X
Magnetis Week

a black friday da

Magnetis Logo
Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

O que é o payroll? Como ele influencia os mercados?

Quem trabalha com o mercado financeiro sabe como é importante acompanhar indicadores-chave da economia. Eles são fundamentais para prever tendências, tomar decisões certeiras e garantir bons rendimentos. Entre tantos indicadores, o relatório nonfarm payroll (NFP) se destaca como um dos mais relevantes para a economia mundial. 

Neste artigo, explicamos por que ele é um dos indicadores que mais impactam a bolsa de valores. Você também vai aprender a analisar o relatório para operá-lo de forma segura. Vamos lá?

O que é o relatório payroll? 

Em português, “nonfarm payroll” significa “folha de pagamento não agrícola”. Como o nome sugere, o relatório traz dados sobre a situação de emprego nos EUA. Os números do NFP representam cerca de 80% da força de trabalho americana. Ficam de fora os trabalhadores dos setores agrícola (devido à sazonalidade), militar, governamental, de organizações sem fins lucrativos e autônomos. 

Por que ele é tão importante? 

O consumo interno é o principal responsável pela atividade econômica nos EUA. Portanto, saber como anda o mercado de trabalho do país é a principal forma de medir a sua saúde econômica. Além disso, os EUA realizam negócios com economias do mundo todo e representam o mercado mais importante na bolsa de valores. 

É por isso que o relatório payroll está entre os mais aguardados por quem investe em ações. A sua divulgação tem um efeito imediato na bolsa, com impacto comparável apenas ao de grandes acontecimentos, como catástrofes. 

O relatório é publicado pelo Bureau of Labor Statistics (BLS), geralmente em toda primeira sexta-feira do mês, às 8h30, horário de Washington (10h30 em Brasília). Operadores arrojados costumam fechar contratos nos minutos que seguem a sua divulgação. Por isso, essa é uma manhã que costuma ser movimentada na bolsa de valores

Quais são os indicadores que ele divulga? 

Os principais números atualizados mensalmente são:

  • total de novos postos de trabalho;
  • novos postos de trabalho por setor da economia;
  • novos postos de trabalho por faixa etária, classe social e região;
  • taxa de desemprego;
  • salário médio por hora trabalhada;
  • quantidade de horas trabalhadas;
  • índice da balança comercial. 

Como analisar o resultado desse relatório? 

Uma análise inteligente do relatório payroll considera a evolução dos resultados no longo prazo. Só assim é possível ter insights consistentes sobre as tendências da economia americana. 

Ao compará-los, é importante levar em conta não apenas um indicador, mas todo o conjunto apresentado pelo relatório. Além disso, é relevante observar se os números confirmam ou não as projeções feitas pelos economistas. 

Veja a seguir como interpretar os principais indicadores! 

Variação salarial

Quando a média salarial aumenta, o consumidor ganha poder aquisitivo, o que sinaliza boas perspectivas para o mercado americano. Com isso, investir em dólar torna-se mais vantajoso. O inverso também ocorre: uma variação negativa indica enfraquecimento da moeda americana. 

Taxa de desemprego

Como em qualquer país, a saúde econômica é traduzida por uma baixa taxa de desemprego. Por isso, quanto menor ela for, maior o otimismo do mercado perante o dólar. Para o relatório nonfarm payroll, são considerados trabalhadores desempregados que buscaram vagas ativamente no mês de referência. 

Balança comercial

Esse número é importante, pois mede a relação econômica dos Estados Unidos com outros países. A alta nas exportações indica fortalecimento do dólar, uma vez que países importadores precisam comprar moeda americana para fechar contratos. Já um aumento nas importações sugere uma maior demanda do mercado interno americano. 

Dados demográficos e geográficos

Para quem possui uma carteira diversificada de investimentos, é interessante também analisar os recortes detalhados de geração de empregos. Esses dados informam sobre setores e regiões em que o mercado de trabalho está indo bem nos Estados Unidos. Com isso, é possível projetar se as empresas que atuam com determinado público-alvo caminham para uma tendência positiva no longo prazo. 

Como o payroll impacta os mercados? 

Na cotação do dólar

Como era de se esperar, o dólar é o ativo mais influenciado pelo relatório NFP. Um aumento do salário médio, por exemplo, é bom para o consumidor americano, o que é bom para a economia do país como um todo. Por isso, quando os resultados são positivos, a moeda americana tende a se valorizar. 

Na taxa de juros americana

O FED, espécie de Banco Central dos EUA, ajusta a taxa de juros do país a partir do relatório payroll. Afinal, quanto maior o salário, maior o poder aquisitivo; e quanto maior o consumo, maior a inflação. Uma taxa de juros elevada também faz com que o país seja atrativo para investimentos, se comparado a mercados emergentes, como o Brasil. 

Em operações nas bolsas americanas

O relatório payroll também influencia os principais índices do mercado americano, por exemplo, o S&P 500 da Bolsa de Nova York. Ao apresentar números fortes, o relatório pode confirmar uma expectativa do mercado ou trazer otimismo para um setor que estava em baixa. Da mesma forma, números negativos na remuneração de determinado setor podem indicar que é o momento de segurar os seus investimentos. 

Na cotação do ouro

A cotação do ouro está diretamente relacionada às variações do dólar, portanto ela também é influenciada pelo relatório payroll. Porém, existem casos em que o impacto é diferente entre a moeda e a commodity. Se o NFP tiver números fortes, mas não representar maior demanda das indústrias pelo metal, o ouro pode não acompanhar a valorização da moeda. 

Na cotação do petróleo e do gás natural 

Apesar de o relatório payroll não influenciar sozinho a cotação do petróleo e do gás natural, ele ajuda a dar importância às flutuações desse mercado. Se o consumo aumenta, isso se reflete nos gastos com energia e combustível. Logo, maior será o impacto de uma possível baixa nas reservas de energia no mercado de ações. 

Como operar o payroll? 

No curto prazo

Assim que o relatório é divulgado, os indivíduos mais ousados aproveitam a grande movimentação na bolsa e vão para o tudo ou nada no pregão. Há ainda os que esperam alguns minutos para observar como o mercado reagiu ao relatório para, então, fechar negócios. As perdas e os ganhos são tão grandes quanto a volatilidade do momento. Portanto, essa prática é indicada apenas para traders experientes e com reserva suficiente para arriscar. 

No longo prazo

Se você não é um trader profissional, a forma mais indicada de operar o payroll é no longo prazo. Isso significa estudar o relatório e acompanhar todos os indicadores mês a mês, para obter previsões e insights sobre tendências na economia americana. Após uma análise histórica, fica mais fácil tomar decisões com segurança. Esse é o melhor caminho para ter bons rendimentos nesse dia tão importante para o mercado de ações. 

Se você é iniciante nesse mercado, o melhor a fazer é acompanhar os relatórios de payroll com frequência. Assim, você poderá se familiarizar com números importantes e investir de forma consciente. Você também pode fazer o nosso curso grátis de investimento para criar uma reserva de emergência, aplicar em renda fixa e simular investimentos! 

Mariana Congo

Mari Congo tem paixão por explicar coisas difíceis de forma fácil. É jornalista, educadora financeira, especialista em finanças pessoais e investimentos e gerente de comunicação na Magnetis.

leia mais desse autor