Rentabilidade Magnetis 2018: como foi o retorno das nossas carteiras

por Luciano Tavares, CFP® | 10/01/2019

rentabilidade magnetis 2018

O ano que passou foi bastante agitado no mundo dos investimentos. Também foi de novidades bem legais aqui na Magnetis: lançamos nossos aplicativos para Android e iPhone, baixamos a aplicação mínima para R$ 1 mil, lançamos a isenção da Taxa Magnetis até R$ 5 mil para todas as carteiras e incluímos ações internacionais em nossos portfólios. Agora, chegou a hora de ver como foi a rentabilidade das Carteiras Magnetis em 2018.

Todos esses assuntos nós comentamos ao vivo em um bate-papo no canal da Magnetis no Youtube. Se você perdeu ou quer rever algum trecho, pode conferir a gravação na íntegra a seguir:

Como você viu no bate-papo, existem vários fatores que influenciaram o desempenho das Carteiras Magnetis em 2018. Nos próximos tópicos, vamos repassar os números e explicar os nossos resultados com mais detalhes. Acompanhe!

Como foi o desempenho da bolsa em 2018?

O início do ano de 2018 foi marcado por uma onda de otimismo. Isso fez a bolsa bater um recorde de alta em janeiro, com o Índice Bovespa (Ibovespa), principal referência do mercado brasileiro de ações, chegando à casa dos 85 mil pontos.

No entanto, ao longo do ano, um dos eventos que mais prejudicou esse otimismo foi a greve dos caminhoneiros. O movimento causou desabastecimento em diversas regiões do país, expôs a fragilidade do governo e o resultado se refletiu também no mundo dos investimentos.

Para você ter uma ideia, o Ibovespa caiu à casa dos 70 mil pontos em junho e, se você investia no Tesouro Direto nessa época, também deve ter notado mudanças no valor dos seus títulos.

Veja mais: Confira o desempenho do Tesouro Direto, da NuConta e dos CDBs no ranking dos investimentos 2018

Finalmente, as eleições 2018 voltaram a movimentar bastante o mercado, afetando de forma mais intensa as aplicações de renda variável. Foi às vésperas dessa definição que o dólar chegou a bater os R$ 4,20. A cotação foi a maior desde 2016.

Passadas as eleições, o otimismo voltou. A bolsa viu um rápido movimento de alta, com seu principal índice saindo dos 75 mil pontos no início de setembro e batendo os 89 mil pontos em novembro.

Em 2018, o Ibovespa fechou em alta de 15,03% aos 87.887 pontos. Agora, no início de 2019, bateu novo recorde: no dia 9 de janeiro chegou pela primeira vez à marca de 93 mil pontos.

Voltando a 2018. Em outubro, com a inclusão das ações internacionais em nossas carteiras que têm renda variável, a rentabilidade também passou a refletir o desempenho dos principais índices de ações da bolsa americana: o S&P 500, das 500 maiores empresas dos Estados Unidos, e o Vanguard Information Technology (VGT), das principais empresas de tecnologia.

Como o último trimestre de 2018 foi de instabilidade no mercado americano, o desempenho das ações internacionais ficou abaixo do esperado. No entanto, a bolsa americana tem mostrado resultados consistentes ao longo das últimas décadas e, como lá são negociadas as ações das maiores empresas do mundo, há grande capacidade para recuperação e bons resultados no futuro.

Foi esse, inclusive, um dos motivos pelos quais escolhemos incluir ações internacionais nas Carteiras Magnetis: reforçar a diversificação entre diferentes mercados, gerando mais valor e reduzindo o risco no longo prazo.

Neste mesmo período em que a bolsa dos EUA teve desempenho abaixo da média, a bolsa brasileira bateu recordes de alta. Porém, em junho do ano passado a situação estava invertida: a bolsa americana estava em alta quando o Ibovespa apresentava os resultados mais baixos do ano.

No gráfico a seguir, mostramos a diferença de comportamento entre os dois índices. Para você ter uma ideia melhor de todo esse sobe e desce, também acrescentamos a comparação com o CDI, que é o índice de referência das aplicações mais básicas do mercado brasileiro:

Ibovespa, S&P 500  e CDI em 2018

Assim, com uma estratégia de diversificação eficiente, é possível capturar o melhor de cada ativo e cada mercado no portfólio. É assim que as Carteiras Magnetis oferecem a melhor rentabilidade ajustada ao seu perfil de risco.

Rentabilidade Magnetis 2018

Em 2018, o desempenho das Carteiras Magnetis foi de até 128% do CDI. As Carteiras 1 e 2, nossos portfólios mais conservadores, alcançaram até 111% do CDI no ano passado. Veja na tabela a seguir:

Rentabilidade Magnetis 2018

Vale lembrar que esses resultados já são livres de todos os custos como corretagem, taxa de administração e a taxa Magnetis (saiba mais sobre esses custos). Não foi descontado o Imposto de Renda.

Também é importante ressaltar que esses números se referem à mediana de cada Carteira Magnetis. Ou seja: a maior parte de nossos clientes obteve resultados iguais ou bem próximos a esses valores.

No entanto, caso a rentabilidade da sua Carteira Magnetis seja diferente da que apresentamos aqui, não se preocupe! Isso acontece porque provavelmente você começou a investir conosco em um período diferente dos que consideramos aqui.

Rentabilidade Magnetis: 4º trimestre de 2018

Entre os meses de outubro e dezembro, o desempenho das Carteiras Magnetis mais conservadoras (Carteiras 1 e 2) foi de até 110% do CDI.

Já as que possuem renda variável na composição (Carteiras 3, 4 e 5), renderam até 253% do CDI. Veja:

Rentabilidade Magnetis 2018 - 4 trimestre

O movimento de alta na bolsa brasileira após as eleições foi o principal fator que impulsionou a rentabilidade das nossas carteiras.

A renda fixa teve um desempenho mais contido por conta da taxa básica de juros, a Selic, que está em 6,5% ao ano desde março de 2018. Porém, nossa estratégia de diversificação dentro dessa família de investimentos permitiu ganho maior, mesmo nas carteiras mais conservadoras.

No caso das ações internacionais (que estão nas Carteiras 3, 4 e 5), elas tiveram desempenho abaixo da média histórica, principalmente nos últimos dois meses de 2018. Assim, em um período mais curto, o gráfico ficou negativo.

Porém, como já mencionamos, os resultados da bolsa americana são consistentes nas últimas décadas e há grande capacidade de recuperação.

Para você ter uma ideia do efeito de nossa estratégia ao longo do tempo, veja no gráfico a seguir os resultados das Carteiras Magnetis nos últimos dois anos em comparação com as bolsas brasileira e americana. Vamos detalhar mais esses números no próximo tópico.

Rentabilidade Magnetis - 24 meses (Ibovespa e SP500)

Rentabilidade Magnetis nos dois últimos anos

Nos últimos 24 meses, as Carteiras Magnetis tiveram retorno de até 172% do CDI. As carteiras mais arrojadas foram as que apresentaram os maiores retornos.

Rentabilidade Magnetis 2018 - acumulado 24 meses

Aqui na Magnetis nós desenvolvemos uma metodologia de gestão que já considera as oscilações do mercado na montagem das nossas carteiras.

Cada pessoa tem uma capacidade diferente para lidar com o sobe e desce dos retornos de seus investimentos. Quem tem um perfil mais conservador sente mais tranquilidade ao abrir o aplicativo da Magnetis e ver o gráfico de rentabilidade subindo de forma constante.

Já quem tem uma carteira moderada ou arrojada vai ver o gráfico oscilando um pouco mais – algo normal para aplicações mais sofisticadas -, uma vez que o objetivo é de retorno maior no futuro.

É como numa montanha-russa: quanto mais arrojada a carteira de investimentos, mais emoção durante a viagem e maior a expectativa de rentabilidade.

Por isso, o mais importante é que você respeite o seu perfil e os seus objetivos. São esses os dois principais pontos que levamos em conta na hora de escolher os ativos que farão parte das Carteiras Magnetis. Pode deixar conosco o restante do trabalho!

Também fazemos um monitoramento constante do comportamento das aplicações de nossos clientes para assegurar que tudo está dentro do limite combinado.

plano-investimento-magnetis[tcb-script charset=”utf-8″ src=”https://js.hscta.net/cta/current.js”][/tcb-script][tcb-script type=”text/javascript”] hbspt.cta.load(618424, ’49b4cbc5-9441-4427-8746-a8cba92762de’, {}); [/tcb-script]

O papel da Magnetis é guiar você nesse complexo mundo das aplicações financeiras, de maneira a oferecer a melhor experiência em investimentos de forma simples e sem pegadinha.

Ficou alguma dúvida? Deixe aqui seu comentário ou fale com o nosso time de consultoria de investimentos.

Se você ainda não é cliente, que tal começar a fazer investimentos mais inteligentes em 2019? Faça hoje mesmo uma simulação grátis em nosso site ou aplicativo e comece hoje mesmo a investir no que importa!

Rentabilidade Magnetis 2018: como foi o retorno das nossas carteiras
4.5 (90%) 14 vote[s]