Investe no Tesouro IPCA+ 2019? Veja onde aplicar seu dinheiro após o vencimento do título

por Malena Oliveira | 13/05/2019

Tesouro IPCA 2019 paga R$ 9 bilhões: veja onde investir

No dia 15 de maio de 2019, R$ 88 bilhões serão devolvidos para quem investiu no Tesouro IPCA+ 2019 (antiga NTNB-Principal), sendo R$ 9 bilhões para pessoas físicas. Este é o maior vencimento de títulos do Tesouro Direto desde a abertura do programa, em 2002.

Na prática, isso significa que os valores aplicados vão voltar para a conta da corretora das 122 mil pessoas que investiram nesse título, inclusive eu. Mas fica a pergunta: onde investir seu dinheiro depois do vencimento do Tesouro IPCA+ 2019?

Neste post, vou mostrar para você quais são as melhores opções para aplicar seu dinheiro de acordo com o seu perfil.

Mas antes, que tal vermos o que acontece após o vencimento de um título do Tesouro? Afinal, essa é a primeira vez que muitas pessoas terão essa experiência e eu posso mostrar para você na prática como funciona. Vamos começar?

O que acontece quando um título do Tesouro Direto vence?

Todos os títulos do Tesouro Direto têm uma data de vencimento. Essa, aliás, uma característica comum à maioria dos investimentos de renda fixa.

O vencimento de um título nada mais é do que a data em que essa aplicação expira. Assim, ela deixa de existir e o dinheiro volta automaticamente para a conta de quem aplicou.

Esse valor já vem corrigido pela rentabilidade e pelos descontos do Imposto de Renda (IR) e de outras taxas, se elas existirem. Assim, quem investiu já recebe o valor líquido do investimento de volta.

Vale lembrar que, de tempos em tempos, a plataforma do Tesouro Direto coloca novos títulos à disposição das pessoas à medida em que os antigos vão vencendo.

O Tesouro IPCA+ 2019, por exemplo, começou a ser vendido em 2013. Na época, ele ainda se chamava NTN-B Principal 2019.

O Tesouro deixou de vender esse título em 2017 para lançar novos vencimentos no mercado. Hoje, os títulos do Tesouro Direto disponíveis para compra são:

Vale a pena resgatar um título do Tesouro Direto antes do vencimento?

O resgate do Tesouro Direto antes do vencimento é algo que gera muitas dúvidas, principalmente se você tem alguma emergência e precisa do dinheiro.

Como veremos nos próximos tópicos, a rentabilidade oferecida pelos títulos do Tesouro muda todos os dias.

Dependendo da situação, você pode acabar vendendo o seu título por uma taxa menor do que a que você investiu caso resgate antes do prazo. Assim, essa operação gera prejuízo para você.

Para evitar perder dinheiro investindo no Tesouro Direto, é importante que você preste muita atenção à taxa de rentabilidade do seu título.

Assim, caso você precise resgatar antes do prazo, vai saber se receberá um valor maior ou menor do que o investido e, pelo menos, não levará sustos na hora de checar o saldo na conta da sua corretora.

É importante lembrar também dos impostos que incidem sobre o Tesouro Direto. Caso você resgate o investimento antes de 30 dias, a aplicação está sujeita ao Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que pode consumir até 96% do rendimento da sua aplicação.

Além disso, o Imposto de Renda incide da seguinte maneira sobre o Tesouro Direto:

imposto de renda sobre investimentos de renda fixa

Qual é a rentabilidade do Tesouro IPCA+?

Diferente dos investimentos prefixados ou pós-fixados, o Tesouro IPCA+ 2019 é um título híbrido: sua rentabilidade é composta por uma taxa prefixada, mais um percentual atrelado à inflação.

Assim, quem aplicou dinheiro nesse investimento e ficou com o título até o final recebe a taxa contratada + a correção do valor pela inflação do período.

Só que a rentabilidade do Tesouro IPCA+ muda todos os dias. Mas calma, não é a mesma coisa que acontece na bolsa de valores.

Quando o governo coloca um título do Tesouro para ser negociado no mercado, ele estabelece uma taxa de rentabilidade que será paga naquele dia por aquele título.

Se a pessoa que investiu mantiver esse título até a data do vencimento, receberá exatamente a taxa contratada.

No caso do Tesouro IPCA+, a taxa que o governo estabelece é aquela expressa na tabela de valores da sua corretora ou do próprio site do Tesouro Direto.

Acontece que, no dia seguinte, o governo pode estar pagando uma taxa diferente pelos títulos com aquela data de vencimento, que pode ser maior ou menor do que a taxa do primeiro dia.

Dependendo da diferença, pode ou não valer a pena resgatar seu título do Tesouro Direto antes do prazo.

Se a taxa do dia for menor do que a taxa pela qual você comprou seus papéis, você terá lucro. No entanto, se a taxa for maior, você terá prejuízo.

A única forma de garantir a rentabilidade do seu título do Tesouro Direto é manter o seu investimento até o final. Assim, você receberá exatamente a taxa contratada. Vamos ver um exemplo.

Qual é a rentabilidade do Tesouro IPCA+ 2019?

Quando eu investi no Tesouro IPCA+ 2019, em junho de 2016, a rentabilidade proposta era a seguinte:

Taxa Tesouro Direto 2019 - junho de 2016

Na prática, a rentabilidade que eu vou receber no dia 15 de maio de 2019 será de 6,28% por cada ano investido, mais a inflação do período – que foi de 11,37% em todo esse tempo.

Assim, a rentabilidade bruta do investimento no período é de 29,18%, algo próximo dos 10% ao ano. Vale lembrar que ainda não estou descontando o Imposto de Renda.

Resumindo, um investimento de R$ 1 mil nesse título sob essas condições teria o seguinte resultado:

Rendimento do Tesouro IPCA+ 2019

Para você ter uma ideia, quem investiu em um CDB com retorno de 100% do CDI no mesmo período obteve rentabilidade bruta muita parecida, de 29,21%.

Pois é, o CDB acabou rendendo um pouco mais por causa da taxa de custódia do Tesouro Direto, da qual já falei em outro post aqui no blog.

Onde investir após o resgate do Tesouro IPCA+ 2019

Se você está entre as 122 mil pessoas que vão receber de volta o dinheiro investido no Tesouro IPCA+ 2019, veja aqui onde investir após o resgate do seu título.

Tesouro Direto

Se você busca tranquilidade e segurança nos seus investimentos, sabe que o Tesouro Direto continua sendo uma boa alternativa. Ainda mais agora que você já viu o que acontece após o vencimento de um título 😉

Hoje, o Tesouro Direto tem disponíveis os seguintes vencimentos para o Tesouro IPCA+:

  • Tesouro IPCA+ 2024
  • Tesouro IPCA+ 2026 (com juros semestrais)
  • Tesouro IPCA+ 2035
  • Tesouro IPCA+ 2045
  • Tesouro IPCA+ 2050 (com juros semestrais) 

Já o Tesouro Prefixado, que paga uma taxa fixa no vencimento, oferece as seguintes opções:

  • Tesouro Prefixado 2022
  • Tesouro Prefixado 2025
  • Tesouro Prefixado 2029 (com juros semestrais)

É claro, se você ainda está em dúvida sobre precisar do dinheiro ou não nos próximos meses, pode deixar o valor aplicado no Tesouro Selic.

É claro, essa aplicação é recomendada para a sua reserva de emergência, mas pode servir também para rentabilizar seu dinheiro enquanto você ainda não tomou uma decisão.

Renda fixa

Os títulos privados de renda fixa são boas alternativas para quem pode deixar o dinheiro aplicado por mais algum tempo (cerca de dois a cinco anos).

Os mais famosos são os CDBs, LCIs e LCAs, que oferecem rentabilidade acima de 100% do CDI e podem ser encontrados em corretoras e bancos médios.

Os valores para investir são um pouco mais altos do que o Tesouro Direto na maioria dos casos, mas há opções no mercado a partir de R$ 100.

Invista a partir de R$ 1 mil com a Magnetis

Carteira diversificada

Quer aumentar a rentabilidade dos seus investimentos, mas não sabe por onde começar? A carteira diversificada pode ser uma boa opção, dependendo do seu perfil e dos objetivos.

Uma carteira diversificada é um conjunto de aplicações financeiras combinadas para oferecer rentabilidade e segurança para o seu investimento. Elas podem ser fundos de investimento ou podem ser algo personalizado para suas necessidades.

Você encontra carteiras diversificadas em corretoras, gestoras de recursos ou fintechs (como a Magnetis, por exemplo). O ideal é que, ao buscar uma carteira diversificada, você tenha em mente um prazo de investimento mais longo. Assim, poderá ver melhor as vantagens da diversificação para o seu patrimônio.

Se interessou ou quer saber mais detalhes sobre os tipos de investimento ideais para você? Baixe grátis o nosso ebook Guia Completo sobre os Tipos de Investimento e tire suas dúvidas sobre onde investir o dinheiro do vencimento do seu Tesouro IPCA+ 2019!

Luciano

Malena Oliveira é jornalista especializada em Finanças Pessoais e redatora na Magnetis.

Avaliar o post