Conheça os 4 passos da organização financeira

por Mariana Congo | 13/11/2019

Conheça os 4 passos da organização financeira
curso de investimento

Organização financeira é um dos primeiros passos para se dar bem com as suas finanças pessoais. Afinal, sem se organizar, como seria possível lidar com o seu dinheiro de maneira saudável?

Pensando nisso e levando como inspiração a minha quase xará, Marie Kondo, a deusa da arrumação, hoje vou apresentar os 4 passos para você fazer uma mágica na sua organização financeira! Vamos lá?

Faça um retrato claro da sua realidade financeira

O primeiro passo é fazer um retrato bem claro da sua realidade financeira. É a hora de colocar o autoconhecimento em prática!

O método da Marie Kondo, no livro A mágica da arrumação, sugere que você pegue todas as suas roupas do armário, jogue-as na cama e organize-as, avaliando uma a uma.

Levando essa prática para o mundo das finanças, esse é o momento de olhar todos os aspectos da sua vida financeira: quais bancos tem conta, quantos cartões de crédito possui, onde o dinheiro está investido, quais dívidas preciso sanar etc.

É preciso fazer um raio-x das suas finanças, listando tudo que entra e tudo que sai. Dessa forma, você saberá onde está para, a partir dali, saber quais são os caminhos para se organizar plenamente.

É sempre importante refazer esse retrato da sua vida financeira toda vez que algo mudar na sua vida, isto é, quando a sua renda ou seus gastos estiverem diferentes do que estavam quando você fez a última autoavaliação.

Lembre-se que para definir um padrão de ganhos e despesas, o ideal é avaliar pelo menos 3 meses da sua vida. Assim você garante uma “margem financeira”.

Baixe a nossa planilha de gastos e esteja sempre em dia com as suas finanças!

Tenha um envelope para cada tipo de gasto

O segundo passo é ter um orçamento para cada tipo de gasto, como um envelope. Isso vai te ajudar a definir qual o destino do seu dinheiro, isto é, qual será a porcentagem utilizada para as diversas coisas que você faz na vida.

É claro que você não precisa colocar o dinheiro em envelopes, de fato. O ponto é a disciplina financeira: ter ciência de quanto você pode gastar, sabendo que não poderá ultrapassar o limite estabelecido.

Os gastos fixos, como moradia, alimentação e contas em geral, são mais fáceis de planejar. Isso porque são gastos recorrentes e naturalmente previsíveis.

Para outros gastos, o ideal é fazer uma estimativa e já definir o limite de cada categoria, ou seja, o quanto você quer destinar para aquele tipo de gasto todo mês.

Definindo um teto para gastar com jantares fora de casa, por exemplo, você saberá que, se chegar no limite estabelecido, não poderá mais gastar dinheiro com essa categoria.

É preciso ter clareza de que cada parte do seu dinheiro tem um destino. Mas você só vai conseguir fazer isso se tiver seguido o primeiro passo antes!

Pague-se primeiro

Dividindo um orçamento para cada envelope, agora é o momento de você priorizar uma das parcelas mais importantes: seus investimentos.

Os investimentos são como um boleto que você vai pagar a você mesmo. Isso representa o quanto você quer aplicar mensalmente, pensando em seus objetivos do futuro.

Entretanto, de nada adianta esperar o mês acabar para investir apenas o que sobra. Seus investimentos devem ser sua prioridade e, para isso, o ideal é também separar esse “envelope” no começo do mês, junto com os demais.

Investir seu dinheiro no início do mês é uma prova de que você está indo muito bem na sua organização financeira, se desviando de tentações e com foco no que você realmente quer alcançar!

Comece com sua reserva de emergência!

O último passo para fazer mágica na sua organização financeira é ter uma reserva de emergência. Ela é uma quantia destinada a imprevistos ou oportunidades, capaz de promover conforto em ocasiões de apuro.

Ao pensar em começar a investir, a reserva de emergência deve ser o seu primeiro investimento. O ideal é montar uma reserva de pelo menos 3 meses de gastos mensais.

Agora que você já sabe quais são os 4 passos da organização financeira, aproveite para completar o seu planejamento financeiro com a nossa planilha de controle de gastos!

Conheça os 4 passos da organização financeira
5 (100%) 13 vote[s]
curso de investimento