Invista agora
a evolução na edução financeira, conheça a Magnetis.

Você pode investir de um jeito melhor, e nós podemos provar.

Baixe o app!

Saiba a importância de investir com regularidade e disciplina

A procura por entendimento sobre investimentos têm crescido nos últimos anos, principalmente pelo interesse das pessoas em ter mais controle da sua vida financeira e as oportunidades trazidas para renda. Isto posto, buscar informações sobre como investir com disciplina é o caminho para entender o mercado financeiro e realizar bons investimentos.

Afinal, muito mais do que os valores e o produto em si, a constância e o estudo são fundamentais para o sucesso no investimento.

Com o interesse e mais acesso às informações sobre o processo de investir, as empresas deste segmento possuem clientes com diferentes perfis. 

Por isso, se preparar para oferecer sempre o melhor e atender as necessidades são modos de ter um excelente desempenho e proporcionar produtos tanto para aqueles mais conservadores quanto para os de perfil arrojado, bem como opções de investimentos voltadas para empreendimentos e tecnologia. Confira!

Tecnologias como investimento e melhoria de processos

Independentemente de ser uma empresa na área de investimentos ou uma pessoa que deseja investir (seja em produtos financeiros ou em um empreendimento), todos precisam da tecnologia para desenvolver os serviços, mensurar possíveis resultados, controlar seu orçamento e atender seus clientes. 

Assim, elas passam a fazer parte dos processos e da rotina de diferentes perfis de pessoas de forma integral.

As métricas de marketing digital, por exemplo, são muito importantes para o acompanhamento dos resultados de campanhas publicitárias na internet, algo fundamental para empreendimentos em qualquer segmento. 

Do mesmo modo um software ou planilha financeiras podem ser utilizadas para verificar a saúde dos investimentos realizados, verificando se os produtos estão atuando como o esperado ou se os retornos estão abaixo, demandando uma ação rápida – ou seja, aplicar mais ou vender os itens.

Desse modo, boas métricas e o uso da tecnologia permitem ações mais rápidas frente às mudanças do mercado, sendo um excelente diferencial para quem está iniciando nos investimentos se sentir mais seguro por ser possível antecipar problemas.

O uso da tecnologia é muito comum em diversas áreas, ou seja, pode ser utilizada em uma corretora de investimentos, assim como em empresas de gestão condominial e usuários dos mais diferentes perfis.

Para os empreendedores, ter os melhores recursos tecnológicos é necessário para investir capital em ferramentas que permitam o desenvolvimento do trabalho. Ou seja, é uma forma de investir, criando um negócio e melhorando-o (sendo um perfil mais arrojado).

Uma questão importante relacionada ao investir é justamente saber o momento de destinar parte do dinheiro para a compra de produtos e/ou iniciar um empreendimento, melhorando a carteira ou os serviços oferecidos, bem como a linha de produção e melhorias do negócio.

Ou seja, é possível identificar o momento de adquirir ou vender um ativo ou implementar a linha de produção. Afinal, ambos os cenários podem envolver o uso da tecnologia.

Os empreendedores podem ter acesso aos melhores recursos tecnológicos para o seu negócio, desde que saibam aplicar bem o capital e, neste caso, os investimentos em finanças podem ajudar.

Entender alguns conceitos básicos e se informar sobre o universo dos investimentos, por exemplo, são formas de iniciar a jornada no mundo financeiro e criar a disciplina crucial para o sucesso nesse “empreendimento”, tendo um melhor retorno e aplicações mais adequadas para a tranquilidade futura, por exemplo.

Somada à regularidade e estudos frequentes, consegue-se melhorar a sua situação financeira, bem como a do seu negócio, seja com investimentos financeiros ou nas linhas de produção – como verificando novas tecnologias disponíveis para aplicar dinheiro ou nos processos.

Como começar a investir?

Os investidores iniciantes costumam ter muitas dúvidas sobre o universo financeiro, como funciona e o que pode ser feito para atingir uma saúde financeira.

Começar a investir não é difícil, mas demanda disciplina e conhecimento – inclusive o interesse em se manter informado e estudando sobre o tema – para reduzir os riscos de perda de capital, e para que possa realizar o seu sonho. 

Isso significa que o hábito de investir precisa ser criado e é a chave para que pessoas físicas e jurídicas possam tornar realidade os seus objetivos e metas, tendo um rendimento e tranquilidade financeira a longo prazo, visto que o valor é ampliado e dificilmente desvalorizado (como pode ocorrer em conta corrente ou poupança).

A sonhada viagem, uma casa própria com um sistema de automação residencial preço, trocar o carro ou até uma aposentadoria são alguns objetivos que podem compor e estimular o plano de investimento, fazendo com que as compras sejam feitas com sabedoria e tranquilidade no futuro.

Por esse motivo, ao iniciar sua jornada no mundo dos investimentos, é crucial que esses objetivos estejam claros, bem como o tempo em que pretende realizá-los, pois tais fatores determinam – junto a outros aspectos – quais produtos melhor responderão a essas metas, seja em rentabilidade, segurança ou prazo.

Mesmo assim, ainda é muito comum ter estes objetivos definidos, mas ainda sentir insegurança sobre os investimentos. Por isso, informação e conhecimentos recorrentes na área são fundamentais.

Assim, com estudo e atenção às notícias (informações corretas sobre o assunto) será mais fácil adquirir segurança para investir o seu dinheiro em empreendimentos que sejam adequados ao perfil de investimento – como veremos mais à frente – e o objetivo traçado, trazendo ótimos resultados para sua vida.

Além disso, neste ponto, outro mito precisa ser desvendado. Isso porque muitos acreditam que é preciso já ter capital para começar a investir, seja em empreendimentos ou em produtos financeiros.

Mas a verdade é que para investir não é necessário ter grandes quantias de dinheiro, mas sim entender quais os produtos mais adequados para seu orçamento e necessidade, bem como ter regularidade para que os rendimentos aumentem e haja crescimento do patrimônio de forma gradual e constante. Ou seja, com pouco dinheiro é possível começar.

Assim, de modo a contribuir com sua empreitada no mundo do investimento, confira este material para verificar alguns passos básicos para avaliar e escolher a estratégia de investimento mais correta e entender a importância de investir. 

Afinal, conhecer as opções de investimentos e ter constância para ver os ganhos, na prática, é fundamental para um planejamento correto e obter bons resultados.

5 passos para começar a investir com disciplina

Como mencionamos anteriormente, buscar informações valiosas é a melhor maneira de se preparar para investir. Para isso, algumas dicas são muito úteis.

Conheça abaixo os principais pontos para iniciar sua jornada no mundo do investimento:

  1. Tenha um planejamento financeiro

Este é o primeiro passo para iniciar qualquer investimento ou novo projeto: traçar objetivos e verificar o orçamento disponível e como organizá-lo.

Para isso, analisar as suas finanças contribui para a elaboração do planejamento financeiro, tendo uma visão completa das dívidas, ganhos e qual valor pode ser direcionado para os investimentos – bem como quais os tipos de investimentos melhor se adequam à necessidade e valores mínimos para aplicação, facilitando todo planejamento e organização a longo prazo.

Nesse sentido, uma ferramenta muito útil e que pode ajudar no controle financeiro é recorrer ao uso de uma planilha.

Isso porque é possível preencher todos os gastos e valores recebidos, o que permite visualizar melhor o que está acontecendo com as finanças e o que pode ser ajustado (como alguns cortes) e deste modo fazer o planejamento financeiro e de investimentos.

Durante a elaboração do plano, é possível ver gastos que podem ser reduzidos ou até cortados, assim será mais fácil definir um valor mensal para investir.

O planejamento é um passo importante e qualquer pessoa pode fazê-lo. No caso das empresas, por exemplo, esta etapa demanda atenção a todos os setores para definir o que precisa ser feito para melhorar o desempenho, como divulgar lançamentos por meio de um stopper PDV (Ponto de Venda).

Do mesmo modo, a pessoa física deve considerar gastos que precisam ser feitos, como uma reforma, e aquelas que podem ser adiadas ou cortadas, para saber onde e como investir tempo e dinheiro.

  1. Conheça o seu perfil de investidor e diversifique a carteira

Esta dica tem um papel muito importante. Após a elaboração do planejamento, é fundamental saber o que fazer com o dinheiro e até que ponto consegue arriscar no investimento com conforto. 

Ou seja, é preciso avaliar o retorno esperado e a necessidade de confiança/seguridade que precisa ter no produto para investir.

Separar os objetivos em curto, médio e longo prazo também é fundamental, permitindo avaliar se é necessário ter um maior rendimento (o que pode aumentar o risco do investimento) ou um baixo retorno em longo prazo atende melhor aos objetivos (o que reduz o risco).

Lembre-se que o equilíbrio é o segredo do sucesso nos investimentos. Inclusive, é importante diversificar a carteira, apostando em mais de um tipo de produto, como renda fixa e variável (exemplo: CDBs e Ações de empresas), para que as finanças/investimentos se tornem mais saudáveis, mantendo o retorno.

Uma pessoa que deseja ter um imóvel automatizado, por exemplo, precisa comprar diversos itens. 

Assim, pensar a curto, médio e longo prazo ajuda a ter o portão de alumínio automático e sistema de iluminação adequados e sem comprometer as finanças.

Afinal, após verificar qual o prazo para fazer essas mudanças sem prejudicar o orçamento, pode-se encaminhar valores específicos para um investimento, tendo o rendimento até  realizar essas compras nos prazos estabelecidos e com mais qualidade, visto que estava previsto no orçamento e plano de investimento.

Lembre-se que o investimento é para trazer mais segurança financeira e conforto a longo prazo, sendo um aliado para as conquistas próximas e futuras, não apenas devendo ficar guardado sem um destino claro (mesmo que o objetivo seja uma “aposentadoria” confortável).

Basicamente, existem três perfis de investidores, que podem ser descobertos nas próprias plataformas de investimento ou em diferentes testes dispostos na Bolsa Brasileira e na internet. Os perfis de investimento são:

  • Conservador

Pessoas com este perfil dão prioridade à segurança dos rendimentos e preferem opções que apresentam baixo risco, já que há o receio de perder dinheiro.

  • Agressivo

Este é o investidor que não tem medo de perder, considerando que os ganhos obtidos são ampliados. Ou seja, se arrisca – mesmo que de forma mais “intensa” visando ter uma excelente rentabilidade.

  • Moderador

Este perfil é para o investidor que gosta de ter segurança, mas está aberto a novas possibilidades de aplicações com um pouco de risco e está evoluindo no perfil. 

O perfil moderador é o que apresenta mais versatilidade, quando o assunto é investimentos. Assim, pode ter reservas em fundos de investimento ou recorrer a ações de empresas de atuador de dupla ação que atendam suas estratégias de investimento e que tragam riscos e rendimentos mais equilibrados.

  1. Conheça os principais investimentos

Os iniciantes que possuem receio a respeito da rentabilidade, por exemplo, podem iniciar pelos investimentos de renda fixa, cruciais para conhecer mais as opções existentes e o comportamento frente a ganhos e perdas.

Os principais investimentos de renda fixa são:

  • Tesouro Direto;
  • CDB (Certificado de Depósito Bancário);
  • Debêntures;
  • CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários);
  • LC (Letras de Câmbio);
  • LCI (Letras de Crédito Imobiliário);
  • LCA (Letras de Crédito do Agronegócio)
  • Fundos de investimentos de renda fixa;
  • CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio).

Estas são algumas das opções de investimentos que as pessoas podem investir. Antes de escolher, é importante ler a respeito de cada um e assim definir o que será melhor para os seus objetivos.

  1. Construa uma reserva de emergência

Ter um dinheiro guardado para momentos emergenciais é importante para evitar dívidas e deve ser o primeiro “investimento”. Ou seja, deve ser feito antes de iniciar opções de maior risco. 

Os investimentos em renda fixa, por exemplo, são excelentes opções para construir a reserva, o que mantém as finanças sob controle e permite diversificar a carteira com qualidade e segurança.

Lembre-se que situações de emergência podem acontecer, demandando ação rápida e podendo despender um alto valor. 

Por isso é necessário estar preparado, de modo que o valor possa ser rapidamente retirado, sem impactar as estratégias de investimento ou finanças, afinal, a emergência pode ir desde um item que demanda conserto até despesas médicas com urologista consulta particular, entre outros casos. 

Independentemente da situação, ter uma reserva é o modo de manter ordem nas finanças e evitar problemas que podem se estender, como contar com empréstimos de altos juros.

  1. Mantenha a disciplina e tenha paciência

Esta é considerada a parte mais difícil, principalmente as que desejam ter resultados rápidos.

O planejamento só tem sentido se houver disciplina e autocontrole.Pensar nos objetivos e metas colocados no plano financeiro é uma maneira de se motivar e ter dedicação para conseguir bons resultados.

Assim, é preciso aplicar com constância para que o patrimônio cresça, e é preciso registrar todos os gastos e ganhos para otimizar os valores conquistados em curto e longo prazo, bem como para alcançar os objetivos traçados.

Consequentemente, um empreendedor que deseja atuar na criação e melhoria de uma empresa para criar aplicativo, pode fazer alguns investimentos para se desenvolver e garantir a estabilidade do negócio (ou seja, até que ele se pague) tendo uma boa rentabilidade que é esperada e planejada para esse direcionamento, não comprometendo as finanças pessoais para fazer as melhorias.

A importância de ter disciplina e investir com regularidade

A disciplina é a chave para diversos projetos acontecerem, ou seja, sem foco e determinação é impossível tornar as ideias realidade.

Ao conquistar a tal disciplina, é possível aplicá-la em diversas áreas, inclusive na financeira. Quando o assunto é dinheiro, as pessoas devem sempre ter inteligência emocional e buscar conhecimento, pois com informações corretas é possível fazer as melhores escolhas.

Ter conhecimento é fundamental para tomar decisões, seja para elaboração de PGR ou para escolher o melhor tipo de investimento que permitirá ganhos promissores.

Deste modo, ter determinação, foco e manter uma regularidade é o modo de conseguir fazer bons investimentos e ampliar seu capital e oportunidades.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Andressa Siqueira, CFP®
Andressa Siqueira, CFP®

Formada em Economia pela PUC-SP, é analista de conteúdo, especialista em investimentos na Magnetis desde 2019. Possui as certificações CEA pela ANBIMA e de planejadora financeira CFP®, trabalha no mercado financeiro há mais de 8 anos.

leia mais desse autor