonho =).

1. Defina o objetivo e o prazo

Todo investimento precisa de uma meta. Se você quer alcançar o seu sonho, você precisa ter um objetivo bem definido, certo? Pode parecer uma questão simples, mas muitas pessoas não sabem onde querem chegar e acabam trilhando qualquer caminho.

"Eu quero ganhar mais dinheiro!", você pode estar pensando.

Claro, esse é o objetivo de todo investidor. Mas você precisa desse dinheiro para quê? Para viajar quando quiser? Para tirar um mês de férias por ano? Para se aposentar tranquilamente? Para ir a um show no final de semana? É muito importante ter isso bem definido para que você consiga determinar o prazo do seu investimento.

Existem três formas de separar seus investimentos conforme o prazo:

  • Curto prazo: um período de até 2 anos;
  • Médio prazo: um período de 2 a 5 anos;
  • Longo prazo: um período maior do que 5 anos.

É interessante que você tenha três objetivos: um para curto prazo, outro para médio e o último para longo. Dessa forma, você consegue distribuir e organizar o seu dinheiro e os seus investimentos para alcançá-los um a um.

É muito fácil dizer que você gostaria de dar a volta ao mundo viajando e não definir uma data para isso, por exemplo. Ou dizer que você quer ter uma festa de casamento, mas não sabe quando. Mas para ter sucesso em sua estratégia, é essencial definir quando você quer alcançar esse objetivo.

Quando você define sua meta, automaticamente é preciso definir um prazo para cumpri-la. Assim, fica muito mais fácil buscar os investimentos mais adequados em matéria de rentabilidade e prazo.

2. Mude alguns hábitos

Conhece aquela pessoa que nunca tem dinheiro no final do mês? Você é essa pessoa? Então, está na hora de mudar isso, certo?

Existe um ditado nos Estados Unidos que diz "There is no free lunch" que, em tradução livre, significa "Não existe almoço grátis". Outro que é muito conhecido por aqueles que gostam de fazer academia é "No pain, no gain", que significa "Não há ganho sem dor". E isso também se aplica ao mundo das finanças.

Para alcançar os seus objetivos, você precisa abrir mão de algumas coisas. Sabe aquele almoço com os colegas do trabalho? E se você começar a levar comida de casa para economizar? Esse dinheiro pode fazer uma diferença muito grande no final do mês e você pode almoçar fora só uma vez na semana, por exemplo.

Existem alguns hábitos na vida financeira que são essenciais. Economizar é um deles! Sem economia, não tem dinheiro a mais na conta e não tem investimento. Se você é muito consumista, mas quer realizar algum sonho no longo prazo, essa é a hora de mudar os seus hábitos pensando que isso pode ajudar você a alcançar seu objetivo.

Você é daqueles que deixam dinheiro na poupança? É muito importante ter a sua reserva financeira, seja em qual aplicação for. No entanto, hoje o rendimento da poupança é ruim e existem outras aplicações financeiras tão seguras quanto ela e que oferecem melhor rentabilidade. Então, busque outras alternativas de investimento dentro do seu perfil.

3. Pesquise sobre o assunto

Você pode não acreditar, mas o mundo dos investimentos é muito mais fácil do que você imagina! Não é necessário ser um especialista para investir, mas é importante ter noção dos conceitos básicos para tomar as melhores decisões.

Se você acreditar em tudo o que as pessoas aconselham (seja seu pai, seu melhor amigo ou seu gerente do banco), muito provavelmente você não atingirá os seus objetivos no tempo determinado. Cada um sabe o que é bom para o seu próprio bolso e só você é responsável por seu dinheiro.

Quando você aprende sobre determinado assunto, sua insegurança diminui, sua vontade de aprender mais aumenta e os resultados chegam muito mais rápido. Então é muito simples: busque conhecimento!

Pesquisando sobre investimentos você vai descobrir que o assunto não é tão complicado quanto parece e vai ficar mais fácil realizar os seus sonhos. Pode ser em livros, e-books, vídeos no YouTube, blogs, conversas com os mais experientes… Vale tudo!

Um detalhe muito importante que as pessoas esquecem na hora de aplicar seu dinheiro é verificar quais são as condições do investimento escolhido.

Por exemplo: você quer fazer uma viagem nos próximos meses e quer investir para chegar em determinada quantia. Na hora de buscar o investimento ideal pelo Yubb, define o dinheiro que você tem para investir e o prazo de 12 meses para buscar uma aplicação.

Daí, você se interessa por um investimento em uma LCI do banco X e aplica determinado valor.

Porém, chegando o tempo da viagem, você não consegue sacar o seu dinheiro sem prejuízo, pois o prazo para o resgate dessa LCI ainda não venceu.

O que você não sabia, portanto, é que a LCI é um investimento que só possui liquidez no vencimento. Ou seja, o seu dinheiro está "preso" até o prazo estipulado.

Nesse caso, seria muito mais interessante ter investido em uma aplicação com liquidez diária ou sem prazo de vencimento definido, como o Tesouro Direto, um fundo de investimento ou mesmo um CDB que ofereça a possibilidade de resgate antes do prazo.

Viu como o conhecimento permite fazer escolhas melhores?

4. Escolha o que se encaixa na sua vida

Não adianta nada ter todo o conhecimento do mundo e analisar um investimento só pela sua rentabilidade!

Há diversos fatores que influenciam na hora de escolher um investimento e você precisa analisar todos para entender qual se encaixa melhor na sua vida financeira. Com objetivo e prazo bem definidos, fica muito mais fácil.

Mas você precisa entender também qual é o seu perfil investidor para escolher o investimento com mais facilidade. Aqui vão algumas dicas:

Investidor conservador: se você é conservador, isso significa que você não gosta de correr muitos riscos ou que o seu objetivo não permite arriscar o valor investido (pagar uma boa escola para os seus filhos, por exemplo).

Para os conservadores, uma boa ideia é investir em renda fixa. Há produtos garantidos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) ou pelo governo federal (Tesouro Nacional).

Investidor arrojado: se você é arrojado ou agressivo, isso significa que você aceita correr alguns riscos para ganhar mais dinheiro. Para os agressivos, as opções são os investimentos em renda variável como ações na bolsa, ETFs, criptomoedas, etc.

Investidor moderado: se você é um investidor moderado, aceita correr um pouco de risco, mas quer sempre ter seus pés no chão. O ideal é buscar aplicações que ofereçam possibilidades mescladas de investimento, como renda fixa e renda variável, por exemplo. Assim, uma carteira diversificada pode ser a melhor alternativa.

Além de saber qual é o seu perfil de investidor, também é ideal classificar os seus objetivos quanto ao prazo.

Objetivos de curto prazo: está querendo realizar um sonho em um curto período? Aposte em investimentos de renda fixa como LCI/LCA, CDB ou Tesouro Direto. As rentabilidades podem ser muito boas principalmente se você investir em produtos com liquidez no vencimento.

Objetivos de longo prazo: a meta ainda está longe? Que tal buscar investimentos um pouco mais arriscados? Fundos de investimento e renda variável podem ser boas oportunidades para que você consiga acompanhar as oscilações de mercado e tirar uma rentabilidade maior no futuro.

Também existem aplicações em renda fixa, mais conservadoras, para quem quer investir no longo prazo, como CDBs e títulos do Tesouro Direto. Além disso, como ações, ETFs e fundos de investimento não têm prazo de vencimento definido, eles também podem ser opções de aplicações para o longo prazo.

5. Diversifique os investimentos

Dica de ouro: "Não ponha todos os ovos na mesma cesta". Para a sua vida financeira ser um sucesso, você não pode colocar todo o seu dinheiro em um único investimento.

Já falamos um pouco da importância da diversificação no tópico anterior, mas é sempre bom reforçar: diversificar é aumentar as chances de uma rentabilidade maior no longo prazo.

Se você for conservador, por exemplo, provavelmente vai investir a maior parte do seu dinheiro em renda fixa. Mas isso não significa que é proibido investir uma pequena parte de seu patrimônio em renda variável.

Pelo contrário! Essa é uma ótima opção para balancear a sua carteira de investimentos e aumentar as chances de uma rentabilidade maior. Porém, regra de ouro: nunca invista em um produto financeiro que você não compreende ou que oferece riscos fora do seu perfil de investidor.

Ao diversificar os seus investimentos, você está automaticamente pensando em chegar mais perto de alcançar os seus objetivos. Isso porque o rendimento tende a ser maior, assim como a segurança. Além disso, planejar o destino de seu dinheiro fica muito mais fácil.

Qual é o seu objetivo? O que você vai fazer para alcançá-lo? Conte para nós aqui nos comentários!

Débora Duarte, do Yubb

Débora Duarte é produtora de conteúdo do buscador de investimentos Yubb. É formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

5 dicas para escolher investimentos e alcançar seu objetivo financeiro
Avaliar o post