Vai investir em ações? Saiba como funciona o pregão

por Luiza Caricati | 21/10/2019

pregão
consultoria de investimento
curso de investimento

Quando o assunto é investimento em ações, existem alguns termos que precisam ser bem compreendidos por todas as pessoas interessadas em ingressar nesse mercado. Um deles é o pregão da bolsa de valores.

Mas será que você sabe como funciona esse procedimento e qual é a sua importância para quem investe em ações? Continue lendo este post e entenda tudo sobre o assunto de uma vez por todas!

O que é o pregão?

Devido à sua natureza de negociação direta de papéis, o investimento em ações apresenta procedimentos e dinâmicas diferentes do que fazemos nas tradicionais aplicações em títulos e outros ativos.

Entre eles temos o pregão, que é o momento destinado à oferta de lances e fechamento de negócios de compra e venda de ações em uma bolsa de valores.

Esse momento é precedido pelo leilão de pré-abertura: um período de 15 minutos em que o sistema da bolsa registra as ofertas de compra e venda de ações, sem que as negociações sejam de fato fechadas.

Nessa fase, os potenciais compradores podem prospectar as melhores oportunidades e os vendedores podem analisar o mercado para definir o preço de abertura dos ativos.

Ainda que existam ofertas de compra e venda compatíveis durante esse período inicial, é apenas após a abertura do pregão que as negociações podem ser concretizadas.

Vale lembrar que o termo também se refere a uma modalidade de licitação, que é o processo de compras realizado por órgãos públicos.

No entanto, vamos focar neste texto apenas em seu uso no contexto do mercado financeiro e investimento em ações.

Qual é a diferença entre pregão viva voz e digital?

Atualmente, existem duas modalidades de pregão que podem ser realizadas na bolsa de valores. Conheça melhor cada uma delas.

Pregão viva voz

Com certeza você já viu aquelas típicas cenas de negociação de ações, com muitos operadores reunidos em seus telefones dando ofertas aos gritos, não é verdade?

Pois é exatamente dessa maneira que ocorrem os pregões viva voz, realizados de forma presencial entre aqueles que estão interessados em comprar ou vender papéis ou seus representantes.

Como os registros são feitos de forma manual, marcando-se em cartões as datas e horas dos lances, é comum que a apuração dos resultados se estenda por horas após o encerramento do pregão.

Isso faz com que os pagamentos em dinheiro levem alguns dias até serem realizados.

Outra grande limitação da modalidade presencial é quanto ao número de participantes, já que isso depende diretamente do espaço físico destinado aos operadores no centro do círculo de negociações.

Muitas vezes, a prioridade costuma ser dada a quem investe alto, o que pode afastar muitos possíveis interessados em participar desse mercado.

Na principal bolsa de valores do Brasil, a BM&FBovespa ou B3, essa modalidade foi encerrada em 2005. A partir de então, as negociações passaram a acontecer apenas por meio do pregão digital.

Pregão digital

Com a possibilidade de interligar interessados em negociar ações por meio da internet, em 1997 a Bovespa começou a implantar o pregão digital.

consultoria de investimento

Nessa modalidade, os participantes são reunidos em um ambiente virtual, sem limite de vagas e em tempo real, o que reduz a burocracia e democratiza o acesso ao mercado de ações.

O sistema online da bolsa de valores cruza as informações de lances e ofertas de ações, fechando os negócios de forma automatizada.

Graças a essa praticidade e agilidade, o pregão eletrônico viabilizou a criação de mercados que antes não eram possíveis, como operações automáticas e em alta frequência.

Além de aumentar consideravelmente a velocidade das negociações, a internet também as torna mais transparentes. Por todos estarem conectados por meio dela, a disputa é impessoal, com todos os participantes tendo acesso às mesmas condições.

Além disso, vantagens como a auditoria em tempo real, a alta rastreabilidade e o baixo custo fazem com que o investimento em ações seja uma alternativa possível para diversos perfis.

Para acessar o ambiente de negociações, as corretoras disponibilizam aos interessados uma plataforma chamada Home Broker.

Por lá, é possível participar das rodadas de negociação, enviando ordens de compra e venda a qualquer momento e de onde estiver.

Quais são os horários de operação do pregão?

Como dissemos, é apenas durante o período do pregão que de fato ocorrem as compras e vendas de ações. Por isso, é importante estar sempre atento ao horário para planejar os seus lances.

Na prática, o período de funcionamento do pregão na B3 se inicia às 10h e vai até as 17h. Contudo, é comum que muitos dos que investem em ações aguardem o horário de abertura de Wall Street, que é a bolsa de valores mais importante do mundo.

Isso porque muitos papéis, especialmente os emitidos por empresas multinacionais, costumam ter maior liquidez durante o pregão da bolsa americana.

Além do leilão de pré-abertura, que já conhecemos, existem outros momentos importantes quando falamos da operação do pregão. Confira:

Call de fechamento

Também chamado de leilão de fechamento, acontece durante os cinco últimos minutos de funcionamento do pregão, em geral entre as 16h55 e as 17h.

Diferentemente do leilão de pré-abertura, em que participam todos os tipos de papéis, no call de fechamento são negociados apenas ativos que façam parte de alguma carteira de índices da Bovespa, e não necessariamente do Ibovespa.

After market

É chamado de after market o período em que é possível realizar operações no mercado de ações mesmo após o fechamento do pregão.

A única diferença é que só podem participar os ativos que fazem parte do índice Ibovespa que foram negociados durante o pregão normal do dia e apenas à vista. Além disso, existe um limite máximo de negociações por CPF e de oscilação dos ativos.

Essa é uma excelente oportunidade para aqueles interessados em investir em ações mas que não têm tempo para acompanhar os pregões regulares. O after market pode iniciar entre as 15h30 e as 17h05, tendo sempre seu fim às 18h.

Mercado futuro

Modalidade de investimento baseada em perspectivas futuras do valor de commodities, o mercado futuro funciona em horários diferentes do pregão. Os períodos se iniciam às 09h e terminam entre as 15h e as 16h, variando de acordo com o ativo.

Agora que você já sabe tudo sobre o pregão, que tal aprender mais sobre o que é importante para quem quer investir em ações? Confira o nosso Guia Completo Sobre Consultoria de Investimento.

Avaliar o post
curso de investimento