Rentabilidade das Carteiras Magnetis: veja como foram os primeiros seis meses de 2018

por Luciano Tavares

O primeiro semestre de 2018 chegou ao fim e é hora de ver como se comportaram as Carteiras Magnetis nesse período. Acabamos de consolidar a rentabilidade dos meses de abril a junho (segundo trimestre do ano!) e vamos mostrar os principais números neste post.

Ao contrário do movimento de alta nos mercados no início de 2018, os últimos três meses foram marcados por um período de volatilidade mais intenso, que afetou principalmente os investimentos em renda variável.

Veja mais: Sabia que na Magnetis você pode começar investindo R$ 1 mil? Monte seu plano grátis!

Para você ter uma ideia, o Índice Bovespa, que terminou o primeiro trimestre do ano em alta de mais de 11%, encerrou os três meses seguintes em baixa de quase 15%. No primeiro semestre, o índice acumula queda de quase 5%.

Esse período de maior volatilidade comprova o quanto é importante manter a diversificação dos seus investimentos, tema do bate-papo mais recente no canal da Magnetis no YouTube.

Ainda que alguns ativos tenham mostrado um desempenho bem diferente da valorização recorde no início do ano, as Carteiras Magnetis continuaram bem equilibradas de acordo com seus níveis de risco. Vamos ver de perto os principais resultados?

Rentabilidade das Carteiras Magnetis no 1º semestre de 2018

As Carteiras Magnetis mais conservadoras (perfil 1 e 2) tiveram um rendimento de até 122% do CDI nos primeiros seis meses de 2018. Isso significa que a performance foi superior à das aplicações desse mesmo nível de risco no mercado. Veja os detalhes na tabela abaixo.

Rentabilidade Magnetis 1 semestre de 2018

Os retornos que mencionamos aqui já são livres de todos os custos como corretagem, taxa de administração e a taxa de consultoria Magnetis (saiba mais sobre esses custos). Não foi descontado o Imposto de Renda.

Outro ponto importante: esses resultados se referem à mediana de cada Carteira Magnetis. Ou seja: a maior parte de nossos clientes obteve os mesmos números no período ou resultados muito próximos a eles.

No entanto, caso o seu resultado seja diferente do que apresentamos aqui, não se preocupe! Isso acontece porque provavelmente você começou a investir conosco em um período diferente.

Quem aplicou com a Magnetis nos últimos meses, por exemplo, acabou vendo um pouco mais de instabilidade no desempenho de sua carteira. Vamos entender a seguir por que isso aconteceu.

Rentabilidade das Carteiras Magnetis no 2° trimestre 

A bolsa de valores patinou nos meses de abril a junho e esse movimento teve impacto nas Carteiras Magnetis 3, 4 e 5, mais arrojadas.

Dessa forma, quem investiu nessas carteiras durante o segundo trimestre viu uma volatilidade um pouco maior em seu portfólio.

Rentabilidade Magnetis 2 trimestre de 2018

Porém, ao observarmos o desempenho do Ibovespa, notamos que a volatilidade das Carteiras Magnetis foi menor que a do principal índice de ações da bolsa. Como essas carteiras têm o respaldo da renda fixa em sua composição, elas apresentam volatilidade menor e, portanto, menor risco.

rentabilidade carteiras magnetis

O gráfico mostra a evolução da volatilidade das Carteiras Magnetis na comparação com o Ibovespa.

Aqui na Magnetis adotamos uma estratégia de gestão passiva de investimentos. Ela é baseada na consagrada Teoria Moderna do Portfólio, cujos autores ganharam o Nobel de Economia em 1990.

A diversificação é o principal pilar das nossas carteiras. Elas são montadas a partir de uma seleção de aplicações feita por nosso algoritmo, de maneira a oferecer o melhor nível de risco e o menor custo para o investidor. Assim, nossas carteiras ficam mais protegidas contra as oscilações do mercado.

Fazemos o monitoramento constante dessas aplicações para que elas fiquem sempre dentro do nível de risco definido em cada plano de investimentos. Assim, você pode ficar mais tranquilo em relação à gestão dos seus investimentos e tem ainda a possibilidade de retornos maiores no longo prazo.

Rentabilidade histórica das Carteiras Magnetis

Como você pode notar, as carteiras Magnetis 1 e 2, compostas apenas por ativos de renda fixa, tiveram o melhor desempenho acumulado nos primeiros seis meses do ano. No entanto, o inverso acontece quando observamos um período mais longo.

Rentabilidade Magnetis 24 meses

Esse horizonte mais longo nos permite ver os benefícios de investir em uma carteira diversificada e do foco no longo prazo.

Esses dois fatores - diversificação e investimento no longo prazo - permitem que as Carteiras Magnetis 3, 4 e 5 apresentem resultados melhores ao longo do tempo.

Todas as aplicações financeiras estão sujeitas às condições da economia (taxa de juros, inflação e até eventos políticos). Dessa forma, seu comportamento pode variar muito em períodos mais curtos.

Invista com 1 mil na magnetis

É por isso que aqui na Magnetis recomendamos uma visão mais ampla quando se trata de aplicações financeiras.

Assim, para obter a melhor rentabilidade, basta investir de acordo com o seu perfil, respeitar os seus objetivos financeiros e manter o foco no longo prazo.

A Magnetis guia você nesse caminho, ajudando a definir seu plano de investimentos e a buscar as melhores aplicações para alcançar seus objetivos. Nosso algoritmo escolhe os ativos para você e monitora a sua carteira constantemente, de maneira que as oscilações não ultrapassem o limite de risco proposto em seu plano.

Quer experimentar uma maneira simples de investir? Faça uma simulação grátis e comece a colher hoje mesmo os frutos da diversificação em seus investimentos!

Luciano

Luciano Tavares é fundador e CEO da Magnetis. Administrador de carteiras credenciado pela CVM e planejador financeiro CFP ®, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

Rentabilidade das Carteiras Magnetis: veja como foram os primeiros seis meses de 2018
5 (100%) 5 votes