Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Você pode investir de um jeito melhor, e nós podemos provar.

Baixe o app!

Recebi uma grande quantidade de dinheiro: devo investir de uma vez ou aos poucos?

Imagine a seguinte situação: em determinado momento, você recebe uma grande quantidade de dinheiro de uma só vez. É o caso do recebimento de uma herança ou de um bônus. Nestas situações, é comum surgir a dúvida: é melhor investir todo o dinheiro de uma vez ou fazer aportes aos poucos?

Esse questionamento é bastante comum entre os investidores e requer atenção especial. Afinal, os resultados podem ser bem diferentes dependendo da decisão que você tomar. Por isso, é preciso pensar no que faz mais sentido para os seus objetivos e para a construção do seu portfólio de investimentos.

Neste artigo, você descobrirá se vale mais a pena alocar todo o dinheiro de uma só vez ou se fracionar seria mais atraente.

Continue a leitura e confira a resposta!

Como funcionam os aportes mensais?

Antes de saber qual é a resposta definitiva para a pergunta “recebi uma grande quantidade de dinheiro: devo investir de uma vez ou aos poucos?”, é importante entender como são feitos os investimentos recorrentes

A ideia por trás deles é alocar os recursos de maneira contínua. Isso pode ser colocado em prática ao fazer investimentos mensais. Você pode realizar aportes financeiros da mesma magnitude ou variar o montante que será investido a cada mês.

No geral, essa é uma alternativa que ajuda a desenvolver o seu patrimônio. Afinal, por meio dos investimentos frequentes, você aumentará o montante investido — o que pode favorecer o impacto do retorno no longo prazo.

Mas essa é uma estratégia que costuma ser usada por quem não dispõe de um amplo montante financeiro para aporte único. Então a ideia é disponibilizar, regularmente, uma parte do orçamento para fazer investimentos — considerando a renda mensal.

Vale a pena fazer investimentos de uma única vez?

Como você viu, investir mensalmente pode ser interessante para aumentar o seu patrimônio, de acordo com a sua capacidade de poupança. Porém, no caso de receber uma grande quantia de uma vez, realizar investimentos periódicos pode não ser a melhor alternativa.

Em vez disso, você pode escolher efetuar o aporte financeiro em um único momento. Nesse cenário, a ideia é investir todo o dinheiro disponível de uma vez só. Ao invés de dividir a quantia em diversas aplicações.

Se o dinheiro for bem investido, essa decisão pode ser vantajosa por diversos motivos. O primeiro é que, se você decidir fazer aportes frequentes, o dinheiro restante ficará parado. Ou será provavelmente mantido em uma alternativa líquida, mas pouco rentável.

Em um contexto de inflação mais elevada, isso pode significar a perda do poder de compra do montante principal. Ainda, há o desperdício de oportunidades melhores, já que seu dinheiro poderia ser investido de modo mais estratégico desde o início.

Além disso, é preciso considerar os impactos do longo prazo nos investimentos. Isso porque os juros compostos atuam sobre a soma investida. Logo, ter uma quantia maior no começo pode impulsionar seus resultados e ajudar a ampliar seu patrimônio.

Juros compostos na prática

Para entender melhor a ação do tempo nos seus investimentos, considere a fórmula para calcular os juros compostos:

M = C (1+i)^t, onde:

  • M: montante final acumulado;
  • C: capital inicial investido;
  • i: taxa de juros;
  • t: tempo.

Nessa equação, o tempo é o único elemento exponencial, enquanto os outros oferecem uma relação linear. Isso significa que, se você ampliar a taxa de retorno ou o capital inicial, o montante final aumentará em proporção linear.

Porém, ao elevar o tempo de investimento, é possível multiplicar o resultado de maneira exponencial. Logo, quanto mais tempo o dinheiro ficar investido, maior pode ser a incidência da taxa de rentabilidade — e maior tende a ser o valor final acumulado.

Para visualizar, em números, os benefícios de investir de uma só vez, considere um aporte financeiro único de R$ 480 mil e um retorno fictício de 1% ao mês. No caso de manter o investimento por 12 meses, você terá um retorno final bruto de, aproximadamente, R$ 540 mil.

Já se você escolher fazer 12 aportes mensais de R$ 40 mil cada, o desempenho ficará em cerca de R$ 507 mil. Perceba que, como as demais condições foram mantidas, o tempo é o grande responsável pelos resultados. E a diferença de R$ 33mil entre R$ 540mil e R$ 507mil nunca será recuperada.

Investir aos poucos ou tudo de uma vez?
Elaborado pela autora.

Afinal, é melhor investir de uma só vez ou realizar aportes regulares?

Até aqui, vimos como a performance da sua carteira de investimentos pode mudar se você decidir investir de uma só vez ou mensalmente. Note que esses resultados são válidos tanto para as alternativas de renda variável quanto para opções de investimento de renda fixa.

Independentemente da classe, a tendência é que seja mais interessante investir de uma só vez, se você dispuser de uma grande quantia financeira. Afinal, isso faz com que seu aporte financeiro seja mantido por mais tempo, o que favorece a influência do fator tempo nos resultados.

Para confirmar esse cenário, a Vanguard, uma das maiores gestoras de investimentos do mundo, realizou um levantamento com base em dados referentes a mais de 90 anos. Assim, as informações capturam alguns dos piores momentos dos mercados, como grandes crises mundiais.

O objetivo era avaliar se, ao longo desse período, o investidor teria tido mais retorno financeiro se investisse uma quantia de uma única vez ou realizasse investimentos frequentes no mercado financeiro.

O resultado foi que, em média, em 70% das situações, seria melhor investir todo dinheiro ao mesmo tempo. Ao invés de realizar aportes financeiros periódicos. Além disso, a proporção foi semelhante tanto para carteiras de renda fixa e renda variável quanto para portfólios com apenas uma classe de investimentos.

Por que contar com a ajuda de uma gestora digital?

Para aproveitar os possíveis benefícios de investir o dinheiro de uma só vez é preciso tomar decisões que estejam alinhadas ao seu perfil de investidor e aos seus objetivos. Por isso, contar com uma gestora digital, como a Magnetis, pode ser uma decisão interessante.

Com a ajuda do nosso time, você identificará o seu perfil e terá a composição de carteira ideal para as suas necessidades. Além disso, contar com apoio qualificado é uma forma de superar um viés comportamental inconsciente – fator que pode afetar seus resultados no longo prazo.

Diante dos riscos do mercado, você pode ter um medo maior de se arrepender de investir tudo de uma vez. Mas, com suporte profissional, é possível mitigar esse comportamento. E ainda explorar as oportunidades de ampliar seu retorno financeiro ao fazer um aporte único.

Agora você conhece o potencial de investir uma grande quantia financeira de uma só vez, em oposição aos investimentos mensais. Dessa forma, você poderá favorecer o alcance dos seus objetivos no mercado financeiro e aproveitar melhor o recurso disponível.

Este artigo foi útil? Para ter ajuda profissional na hora de definir e executar sua estratégia de investimento, fale conosco da Magnetis!

Andressa Siqueira, CFP®
Andressa Siqueira, CFP®

Formada em Economia pela PUC-SP, é especialista em investimentos na Magnetis desde 2019. Possui as certificações CEA pela ANBIMA e de planejadora financeira CFP®, trabalha no mercado financeiro há mais de 8 anos.

leia mais desse autor