Abrir conta poupança online: tudo o que você precisa saber

por Mariana Congo

A poupan​​​​ça é um dos investimentos mais procurados por quem pensa em fazer um pé de meia. Assim, ter uma conta online é uma alternativa para driblar a burocracia e as horas de espera na fila no banco. Mas será que vale mesmo a pena abrir uma conta poupança online diante de outras alternativas que o mercado oferece? 

Veja mais: Sabia que na Magnetis você pode começar investindo R$ 1 mil? Monte seu plano grátis!

Simples e confortável, abrir uma conta poupança online pode facilitar a vida de quem quer guardar dinheiro em uma aplicação segura. Mas, como já explicamos em outro post aqui no blog, o rendimento da poupança é ruim e existem aplicações financeiras que oferecem rentabilidade melhor com a mesma segurança.

Preparamos aqui uma breve explicação sobre como abrir uma poupança online e quais são as suas vantagens e desvantagens. Também falamos sobre quais são as outras opções de investimento que existem no mercado. Vamos começar?

Sem tempo para ler todo o conteúdo? Que tal ouvir? Aperte o play e aproveite!

O que é uma conta poupança online?

Uma conta poupança online é uma aplicação semelhante à poupança tradicional. A diferença é que todo o processo de abertura e movimentação pode ser feito de onde você estiver. Basta ter um computador ou celular à mão.

Dos 43 bancos e cooperativas que existem hoje no Brasil, apenas sete oferecem conta poupança.  

  • poupança da Caixa Econômica Federal;
  • poupança do Bradesco;
  • poupança do Banco do Brasil;
  • poupança do Itaú;
  • poupança do Santander;
  • poupança do Banco Inter;
  • poupança do Sicoob.

Desde 2016, o Conselho Monetário Nacional (CMN) viabilizou a abertura da conta pela internet pelos bancos. 

Algumas instituições permitem a abertura de conta poupança totalmente online, enquanto outras até permitem um pré-cadastro pela web, mas exigem que a pessoa se apresente em uma agência para concluir seu cadastro.

Há ainda instituições que não aceitam nem sequer o pré-cadastro online, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, dois bancos públicos.

No Banco do Brasil até existe a opção de abrir uma conta corrente por aplicativo de celular, mas não de abrir conta poupança.

As instituições que aceitam pré-cadastro online para abrir poupança são:

  • Bradesco;
  • Itaú;
  • Santander.

Mesmo assim, a abertura da conta exige a presença do cliente no banco após a análise do pedido, o que acaba tornando todo o processo bastante burocrático.

Vale destacar que para realizar a abertura de uma conta poupança é necessário levar os seguintes documentos:

  • documento de identificação com foto (RG ou carteira de motorista - CNH);
  • comprovante de residência;
  • em alguns casos, o banco pode solicitar um comprovante de renda.

Vale lembrar que os bancos não são obrigados por lei a abrir uma conta-corrente ou poupança solicitada por um cliente. Porém, todos precisam oferecer um pacote de serviços essenciais, pelos quais não há cobrança de tarifas.

Veja também: Leia isto se você quer começar a fazer investimentos online

Quais são as vantagens e desvantagens da poupança online?

Chegou a hora de descobrirmos se a poupança online realmente vale a pena. Confira a seguir as vantagens e desvantagens desse tipo de conta:

Vantagens da poupança online

  • segurança: a poupança é garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) —, que cobre depósitos e aplicações de até R$ 250 mil em cada banco em caso de falência;
  • isenção de IR: a caderneta de poupança é isenta de Imposto de Renda (mas só se você lucrar até R$ 40 mil em investimentos isentos);
  • liquidez: é possível sacar o dinheiro a qualquer momento;
  • simplicidade: não há valor mínimo para investir e não é preciso ter uma conta-corrente vinculada.

Desvantagens da poupança online

  • perda de valor com o tempo: os rendimentos podem ficar abaixo da inflação, o que significa perda de dinheiro;
  • baixo rendimento: se o dinheiro ficar na conta poupança por menos de 30 dias, ele não rende. Além disso, de acordo com a nova regra de cálculo da poupança, seu rendimento sempre ficará abaixo da Selic, a taxa básica de juros;
  • burocracia: como você viu, embora seja autorizado pelo CMN, o processo para abrir uma conta poupança online ainda não é feito totalmente pela web na maioria dos bancos;
  • custo de oportunidade: ao decidir aplicar seu dinheiro na poupança, você deixa de ganhar mais dinheiro em outras aplicações de renda fixa tão seguras quanto a caderneta.

Vale a pena abrir uma poupança online? Quais opções de investimento rendem mais do que a poupança?

Abrir uma conta poupança online ainda não é uma realidade na maioria dos bancos no Brasil. O processo costuma ser burocrático igual a abertura de uma conta convencional.

 Mas se você está em busca de uma forma segura de aplicar o seu dinheiro, saiba que existem opções bem mais práticas e vantajosas para investir com segurança. 

É possível investir de forma online, com segurança e praticidade em aplicações que rendem mais do que a caderneta. 

A seguir, vamos conhecer as principais alternativas à poupança.

1. Tesouro Direto

São títulos públicos emitidos pelo governo federal. Ou seja, o governo vende seus títulos para os cidadãos, que por sua vez emprestam dinheiro para o governo. O valor captado pelo governo é destinado ao financiamento de investimentos em saúde, infraestrutura, educação e outros.

Assim como a poupança, o Tesouro Direto é considerado um investimento de baixo risco. Embora não tenha a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), o risco de crédito por parte do governo federal é baixíssimo.

Investindo a partir de R$ 30, você pode passar a receber juros e correção monetária, o que significa que você estará protegido contra a inflação e ainda contará com rendimentos acima dos da poupança online. Além disso, alguns títulos podem ser interessantes para ajudar a montar a sua reserva de emergência. O Tesouro Selic (LFT), por exemplo, pode ser uma excelente opção, pois permite o resgate a qualquer momento.

Porém, fique atento! Você deve considerar o seu perfil de investidor e objetivos antes de investir neste tipo de aplicação. No Tesouro Direto alguns títulos são de longo prazo e o saque antecipado pode comprometer parte do seu dinheiro.

2. LCI/LCA

Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos privados de renda fixa, que servem para financiar o setor imobiliário e agrário. Em termos gerais, o seu dinheiro vai para o banco emissor a fim de que ele fomente o crédito para esses setores. Além de ter uma rentabilidade atraente, esses tipos de investimento são isentos de IR. Outra vantagem é que contam com a cobertura do FGC, o que os torna bastante seguros.

A liquidez varia de acordo com a instituição financeira e o acordado no contrato. Geralmente, o dinheiro só pode ser resgatado no vencimento do ativo no prazo mínimo de 1 ano ou mais. Em alguns casos, é possível vender o título antes de seu vencimento, mas essa operação é um pouco mais complexa.

É preciso encontrar um comprador para esse título no chamado mercado secundário, que geralmente acaba sendo o próprio banco emissor. Nesse caso, a rentabilidade do investidor pode ficar comprometida diante dos termos dessa negociação. Por isso, o ideal é levar esses títulos até o vencimento.

3. CDB

O investimento em CDBs (Certificado de Depósito Bancário) se assemelha às outras opções apresentadas, só que em vez de emprestar dinheiro ao governo ou aos setores imobiliário e agrário, você empresta dinheiro à própria instituição financeira.

Os CBDs são títulos de renda fixa, assim como a LCI e LCA. Eles também contam com garantia do FGC, mas tem rentabilidade maior se comparado à poupança online. Em geral, CDBs de bancos médios costumam oferecer rendimento melhor que os de grandes bancos.

Existem três tipos de CDB:

  • prefixado: rentabilidade sugerida e predefinida pelo banco;
  • pós-fixado: rentabilidade variável, de acordo com a referência do mercado;
  • misto: remuneração equivalente ao índice de inflação somada a uma taxa prefixada.

4. Carteira diversificada

Como você viu, existem diferentes opções de investimento para quem quer investir com comodidade e com a mesma segurança da poupança online.

Além disso, você agora já sabe que a rentabilidade da poupança não é mais tão atraente assim, e que várias aplicações tem desempenho melhor do que ela.

Mas se você quiser ter uma melhor experiência com seus investimentos, que tal diversificar sua carteira?

Mesmo que você tenha um perfil mais conservador e queira investir em aplicações mais seguras, é possível lançar mão da diversificação para ter uma rentabilidade bem melhor. E isto também pode ser feito de forma totalmente online e sem burocracia.

Uma carteira diversificada é um conjunto de investimentos selecionados para atender o seu perfil e os seus objetivos.

Cada um deles cumpre um papel: alguns dão suporte em momentos ruins do mercado; outros buscam a melhor rentabilidade; podem existir ainda os investimentos no exterior, que protegem suas aplicações ao mesmo em que apliam as possibilidades de bons rendimentos.

Quer saber mais sobre quais opções estão à sua disposição para sair da poupança e aumentar a diversificação da sua carteira? Baixe grátis o ebook Desmistificando a Poupança: por que outros investimentos podem ser melhores. Não se esqueça de deixar aqui o seu comentário e compartilhe conosco a sua experiência! 😀

Mariana Congo, da Magnetis

Mariana Congo é Gerente de Comunicação da Magnetis e jornalista especializada em finanças pessoais.

(Post originalmente publicado em março de 2018)

Abrir conta poupança online: tudo o que você precisa saber
4.3 (86.67%) 24 votes