Serviço de investimento automatizado: você ainda vai usar um

por Luciano Tavares

É sexta-feira e seu chefe acaba de anunciar que você ganhou um bônus! 

Você imediatamente liga para a gerente do seu banco para ver onde deve investir o valor recebido. Ela diz que vai te mandar algumas sugestões por fax. Enquanto isso, você liga para sua cara-metade e combina de comemorarem juntos. Decide comprar um bom vinho, então procura uma loja nas Páginas Amarelas. Encontra o endereço no mapa que você carrega e chama um taxi na rua. Após comprar o vinho, dá uma passada na locadora de vídeo para pegar um filme para assistirem juntos. 


Nos dias de hoje, essa cena pode parecer estranha, até mesmo surreal, não é mesmo?


Atualmente, você provavelmente mandaria um WhatsApp, pesquisaria a loja no Google, chamaria um Uber, ligaria o Waze e em poucos minutos estaria vendo o filme no Netflix.


A única coisa que não mudou nessa cena é que você provavelmente ainda teria que ligar para sua gerente para investir seu bônus! Talvez conversariam por email, mas o processo de investimento seria muito semelhante ao que você teria feito na cena original.



Um breve histórico dos serviços de investimento


Vamos fazer um exercício de voltar ao tempo, mais especificamente à década de 1950 nos Estados Unidos. Naquela época, os investimentos dos americanos eram realizados basicamente por meio de grandes bancos, como Merrill Lynch. As alternativas de investimentos eram bastante limitadas e as taxas cobradas, elevadas. (Qualquer semelhança com o Brasil atual não é mera coincidência.)


Na década de 1970, surgiram novas corretoras de valores independentes, como a Schwab, que se destacavam por oferecer menores taxas. Por esse motivo ficaram conhecidas como "discount brokers" ou corretoras de descontos. Além do custo reduzido, elas ofereciam serviços considerados inovadores na época, como cotações de bolsa em "apenas" 24 horas. (Vale lembrar que os primeiros computadores pessoais só surgiriam anos depois, perto da década de 1980.)


Esse modelo de serviço de investimento predominou no mercado norte-americano durante muitos anos. Ao longo do tempo, essas empresas incorporaram novos produtos e ferramentas como operações via internet (home-broker). Porém, na sua essência, o serviço ainda era o modelo originalmente difundido pela Schwab, baseado em uma grande oferta de produtos e uma rede de assessores financeiros.



A ascensão dos serviços automatizados


Graças à tecnologia, de 2010 para cá começaram a surgir os serviços de investimento automatizado. Em outros países, empresas como Wealthfront, Betterment e FutureAdvisor trouxeram esse novo conceito com o objetivo de tornar o processo de investir ainda mais fácil para quem não dispõe de tempo ou até mesmo paciência para escolher as aplicações financeiras.


Atualmente, mais de 20 bilhões de dólares já estão sendo geridos no mundo através de serviços de investimento automatizados. De acordo com estimativas da consultoria AT Kearney, este montante deverá atingir patamar de 2.2 trilhões de dólares até 2020.


Até as empresas mais tradicionais de investimentos se renderam ao novo modelo. As gigantes Schwab e a Vanguard lançaram serviços automatizados para complementar sua oferta atual. A BlackRock, maior gestora do mundo, recentemente adquiriu a FutureAdvisor, empresa com apenas 3 anos vida, visando oferecer o serviço para seus clientes.


Mas, afinal, como funciona?


Os serviços de investimento automatizado, ou automated investment services, são plataformas online que automatizam todo o processo de investimento. Ao invés do gerente ou do agente autônomo, quem realiza toda a análise de perfil, seleção dos ativos e aplicação para o investidor é uma máquina.


Funciona da seguinte forma: pelo site da empresa que oferece o serviço, você preenche um rápido questionário, informando seus dados pessoais, como idade, objetivos financeiros e valor disponível para aplicação. Em poucos segundos, os chamados algoritmos analisam seu perfil de risco e definem a alocação de ativos mais adequada para você. O sistema oferece um plano personalizado, composto por uma cesta diversificada de ativos de baixo custo. Você pode investir na carteira oferecida e acompanhar sua evolução diretamente pelo site.


Esse modelo de investimento automatizado oferece uma série de vantagens em relação aos serviços tradicionais:



Uma metodologia rigorosa


Primeiro, toda a análise segue rigorosamente metodologias financeiras sofisticadas. Ao contrário de recomendações de um assessor financeiro, que são subjetivas e pouco transparentes, os algoritmos utilizam técnicas consagradas de otimização de carteiras, como a Teoria Moderna do Portfolio, para adequar o perfil do investidor a uma combinação ideal de ativos financeiros.


Assim como o computador hoje vence facilmente um grande mestre de xadrez, esses algoritmos têm uma imensa vantagem sobre o analista humano quando se trata de calcular grandes volumes de dados financeiros. Eles são capazes de fazer em frações de segundos cálculos que levariam dias para um humano realizar. O resultado é uma analise mais precisa, rigorosa e imparcial.



Seleção de ativos de baixo custo


Por se valer de critérios objetivos, os serviços automatizados são mais eficientes em encontrar ativos com os melhores retornos e os menores custos do mercado. Usando seu poder computacional, eles analisam simultaneamente milhares de ativos financeiros em busca daqueles que ofereçam a melhor combinação de fatores como maior rentabilidade e menores riscos, taxas e impostos.


Por serem automatizados, esses serviços normalmente cobram uma taxa reduzida em relação aos consultores e assessores tradicionais. Além disso, todos os clientes são atendidos da mesma forma, independentemente do volume de recursos que está sendo investido. Na prática, não existe uma classificação ou priorização de investidores, como ocorre com clientes de bancos, que podem pertencer a determinados segmentos justamente por ter renda mais elevada ou um montante maior de investimentos.


Monitoramento constante


Outra vantagem desses serviços é que as carteiras não são abandonadas à própria sorte após a aplicação inicial. Os sistemas continuam monitorando todas as carteiras a todo momento.


Se houver necessidade de fazer uma adequação na composição da sua carteira de investimentos, esse trabalho é feito de maneira automática. Por exemplo, se algum movimento no mercado tem efeito sobre os ativos que compõem seu portfólio, os algoritmos ajustam e efetuam o rebalanceamento da carteira. Tudo isso sem você precisar fazer cálculos manuais ou falar com o gerente da sua conta.



Investir nunca foi tão fácil e prático


Comodidade e segurança são alguns dos principais benefícios em usar serviços de investimento automatizados. Em outras palavras, investir passa a ser uma atividade fácil, sem dores de cabeça. Em vez de passar noites em claro pensando sobre onde aplicar seu dinheiro, uma ferramenta moderna e inteligente faz esse trabalho por você. Você dorme tranquilo sabendo que seu patrimônio está bem investido e monitorado constantemente.



O coração ainda não foi automatizado


Apesar de focar na automatização do processo de investimentos, esse serviços ainda necessitam de humanos para funcionar. As máquinas têm um poder computacional imenso, mas o resultado dos algoritmos é tão bom quanto as pessoas que os desenvolvem. Por isso, a maioria desses serviços contam com uma equipe altamente qualificada de especialistas de investimentos e matemáticos.


Além disso, existirá sempre o lado humano das relações. Os investidores são muitas vezes influenciados por suas emoções, portanto haverá a necessidade de falar com uma pessoa para esclarecer dúvidas ou simplesmente ficar mais tranquilo num momento difícil. A grande parte dos serviços automatizados oferecem suporte por chat, email e telefone. Alguns oferecem ainda atendimento personalizado de consultoria para complementar seu serviço automático.



Magnetis é pioneira no Brasil


Você pode estar na perguntando: "Esse tipo de serviço já existe no Brasil?"


A resposta é "Sim"! Desde março de 2015, a Magnetis vêm oferecendo esse modelo inovador para seus clientes no Brasil. Buscando inspiração nas melhores práticas dos serviços internacionais, mas se adaptando à realidade do mercado financeiro brasileiro, a Magnetis desenvolveu toda a tecnologia necessária para você começar a usufruir desse serviço hoje mesmo.


Através do site magnetis.com.br, você pode realizar um plano de investimento gratuito em menos de dez minutos. O sistema te ajudará a entender seu perfil de risco e encontrar a carteira de investimentos mais adequada para você.


E se precisar, você poderá sempre falar com um humano quando quiser. Pelo menos, por enquanto...

Luciano

Luciano Tavares é fundador e CEO da Magnetis. Administrador de carteiras credenciado pela CVM e planejador financeiro CFP ®, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

Serviço de investimento automatizado: você ainda vai usar um
5 (100%) 3 votes