Veja quanto renderam as Carteiras Magnetis no 3º trimestre de 2018

por Luciano Tavares, CFP® | 19/10/2018

Quanto renderam as Carteiras Magnetis no 3º trimestre de 2018? Veja!

Mais um trimestre de 2018 terminou e é hora de ver qual foi a rentabilidade das Carteiras Magnetis no período de julho a setembro. Vamos mostrar aqui como foi a performance em relação aos principais indicadores do mercado, como o CDI e o Índice Bovespa.

Mas antes de falarmos sobre os números, vale a pena refletir um pouco sobre o contexto geral.

Muitas mudanças significativas para o cenário econômico vêm acontecendo nesses três meses. Estamos bem perto de decidir nas urnas quem será o próximo presidente do Brasil e, naturalmente, o mercado financeiro acaba refletindo os ânimos desse momento de transição.

O dólar, por exemplo, voltou a bater os R$ 4,20 em setembro, algo que só havia acontecido lá no início de 2016. Hoje a cotação está perto dos R$ 3,70.

A bolsa, por sua vez, oscilou bastante com as pesquisas (algo já esperado em ano de eleição), mas acabou terminando o trimestre em alta de quase 10%.

Isso mostra o quanto a diversificação dos investimentos é importante em períodos de volatilidade mais intensa. Uma carteira formada por ativos que têm pouca relação entre si permite passar de forma mais suave pelo sobe e desce do mercado.

Inclusive, falamos disso em um bate-papo no YouTube com o especialista em finanças André Massaro. 

Mas não foi só no país que essas mudanças aconteceram. Aqui na Magnetis, viramos a chave para uma fase totalmente nova:

Outra novidade que entrou no ar no dia 1º de outubro foi a inclusão de ações internacionais em nossas carteiras mais arrojadas.

De agora em diante, o comportamento do mercado brasileiro vai ter menos peso no resultado de nossas carteiras e, assim, aumentam as chances de retornos ainda melhores.

Ufa! Tudo isso deu bastante trabalho, mas estamos muito orgulhosos em ver que fizemos grandes avanços em nosso principal objetivo: oferecer para você a melhor carteira diversificada do mercado!

Agora, sem mais delongas…

Rentabilidade das Carteiras Magnetis no 3º trimestre de 2018

As Carteiras Magnetis Risco 1 e 2 (as mais conservadoras) tiveram um rendimento de até 108% do CDI no período de julho a setembro de 2018.

Já os retornos das carteiras Risco 3, 4 e 5 (mais arrojadas) foram de até 164% do CDI no período. Veja os números na tabela abaixo:

Rentabilidade Magnetis 3 trimestre de 2018

Vale lembrar que esses resultados já são livres de todos os custos como corretagem, taxa de administração e a taxa de consultoria Magnetis (saiba mais sobre esses custos). Não foi descontado o Imposto de Renda.

Também é importante ressaltar que esses números se referem à mediana de cada Carteira Magnetis. Ou seja: a maior parte de nossos clientes obteve resultados iguais ou bem próximos a esses valores.

No entanto, caso a rentabilidade da sua Carteira Magnetis seja diferente da que apresentamos aqui, não se preocupe! Isso acontece porque provavelmente você começou a investir conosco em um período diferente dos que consideramos aqui.

Rentabilidade acumulada das Carteiras Magnetis em 2018

No acumulado de 2018 até setembro, as Carteiras Magnetis mais conservadoras (Carteiras 1 e 2) apresentaram retorno de até 111% do CDI. Já as mais arrojadas (Carteiras 3, 4 e 5) tiveram resultados de até 101% do CDI.

Rentabilidade Magnetis - 2018 acumulado

A bolsa de valores patinou bastante este ano, principalmente nos últimos dois trimestres, e isso acabou se refletindo mais nas carteiras mais arrojadas.

Porém, a parcela de renda fixa desses portfólios amorteceu sua volatilidade, fazendo com que ela fosse 70% menor que a do Ibovespa. Na prática, isso quer dizer que o sobe e desce dessas carteiras foi mais suave que o do principal índice de ações da bolsa brasileira.

Rentabilidade Magnetis 3 trimestre de 2018

Esses resultados são possíveis por causa da nossa estratégia de diversificação de investimentos.

Nossas carteiras são compostas por ativos pouco relacionados entre si, o que permite aproveitar o melhor da rentabilidade de vários tipos de aplicação com risco reduzido. Assim, os resultados são melhores no longo prazo, como veremos a seguir.

Rentabilidade histórica das Carteiras Magnetis

Nos últimos dois anos, as Carteiras Magnetis tiveram retorno de até 149% do CDI. As carteiras mais arrojadas foram as que apresentaram os maiores retornos.

Rentabilidade Magnetis 3 trimestre de 2018 - 12 mesesRentabilidade Magnetis 3 trimestre de 2018 - 24 meses

Aqui na Magnetis nós desenvolvemos uma metodologia de gestão que já considera a volatilidade do mercado na montagem das nossas carteiras.

Por isso, o mais importante é que você respeite o seu perfil de investidor e os seus objetivos. Pode deixar conosco o restante do trabalho!

Cada pessoa tem uma capacidade diferente para lidar com o sobe e desce dos retornos de seus investimentos. Algumas preferem ter um resultado um pouco menor, porém constante. Outras toleram oscilação mais intensa, buscando ganhos maiores.

Nós sempre respeitamos essas características na hora de escolher os ativos que farão parte das Carteiras Magnetis.

Além disso, também fazemos um monitoramento constante do comportamento das aplicações de nossos clientes para assegurar que ele está dentro do limite combinado.  

magnetis invista no que importa simule gratis

O papel da Magnetis é guiar você no mundo das aplicações financeira, de maneira a oferecer a melhor experiência em investimentos de forma simples e sem pegadinha.

Espero que você tenha gostado das novidades e, se ainda não for cliente, faça hoje mesmo uma simulação grátis em nossa plataforma e comece a investir no que importa!

Se tiver alguma dúvida, não se esqueça de deixar aqui o seu comentário!

Luciano

Luciano Tavares é fundador e CEO da Magnetis. Administrador de carteiras credenciado pela CVM e planejador financeiro CFP ®, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

Veja quanto renderam as Carteiras Magnetis no 3º trimestre de 2018
5 (100%) 16 vote[s]