Como identificar o perfil financeiro dos colaboradores da sua empresa

por Vinicius Vazquez

Descobrir e entender o perfil financeiro dos colaboradores da sua empresa é fundamental para combater o estresse financeiro.

Como já vimos no primeiro post dessa série, ele pode ter um impacto significativo nos negócios da sua empresa, fazendo com que colaboradores fiquem menos produtivos e os gastos com saúde aumentem na sua companhia.

Vamos agora à etapa seguinte: é possível calcular o número de pessoas que estão nessa situação dentro de uma empresa?

A resposta é sim, mas nem sempre essa tarefa é fácil.

Leia mais: O que é estresse financeiro e por que ele é uma ameaça aos negócios

Pela sua própria experiência, você já deve ter notado que há colaboradores cuja vida é um livro aberto. Outros, pelo contrário, podem estar enfrentando uma situação crítica, mas jamais vão deixar esse fato transparecer.

A boa notícia é que existem maneiras de detectar problemas financeiros sem expor um colaborador.

Descubra os perfis financeiros de seus colaboradores

Quando pensamos na situação financeira de um grupo de pessoas, geralmente imaginamos duas variáveis: essas pessoas conseguem ou não conseguem pagar suas contas.

A tendência é encarar como problema e desenvolver soluções apenas para quem não consegue pagar as contas, certo?

E se eu te disser que existem pelo menos quatro perfis financeiros diferentes?

Mais do que saber se um colaborador está no vermelho ou não, é importante compreender como é a sua relação com o dinheiro.

Aqui na Magnetis, desenvolvemos uma metodologia que identifica rapidamente esses perfis. São eles:

  • Poupador: No fluxo financeiro desse colaborador entra mais dinheiro do que sai. Ainda que ele possua despesas em um prazo mais longo, como um financiamento imobiliário, sua renda e seu patrimônio são suficientes para cobrir esses gastos e ainda guardar para o futuro;
  • Pagador de Contas: O colaborador não está no vermelho, mas gasta praticamente toda a sua renda mensal. Tem algum dinheiro guardado e conseguiria cobrir suas dívidas caso perdesse o emprego, mas o valor poupado não é tão alto;
  • Gerenciando Dívidas: O colaborador está endividado, mas sua renda atual basta para cobrir o que ele deve. Porém, ele não conseguiria equilibrar as contas caso perdesse o emprego;
  • Insolvente: A renda do colaborador é inferior ao fluxo de dinheiro que sai de sua conta. Sua situação financeira é crítica e ele está negativado.

Chegamos a esse resultado após desenvolvermos uma ferramenta de diagnóstico justamente para facilitar esse processo nas empresas.

Funciona assim: os colaboradores preenchem um questionário online e os resultados são entregues de forma agregadas aos gestores, já com a classificação da base de trabalhadores de acordo com seu perfil financeiro.

Em análises que fizemos com mais de 600 colaboradores de nove empresas, identificamos que é possível encontrar esses perfis nas seguintes proporções:

  • 46% são Poupadores;
  • 35% são Pagadores de Contas;
  • 10% estão Gerenciando Dívidas;
  • 9% são Insolventes.

Assim, é possível inferir que 54% dos colaboradores de uma empresa estão sofrendo com estresse financeiro, em média.

Esses dados são preocupantes, especialmente considerando que um trabalhador financeiramente estressado costuma gastar três ou mais horas por semana tentando resolver esse tipo de questão.

E na sua empresa? Qual é o perfil financeiro dos seus colaboradores?

Desenvolva ações específicas para cada perfil

Imagine os custos de ver reduzida a produtividade de 54% dos trabalhadores da sua empresa por causa do estresse financeiro.

Além disso, os outros 46% que são poupadores poderiam ser atraídos para outra companhia que demonstrasse maior preocupação com seu bem-estar financeiro, como já detalhamos no primeiro post desta série.

A partir de um diagnóstico preciso dos perfis financeiros de seus colaboradores, é possível desenvolver ações mais efetivas de conscientização e incentivo à saúde financeira dos colaboradores de sua empresa.

Leia mais: Como calcular o custo do estresse financeiro para os negócios

Além de uma metodologia simples e prática para detectar esse problema, a Magnetis também desenvolveu soluções para atender cada um dos perfis descobertos no diagnóstico.

As opções vão desde um plano para acabar com o endividamento até um planejamento financeiro personalizado de acordo com os objetivos de um colaborador.

Se você quiser saber mais detalhes sobre o método que nós desenvolvemos, veja mais detalhes na nossa apresentação ou entre em contato conosco! Fique à vontade também para comentar neste post suas dúvidas ou sugestões.

O que é estresse financeiro e por que ele é uma ameaça aos negócios

Vinicius Vazquez é Diretor de Desenvolvimento de Negócios da Magnetis.

5 (100%) 1 vote