Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Remessa Online vale a pena? Descubra neste post!

Assim como em outras áreas do mercado financeiro, a chegada das fintechs de pagamentos e remessas internacionais vem mudando o setor. Quem já precisou mandar dinheiro para outro país provavelmente se assustou com as taxas praticadas pelos bancos. A Remessa Online chegou para tornar esse processo mais simples e muito menos doloroso para as suas finanças pessoais

A Remessa Online pode ser usada tanto para enviar dinheiro para fora do país quanto para receber recursos do exterior. A promessa da startup é conseguir realizar esses processos de forma mais rápida e com menor custo do que o processo adotado pelos bancos tradicionais. 

Neste post, vamos conhecer melhor a Remessa Online. Você vai entender para que ela pode ser usada, quais são as taxas praticadas e as vantagens que oferece. Por fim, veremos passo a passo como realizar uma transferência por meio dela. Acompanhe!

O que é a Remessa Online e para que é utilizada?

A Remessa Online nasceu em 2016 como uma startup de pagamentos e remessas internacionais. A plataforma foi criada pela empresa BeeTech e foi uma das vencedoras no Programa de Aceleração da Visa em 2017. O prêmio foi concedido porque ela traz transparência aos principais serviços de câmbio no mundo. 

Dessa forma, a promessa é que o cliente saiba exatamente o que está pagando. Ela permite:

  • mandar dinheiro para pessoas físicas no exterior;
  • receber valores de contas em outros países;
  • pagar serviços, estudos e custos médicos em diversos países;
  • investir no exterior e resgatar os rendimentos obtidos com aplicações internacionais;
  • receber o pagamento por serviços prestados para empresas no exterior;
  • receber remuneração do Google AdSense;
  • comprar imóveis ou pagar aluguéis no exterior. 

Segundo informações do próprio site, eles já atenderam mais de 150 mil clientes, que transacionaram cerca de R$ 5 bilhões pela plataforma. É possível fazer transferências para mais de 80 países, incluindo Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha, Japão e China. 

A empresa é totalmente legalizada e está cadastrada como correspondente do Banco Central como Bee Serviços de Assessoria Financeira Tecnologia LTDA. Com um cadastro simples, é possível fazer transferências de até R$ 37,5 mil por dia ou R$ 75 mil por ano. Para valores mais elevados, é preciso preencher um cadastro mais completo. 

Quais são as principais taxas cobradas?

Um dos principais diferenciais da Remessa Online são os custos reduzidos, em comparação aos bancos tradicionais. Há também a simplicidade e transparência das tarifas. 

Existe uma tarifa bancária de R$ 5,90 para envios de até R$ 2. 500, ou o equivalente em outra moeda. Para transferências acima desse valor, a tarifa bancária é isenta. 

Além disso, há uma taxa de 1,3% em cima do valor transacionado. Trata-se de um percentual menor do que o praticado pela maioria dos bancos — que gira em torno de 5%. A plataforma também se compromete a usar de fato a cotação comercial do momento da moeda estrangeira que o cliente selecionar. 

Isso significa que o chamado spread é mais baixo. Trata-se da diferença que a instituição financeira ganha entre a cotação que ela paga pela moeda e a que cobra do cliente. 

Por fim, existe a cobrança do IOF(Imposto sobre Operações Financeiras). A alíquota varia de 0,38% a 1,1% sobre o valor transferido, dependendo do motivo da remessa. Simplificando, o valor que o cliente vai pagar é a soma do câmbio comercial com o custo de 1,3% mais IOF e a tarifa bancária, se houver. 

Fizemos uma simulação no site no dia 28 de dezembro de 2019, como se fôssemos enviar R$ 5 mil para os Estados Unidos. No Google, a cotação do dólar estava a R$ 4,05, mesmo valor indicado na plataforma da Remessa Online (R$ 4,0520). 

Pelo valor, não pagaríamos a tarifa bancária, apenas o custo de 1,3% e o IOF. Nessas condições, o valor final da cotação, com as taxas e impostos, sairia por R$ 4,1203. De fato, é uma diferença menor do que o praticado pela maioria dos bancos e casas de câmbio. 

Quais são as vantagens de usar a Remessa Online?

A Remessa Online busca se destacar no mercado de três formas:

  • tarifas mais transparentes;
  • custo mais baixo;
  • maior agilidade nas transações. 

Segundo a empresa, o tempo estimado para envio de dinheiro para o exterior seria de apenas 1 dia útil. A média dos bancos tradicionais é de 3 dias úteis. 

Além disso, a plataforma faz transferência instantânea para os países da SEPA (Área Única de Pagamentos em Euros). A área engloba países da União Europeia e mais alguns. Para o recebimento de dinheiro, o prazo é de 2 dias úteis após o fechamento do câmbio. 

Como fazer uma transferência pela Remessa Online?

Para usar a Remessa Online, o primeiro passo é se cadastrar na plataforma. O cadastro é simples: requer apenas o preenchimento do CPF junto ao e-mail, e é aprovado na mesma hora. Ele permite fazer transferências nos limites que mencionamos anteriormente. 

Quem deseja transferir valores mais elevados tem que fazer o cadastro completo. Ele exige documento de identidade (RG ou CNH), comprovante de residência, ficha cadastral assinada, declaração e recibo de entrega do Imposto de Renda atualizado. 

Em seguida, selecione a categoria da transferência, que pode ser:

  • enviar para corretora internacional;
  • enviar para empresa no exterior;
  • enviar para uma Pessoa Física;
  • pagar produtos ou serviços;
  • pagar um curso etc. 

Insira as informações necessárias para o envio, como nome, dados bancários, moeda, valor e o motivo da remessa. 

Na sequência, informe o valor que você deseja enviar. Nesse momento, a plataforma vai mostrar todos os custos envolvidos na transação. Com esses dados, faça uma TED no valor correto para a Remessa Online e envie o comprovante de pagamento pela plataforma. O dinheiro chega na conta de destino em até um dia útil após a confirmação de pagamento. 

Pronto, agora você já sabe como funciona a Remessa Online e tem condições de avaliar se essa é uma boa solução para você! Aproveite também para aprofundar seus conhecimentos fazendo o primeiro módulo do nosso curso de investimentos. É totalmente gratuito e online!

Luiza Caricati

Luíza Caricati é produtora de conteúdo da Magnetis. Jornalista, tem experiência na área de investimentos, educação e negócios, e lidera nossa estratégia multimídia, traduzindo conteúdos complexos em comunicações didáticas para diversos formatos.

leia mais desse autor