Onde investir R$ 50 mil? Conheça as melhores opções

por Mariana Congo

Há muitas possibilidades para quem quer investir R$ 50 mil. Mas não precisa ficar angustiado na hora de fazer essa escolha. Vamos mostrar que existem opções para todos os perfis de investidores. Certamente, você se identificará com alguma.

Além de conseguir diversificar a carteira de investimentos de forma prática, você verá que os seus rendimentos podem ser muito satisfatórios. Por exemplo, uma pessoa de perfil conservador que decidiu investir R$ 50 mil há 10 anos, teria hoje:

  • R$ 101 mil, se tivesse deixado o dinheiro na poupança,
  • R$ 127,75 mil, caso optasse por um Fundo DI;
  • R$ 134,52 mil na carteira de baixo risco da Magnetis.

Fique ligado! Vamos te mostrar como chegar aos melhores resultados. Acompanhe!

Qual é o seu perfil como investidor?

Se você já se frustrou com algum investimento ou sente que está na hora de ir além da poupança, o primeiro passo a ser dado para que você aperfeiçoe seus investimentos é identificar o seu perfil de investidor. Esse aspecto leva em consideração alguns fatores, como:

  • Idade, que está atrelada ao seu momento profissional e financeiro;

  • Perfil de risco, como você lida com eventuais perdas;

  • Conhecimentos financeiros;

  • Objetivos para o futuro;

  • Prazo para o investimento;

  • Necessidade de liquidez

O perfil do investidor, portanto, não é algo imutável. É uma trajetória que vai da busca pela independência financeira, quando se é mais jovem e mais disposto a correr riscos para obter maiores ganhos, ao planejamento da aposentadoria, quando já há um patrimônio consolidado que se quer preservar e ampliar para o futuro.

O melhor investimento para o seu perfil será determinado, portanto, pelos seus sonhos, sua evolução como investidor e seu apetite por riscos. Coloque tudo no papel: seus objetivos para o futuro e o quanto você conhece sobre o mercado financeiro e o que ainda sente necessidade de aprender mais.

Depois, avalie qual seria o seu nível de frustração ao perceber que um investimento de baixo risco poderia ter rendido ganhos superiores ao que você obteve, caso tivesse escolhido outros instrumentos financeiros.

Verifique, também, o quanto ficaria incomodado se a situação fosse contrária, quando um investimento de alto risco resultou em perdas.

Veja mais: Sabia que na Magnetis você pode começar investindo R$ 1 mil? Monte seu plano grátis!

Onde investir R$ 50 mil?

O cenário ideal é compor um portfólio diversificado, que reduz riscos e potencializa os ganhos. Confira algumas opções:

Tesouro Direto

Os títulos do Tesouro Direto são atrelados à dívida pública federal. O investidor adquire o ativo, emprestando recursos ao governo, para obter o retorno no vencimento. Essa é uma modalidade de renda fixa com baixo risco e rentabilidade que pode ser pós ou pré fixada.

CDB

Os Certificados de Depósito Bancário (CDB) também são papéis de renda fixa de baixo risco com retorno que pode ser pré ou pós-fixado. A diferença é que esse título atende às necessidades de captação dos bancos.

Fundos de investimentos

Os fundos de investimento concentram um grupo de investidores (cotistas) com o mesmo objetivo: aplicar recursos no mercado financeiro. Os fundos DI, por exemplo, são compostos por títulos públicos e projetam atingir a taxa CDI, que replica os juros de mercado. São ativos de baixo risco, mas com remuneração satisfatória do capital.

Fundos multimercados

Nesse caso, as aplicações são feitas em ativos diversos, conjugando investimentos em ações e títulos de renda fixa. Dessa forma, há uma diversificação maior, com o objetivo de superar o CDI. Dependendo da composição, os fundos multimercados podem ser de médio ou alto risco.

Carteira Diversificada

Existem diferentes opções de investimento para os três tipos de investidor. Mas a dica de ouro é que, independentemente de seu perfil, o ideal é sempre diversificar sua carteira, para controlar os riscos.

Mesmo que você decida aplicar todo o seu dinheiro na bolsa, por exemplo, certifique-se de que esteja comprando ações de empresas de segmentos diferentes. Assim, se um setor entrar em crise, você ainda tem os rendimentos relativos aos demais.

Ou mesmo se quiser colocar tudo em renda fixa, tente aplicar em diferentes produtos financeiros. Claro, isto é uma decisão sua, mas ter uma carteira de investimentos com diversificação costuma sempre ser a melhor saída.

Quer ver na prática por que adotar a estratégia de ter uma carteira diversificada pode garantir melhores resultados? É disso que vamos falar no próximo tópico.

Invista com 1 mil na magnetis

Investindo R$ 50 mil: quanto é possível obter em 10 anos?

Comparamos a rentabilidade dos nossos portfólios de baixo, médio e alto risco com investimentos em poupança e fundos DI. Coletamos dados de como estas carteiras de investimentos teriam se comportado nos últimos 10 anos, com base no histórico de rentabilidade dos seus exatos ativos. Para fazer esse levantamento utilizamos o simulador da Magnetis.

Cenário 1: Carteira de baixo risco

Investimento inicial: R$ 50 mil

Período: abril/2007 a abril/2017

Investimento

Retorno

Poupança

R$ 101.050

CDI

R$ 127.752

Carteira Magnetis

R$ 134.538

Ao investir R$ 50 mil no cenário mais conservador, o retorno seria 33% superior ao da poupança e 5,3% a mais do que o CDI. A diferença nominal seria de R$ 33.488 (em comparação com a poupança) e R$ 6.786 (CDI). O ganho superior é resultado da alocação de 52% do valor investido em fundos DI e de 48% em renda fixa.

Cenário 2: Carteira de médio risco

Investimento inicial: R$ 50 mil

Período: abril/2007 a abril/2017

Investimento

Retorno

Poupança

R$ 101.050

CDI

R$ 127.752

Carteira Magnetis

R$ 144.994

Já um portfólio de risco intermediário da Magnetis alcançaria uma rentabilidade 43,5% superior à da poupança e 13,5% acima do CDI — com uma diferença nominal de R$ 43.944 (poupança) e R$ 17.242 (CDI). Nessa carteira, a maior parte da aplicação (70%) é voltada para a renda fixa. Os demais investimentos são fundos multimercados (11%), ações (10%) e fundos DI (9%).

Cenário 3: Carteira de alto risco

Investimento inicial: R$ 50 mil

Período: abril/2007 a abril/2017

Investimento

Retorno

Poupança

R$ 101.050

CDI

R$ 127.752

Carteira Magnetis

R$ 150.472

A perspectiva mais arrojada reverteria 49% acima da poupança e 18% acima do CDI. Com uma diferença nominal de R$ 49.442 (poupança) e R$ 22.720 (CDI). Mantendo os mesmos instrumentos do portfólio de médio risco, a estratégia mais arriscada prevê o aporte de 42% dos recursos em renda fixa, 20% em multimercado, 31% em ações e 8% em fundos DI.

Como investir R$ 50 mil e chegar a R$ 1 milhão?

Utilizamos o simulador da Magnetis para verificar quais são os valores de aplicação mensal, prazos e probabilidades para investir R$ 50 mil e transformá-lo em R$ 1 milhão de acordo com níveis de risco baixo, moderado e alto. No simulador gratuito da Magnetis, você consegue ajustar os parâmetros de investimento inicial, adicional e período para ver a probabilidade de chegar ao seu objetivo com aquele plano de investimento. Confira:

Para todas as seguintes simulações foram considerados os valores abaixo:

Investimento inicial: R$ 50 mil

Objetivo financeiro: R$ 1 milhão

Cenário 1: Carteira de baixo risco

Aplicação mensal

Prazo

Probabilidade

R$ 5 mil

10 anos

99 %

R$ 1 mil

25 anos

99 %

Cenário 2: Carteira de médio risco

Aplicação mensal

Prazo

Probabilidade

R$ 4,5 mil

10 anos

98 %

R$ 1 mil

20 anos

99 %

Cenário 3: Carteira de alto risco

Aplicação mensal

Prazo

Probabilidade

R$ 3 mil

10 anos

36 %

R$ 3,25 mil

10 anos

50 %

R$ 4 mil

10 anos

82%

R$ 5 mil

10 anos

98%

Você pode, também, adaptar o prazo. Confira:

Aplicação mensal

Prazo

Probabilidade

R$ 3 mil

10 anos

36 %

R$ 3 mil

11 anos

69 %

R$ 3 mil

12 anos

89%

R$ 3 mil

13 anos

97%

Aliando um valor menor do que os indicados acima a um período de aplicação maior, é possível adotar a seguinte estratégia:

Aplicação mensal

Prazo

Probabilidade

R$ 1 mil

20 anos

97 %

Perceba que foi preciso mexer em duas variáveis (aplicação mensal ou prazo) para aumentar as probabilidades. A variação, no caso do portfólio mais arriscado, pode tanto garantir tanto um resultado inferior quanto superior ao projetado.

Faça a sua própria simulação e descubra onde investir R$ 50 mil

Pronto! Você já descobriu alguns dos elementos necessários para decidir onde investir R$ 50 mil. Estas foram apenas algumas simulações, tomando por base cenários hipotéticos. Como você viu, se quiser, você conseguirá dobrar essa quantia. Aliás, quando chegar lá, confira onde investir R$ 100 mil.

Você pode fazer outros testes e criar a melhor estratégia de acordo com seu perfil e capacidade de investimento. Faça uma simulação gratuita e saiba como.

Mariana Congo é Gerente de Conteúdo da Magnetis e jornalista especializada em finanças pessoais.

Onde investir R$ 50 mil? Conheça as melhores opções
4.9 (97.78%) 9 votes